Casas abandonadas da Eletronorte são esconderijos de bandidos e ladrões

Publicado em 31 de março de 2021

A Eletronorte, de uns quatro anos ate os dias de hoje, mantém fechadas diversas casas que anteriormente serviam de residências de funcionários, na Folha 17 – Núcleo Nova Marabá.

As casas integram conjuntos residências que a estatal construiu nos anos 80 para acomodar seus servidores, em algumas folhas da Nova Marabá.

Atualmente algumas delas estão abandonadas.

A empresa não coloca ninguém para ocupá-las e nem os leiloa – o que seria mais correto, privilegiando na aquisição seus funcionários.

Resultado é que os imóveis abandonados estão servindo de covil de bandidos.

Diariamente, sob a luz do sol, marginais as adentram para esconder roubos ou para se esconder de ações que praticam assaltando pessoas que passam pelas ruas em frente às casas abandonadas.

Agora, às 15 horas, uma casa particular  que fica localizada ao lado dos imóveis da Eletronorte, foi arrombada.

No imóvel (primeiro à esquerda na foto abaixo)  residem três pessoas que trabalham numa construtora.

Um deles não foi trabalhar hoje e ouviu a ação dos bandidos tentando entrar pelo telhado da casa.

Acionada a polícia, os marginais pularam para as casas da Eletronorte, quando viram a chegada da PM.

A guarnição adentrou ao imóvel da Eletronorte, ne tentativa de prender os ladrões, chegando a dar tiros para o alto.

Moradores da rua onde os imóveis da Eletronorte  estão abandonados há mais de dois anos, vivem angustiados, sabendo que a qualquer hora podem ser vítimas do bando que fez das casas da estatal um covil.

A Eletronorte sabe do problema, já recebeu dezenas de relatos, mas nenhuma providência assume.

Nem mesmo manter os imóveis limpos e sem matagal cobrindo casas e calçadas.

Uma vergonha!

Semana Santa? Sim! Mas sem praias, no Pará.

Publicado em 30 de março de 2021

Quem estiver planejando fugir de sua cidade para passar a Semana Santa em algum balneário, informe-se direitinho.

Praias de Salinópolis, nem pensar.

O mesmo adianta-se para quem gosta de ir à Ilha do Marajó deleitar-se nas parias do arquipélago.

Prefeituras  dos municípios da Ilha determinaram bloqueio no arquipélago e Estado apoia com restrições nos terminais da RMB

Com o decreto de ponto facultativo para a próxima quinta-feira (1º) e o feriado de sexta-feira (2), muitas pessoas tendem a querer deixar a capital paraense rumo aos municípios do interior. Mas, apesar da saída do lockdown e a volta da permissão para a circulação de pessoas, lugares como praias e balneários continuarão fechados.

Um dos lugares mais procurados do Estado, o município de Salinópolis, no nordeste paraense, chegou a entrar na justiça para flexibilizar a circulação nas praias.

Porém, após recurso interposto pela Procuradoria-Geral do Pará (PGE), o Tribunal de Justiça do Estado (TJPA) decidiu em favor da manutenção do decreto.

odo o território paraense está em bandeira vermelha desde o último dia 3 de março, quando foi publicado no Diário Oficial do Estado o decreto com medidas preventivas mais rígidas para prevenir a covid-19. A exceção é a Região Metropolitana de Belém que, entre os dias 15 e 29 de março, esteve em bandeiramento preto (lockdown).

Além da proibição de acesso a praias de sexta a segunda e feriados, fica permitido, a partir desta terça-feira (30), o funcionamento de academias de ginástica e estabelecimentos afins até às 20h, não estando autorizadas atividades coletivas; shoppings centers reabrem das 11h às 20h, com exceção das praças de alimentação, que fecharão 18h; comércios de rua terão expediente reduzido, das 9h às 17h, restaurantes podem funcionar até 18h e também toque de recolher entre 21h e 5h.

Vacinação a partir de 60 anos: prefeitura pede calma e distanciamento nas filas

Publicado em 30 de março de 2021

A prefeitura de Marabá divulgou, na manhã desta terça-feira, 30, nota orientando pessoas com 60 ou mais de idade que se dirigem aos locais de vacinação.

Abaixo, a nota de utilidade pública:

 

 

A Prefeitura de Marabá solicita que as pessoas a partir dos 60 anos não precisam se aglomerar para tomar a vacina contra a covid-19.

A vacinação está acontecendo em oito escolas, espalhadas em todos os núcleos da cidade, com atendimento das 8 às 17 horas. Vale ressaltar que a imunização vai se estender por outros dias.

A distribuição de senhas é um recurso de controle, sendo que todas as pessoas na faixa etária de 60 anos ou mais serão vacinados.

Para idosos com dificuldade de locomoção é disponibilizada a opção de vacinação dentro do veículo, bastando se dirigir a um dos  pontos de vacinação e solicitar a um dos profissionais de saúde no local. //

Os acamados devem solicitar que um parente ou responsável vá até a unidade básica de saúde mais próxima para solicitar a vacinação em casa. Uma equipe se dirigirá até a residência para aplicação da vacina.

Os locais de vacinação são:

Marabá Pioneira – Escola Judith Gomes Leitão
Cidade Nova – Escola Irmã Theodora
Cidade Nova – Escola Anísio Teixeira
Nova Marabá – Colégio Militar Rio Tocantins (CAIC)
Nova Marabá – Praça da Juventude
Nova Marabá – Escola Jonathas Pontes Athias
Morada Nova – Escola Paulo Umbelino Ferreira
São Félix Pioneiro – Escola Jarbas Passarinho

Marabá inicia vacinação a partir de 60 anos, nesta terça-feira, 30

Publicado em 29 de março de 2021

A prefeitura acaba de liberar o calendário de vacinação contra Covid 19, para esta semana.

A boa notícia é a de que pessoas com mais de 60 anos já vão pode se imunizar.

Ou seja, Marabá também entra no ciclo  de concluir a vacinação dos idosos residentes no município.

Abaixo, locais de vacinação.

Acidentes na BR-155 marcaram o final de semana próximo a Marabá

Publicado em 29 de março de 2021

Na sexta-feira, 26, e sábado, 27, acidentes marcaram trecho da BR-155 que vai de Marabá ao KM 50, sentido Sul do Pará.

Na sexta-feira,  pela parte da manhã, um caminhão de propriedade  da RR Agropecuária seguia tranquilamente com dois funcionários da empresa.

À frente, uma carreta.

Ao sinalizar de que iria ultrapassar o veículo da frente, em sua tentativa o motorista do caminhão de repente viu o condutor da carreta fechar sua passagem, quando já se encontrava praticamente fazendo a ultrapassagem.

Para evitar que o caminhão fosse atingido pelo veículo de grande porte, a opção do motorista da RR Agropecuária foi tirá-lo da pista, jogando-o na lateral da estrada.

O condutor da carreta, provando que estava com intenções de maldade, nem parou para socorrer quem estava no caminhão.

A manobra do motorista do caminhão foi bem sucedida uma vez que nada aconteceu de grave com as pessoas em seu interior.

As fotos mostram a posição do caminhão fora da pista.

Morte na rodovia

Na madrugada de sábado, o acidente grave matou um militar.

Precisamente o sargento  Edson Rodrigues da Silva, da Polícia Militar,  e um amigo dele que trafegavam no interior de um Fiat Toro.

O veículo se chocou frontalmente com um caminhão.

Os dois ficaram presos nas ferragens, tendo mortes instantâneas.

Esposas de ambas as vítimas também se encontravam no interior do veículo, e foram transportadas para o Hospital Regional de Marabá, onde ainda permanecem em estado de extremos cuidados.

A rodovia BR-155 encontra-se muito deteriorada devido as fortes chuvas.

Buracos na pista de rolamento são uma constância.

Há pessoas que creditam à buraqueira no asfalto da rodovia uma das causas do grave acidentes.

Provavelmente na tentativa de desviar de buracos próximos ao local do choque, motoristas levaram seus veículos ao encontro frontal.