Justiça determina retorno de anestesistas ao trabalho

 

 

A juíza Maria Aldecy de Souza Pissolati, titular da 3ª Vara Cível e Empresarial de Marabá, deferiu Ação Cautelar proposta pela Prefeitura de Marabá e determinou que os anestesiologistas que prestam serviços ao Hospital Municipal de Marabá e ao Hospital Materno Infantil retornassem imediatamente ao trabalho nas duas casas de saúde pública.

A ação foi interposta pela administração municipal em razão da greve dos anestesiologistas, deflagrada na última terça-feira, 16, quando por mais de oito horas os profissionais de saúde ficaram de braços cruzados, enquanto três gestantes aguardavam para serem submetidas a cesariana. Após terem recebido pagamento pelos meses de setembro e

outubro, no último dia 11, uma semana depois eles entraram em greve, exigindo pagamento dos demais meses e também quitação de débitos deixados pela gestão passada.

Em sua justificativa, a juíza afirma que “o direito de receber o pagamento por serviços não prestados não pode se sobrepor ao direito à vida, este último intimamente relacionado com o direito à saúde e à existência de prestação de serviços de assistência médica, em especial as de caráter de urgência e emergência”.

Logo a seguir, a magistrada observa ainda que a cooperativa médica [Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas do Estado do Pará] firmou contrato firmou contrato administrativo com o município, não podendo se eximir de suas responsabilidades por atraso de pagamentos em prazo inferior a 90 dias, conforme a cláusula 3ª, parágrafo 4º do contrato 30/2014 PMM/FMS.

Em caso de descumprimento da ordem judicial, cada um dos responsáveis pela cooperativa será penalizado com multa de R$ 1.000,00 por dia.

Gilberto Leite recebe homenagem da Assembleia Legislativa

 

Gilberto

Deputada Bernadete ten Caten (PT), ao  lado do filho Dirceu ten Caten (PT), deputado estadual diplomado,prestou merecida homenagem ao saudoso executivo Gilberto Leite, falecido dia 29 de novembro.

Em sessão solene da Assembleia Legislativa, mãe e filho entregaram o   título de “Honra ao Mérito Post-Mortem”, celebrando os serviços prestados por Gilberto ao desenvolvimento de Marabá, e do próprio Estado.

A honraria foi entregue ao jovem Carlos Henrique Leite (foto), filho do executivo.

A iniciativa de Bernadete e de seu filho merece aplausos da sociedade paraense.

Toda homenagem prestada à memória de nosso saudosos “Giba”, é pouco -,  diante da preocupação que ele sempre teve pelas coisas do nosso Estado.

TRE diploma eleitos em outubro

 

O governador reeleito Simão Jatene foi o diplomado nesta sexta-feira (19) para o seu terceiro mandato como chefe do executivo paraense, entre os anos de 2015 e 2018. A solenidade é presidida pelo desembargador Leonardo Tavares, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará.

TRE diplomou ainda  o vice governador eleito Zequinha Marinho, o senador eleito Paulo Rocha, 17 deputados federais e 41 deputados estaduais.

Repórter preso por agredir jornalista pode perder mandato na Diretoria do Sinjor

 

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Pará – Sinjor – emitiu nota garantindo que tomou medidas administrativas para apurar a agressão do repórter cinematográfico João Freitas a  jornalista Eliete Ramos.

Ambos são membros da diretoria do Sinjor.

João Freitas foi preso em flagrante por violação à Lei Maria da Penha, depois de denunciado pela vítima.

Abaixo nota do Sinjor:

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO E REPÚDIO

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor-PA) vem a público informar que o repórter cinematográfico e vice-presidente da entidade, João Freitas, foi preso em flagrante por violação à Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), tendo como vítima outra diretora deste sindicato.

Este acontecimento abalou profundamente os membros desta diretoria, que historicamente militam em defesa dos direitos fundamentais e dos direitos humanos. Esta diretoria repudia veementemente todo e qualquer violência contra a mulher.

O artigo 90 do Estatuto do Sinjor-PA veda agressões físicas e morais a membros da diretoria e sindicalizados. Situações como esta são passíveis de aplicação de pena, incluindo perda do mandato, precedida de procedimento regular, assegurado o contraditório e a ampla defesa, com a possibilidade de recurso.

Esta diretoria reconhece o avanço na legislação brasileira, que, com o advento da Lei Maria da Penha, tornou-se exemplo para o mundo ao passar a considerar a violência doméstica e familiar como crime, garantindo a integridade física, moral e emocional da mulher.

Em razão do exposto, a diretoria deliberou tomar as providências administrativas cabíveis ao caso. A categoria será informada a respeito dos procedimentos a serem tomados.

A diretoria lamenta profundamente que episódios de violência contra a mulher continuem acontecendo. A categoria tem sido representada historicamente por pessoas que, por sua sólida formação ética e política, respeitam tais direitos, além de princípios de sociabilidade, urbanidade e respeito.

O Sinjor-PA reitera seus princípios e informa que espera dar tratamento exemplar ao caso para que toda e qualquer tipo de violência física ou moral seja denunciado e extirpado de nossa sociedade. O Sinjor-PA encoraja as vítimas a não se calarem diante de crimes como esse. Diga não à violência contra a mulher. Denuncie.

A diretoria.

Prefeita e vice de Rondon sofrem outra condenação

 

Shirley Cristina de Barros Malcher e  Pedro Dias dos Santos Filho, atualmente  ex-prefeita e ex-vice-prefeito de Rondon do Pará sofreram mais uma revés na Justiça.

Ambos foram condenados em nova Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) a perda dos diplomas e  mandatos, além de inelegibilidade por oito anos.

De quebra, foram sentenciados ao pagamento da multa de  R$  53.205.00.

No  mesmo despacho, o juiz Gabriel Costa Ribeiro, da 51a. Zona Eleitoral de Rondon e Abel Figueiredo, manteve nos cargos de prefeito e vice,  Edilson  Oliveira e Gedeon Ramos, segundo colocados na eleição de 2012.

É a terceira derrota seguida  de Shirley e Pedro Dias.

A seguir, cópia da sentença que mais uma vez cassa os mandatos dos dois ex-dirigentes.

Cassação prefeita

Cassação Prefeita 2

Ipiranga lança campanha “Comprou, Ganhou”

 

Já pensou começar 2015 com o pé direito e realizando seu sonho e de sua família de morar em um local cercado pela natureza, ampla área de lazer e de esportes, e com todo o sossego que só o Ipiranga Residencial pode lhes oferecer?

E para dar aquela forcinha no seu projeto, o Ipiranga Residencial decidiu presentear todos que comprarem um lote neste mês de dezembro.

Na nova campanha Comprou, Ganhou, além de uma TV, o empreendimento ainda vai arcar com todas as despesas de cartório.

Não é uma boa?

Então, está esperando o que para vir fechar a compra de um terreno em uma das regiões que mais se valoriza em Marabá e investir no futuro de sua família?

Estamos esperando por você!

Começam as obras da avenida do Ipiranga

Ipiranga

Já foram iniciadas as obras  (foto) de abertura da avenida que vai passar em frente ao Ipiranga Residencial, ligando a BR-155 à Transamazônica.

O primeiro trecho, com 1.100 metros, deverá estar pronto nos primeiros meses de 2015.

A construção da avenida faz parte da contrapartida de obras exigida pela Prefeitura de Marabá para melhorar o fluxo de veículos na região do empreendimento.

A avenida também trará ainda mais valorização aos imóveis do Ipiranga Residencial a médio prazo.

SINOBRAS terá colaboradores na São Silvestre

Depois de conquistar as etapas estaduais das Corridas do SESI, em Marabá, Parauapebas e Tucuruí, e participar de diversas competições no Estado, dois atletas da SINOBRAS estão na fase final de preparação para participar da Corrida Internacional de São Silvestre, realizada tradicionalmente no dia 31 de dezembro, em São Paulo.

 Os irmãos Raimundo Nonato e Antonio José de Sousa participarão pela primeira vez de um dos eventos esportivos mais importantes do calendário internacional, que este ano chega a sua 90ª edição com a participação de competidores de diversos países.

Os paraenses seguem de Marabá para São Paulo no próximo dia 29/12 e segundo eles, esta participação é a realização de um sonho e o resultado de um trabalho diário.

“Estamos muito felizes por poder participar dessa competição e mais ainda por estarmos juntos. Considero também que uma das maiores alegrias foi preencher um pódio todo por colaboradores SINOBRAS, como tem sido nas últimas competições que participamos”, festeja Raimundo Nonato.(Ascom Sinobrás)

BB abrirá concursos públicos

 

Informação está no site Aprova Concursos>

 

A realização de dois concursos em 2015 para o cargo de Escriturário do Banco do Brasil foi confirmada pelo diretor de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil, Alberto Araújo Neto.

O cargo exige o nível médio e proporciona rendimento de R$3.134,78. Apesar de não haver um cronograma oficial, a expectativa é de que, já no próximo mês, o BB deverá abrir concurso para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

Em meados de 2015 deve ocorrer a seleção para o Rio de Janeiro, Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte do estado), Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte do estado).

Os concursos do BB sempre são muito concorridos, principalmente, pelo fato de a empresa oferecer muitos benefícios aos seus servidores. Além da boa remuneração de R$3.134,78, incluindo vencimento de R$2.227,26, cesta-alimentação de R$397,56 e vale-refeição de R$509,96, o banco oferece possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional e participação nos lucros ou resultados do BB, o que proporciona ao servidor a constante valorização de seu trabalho e a manutenção da motivação.

A carreira de escriturário, inclusive, é o primeiro degrau dentro do banco. Com o tempo de serviço, o funcionário poderá galgar outros postos, podendo ocupar, em pouco tempo, cargos gerenciais e de supervisão, por exemplo. A empresa oferece também vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde) e previdência privada. O regime de contratação no BB é o celetista

Paraenses já sabem quem enfrentarão na CB

 

A CBF definiu os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil

Paysandu, Remo e Independente de Tucuruí enfrentarão  Águia Negra ( Mato Grosso do Sul),  Atlético (PR) e Icasa (CE), respectivamente.

13o da Saúde cai na conta nesta quarta-feira

 

O 13o. salário da Saúde estará na conta dos servidores nesta quarta-feira, 17.

Informação foi repassada agora pela Secretaria de Finanças.

Resta agora à Prefeitura de Marabá quitar apenas o décimo-terceiro da Educação

Miguelito deve ser novo presidente da Câmara

 

Pelas projeções do blog, o vereador Miguelito Gomes (PP) deverá ser eleito novo presidente da Câmara de Marabá, na disputa que trava com seu colega Leodato Marques (Pros).

Os dois candidatos são da base aliada do prefeito João Salame.

Provavelmente, Miguelito deverá receber votos de colegas que integram a oposição, entre eles, Vanda Américo (PSD), Beto Miranda e  Pedrinho Correa(PSDB).

Caso se confirme o que virou tendência nos bastidores da eleição, Miguelito vencerá por 13 votos a 8.

——————–

Atualização às 12:27

 

Confirmado: Miguelito Gomes foi eleito presidente da Câmara Municipal, por 13 a 8 votos – conforme previsão do blog.

Vereadores que votaram em Miguelito:

Miguelito, Julia Rosa, Irismar Sampaio, Toinha, Gerson do Badeco, Guido Mutran, Vanda Américo, Ronaldo da Yara,  Edivaldo, Ubirajara, Pedro Correa, Beto Miranda  e Alécio Stringari.

 

Vereadores que votaram em Leodato:

Leodato, Cel. Araújo, João Iran, Orlando Elias, Sidney,  Pastor Eloi, Irmã Nazaré e Adelmo.

 

 

 

Jatene explica a empresários taxação de água

 

Com informação do jornalista Paulo Silber, da Secom:

 

 

O governador Simão Jatene se reuniu na manhã desta segunda-feira (15) com mais de 20 representantes de diversos segmentos do setor produtivo. Federações e associações de empresários dos setores da indústria, comércio, agricultura e pecuária foram convidadas para receber esclarecimentos acerca do projeto de lei que dispõe sobre a taxação do uso das águas no Pará. O projeto deverá ser votado ainda este ano na Assembleia Legislativa.

O encontro, porém, não se esgotou nessa pauta. Acabou transformando-se numa oportunidade para que governo do Estado e empresários alinhavassem um compromisso de cooperação em defesa  do Pará. Além de tirar dúvidas sobre a taxa das águas, sua incidência, alíquota, impacto e condicionantes de exceção e redução, os empresários foram convocados a participar de um novo órgão a ser criado com a reforma administrativa: o Conselho de Desenvolvimento do Pará.

A ideia de aproximar os gestores do setor produtivo e do setor público com o objetivo de debater as grandes questões do Estado agradou os empresários. Eles se propuseram, inclusive, a ter com o governo uma reunião ordinária, que deverá ser mensal, já a partir de janeiro.

Entre os temas mais urgentes a serem tratados nessas reuniões estão o esvaziamento do pacto federativo, as dificuldades impostas ao Pará pelo sistema fiscal e tributário, o alto custo e a pouca competitividade das empresas não exportadoras de commoditties e o esforço necessário para a redução das desigualdades sociais.

“Estamos propondo mudanças estruturais e mudanças de gestão no Estado que terão impacto no setor produtivo e queremos a colaboração de vocês neste processo”, disse o governador, ao abrir a reunião. “A taxa da água é um movimento na direção de buscar mecanismos de recuperação da nossa  capacidade de intervir em direitos que nos foram tirados pela União”, acrescentou.

Os empresários concordaram com a necessidade de buscar soluções dentro da governabilidade do Estado e, sobretudo, com a proposta de efetiva participação nessas discussões daqui para frente. “O setor produtivo tem know how para colaborar. Uma vez aberto o diálogo, estamos prontos para cooperar”, resumiu o empresário Eduardo Daher.

Ítalo Ipojucan assume presidência da ACIM

 

Eleito em chapa única, o empresário Ítalo Ipojucan é o novo presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, em pleito realizado nesta segunda-feira, 15.

O executivo Eugenio Alegretti, do Grupo Revemar, ocupa a primeira vice-presidência, enquanto Paulo Eduardo Leite, filho de Gilberto Leite, recentemente falecido, foi eleito segundo vice -presidente.

O jovem executivo Alexandre Zucatelli, do Grupo Zucatelli, é o diretor Comercial.

Abaixo, chapa completa da nova diretoria da ACIM.

 

————–

Presidente              Ítalo Ipojucan de Araujo Costa
1º vice-presidente      Eugenio alegretti
2º vice-presidente      Paulo Leite
1º secretário           Zeferino Abreu Neto
2º secretário           Marcelo de Almeida Araujo
1º tesoureiro           Raimundo Nonato Araujo Jr.
2º tesoureiro           Henrique Leite
1º dir. rel. publicas   Mauro de Souza
2º dir. rel. publicas   Joel Nogueira
1º dir. social          Magda Gobira
2º dir. social          Isabel Cristina Lorenzoni
1º dir. comercial       Alexandre Zucatelli
2º dir. comercial       clebes rodrigues da silva
1º dir. industrial      Ian Correia
2º dir. industrial      Winston Diamantino
1º dir. assuntos especiais      João Tatagiba
2º dir. assuntos especiais      Antonio Cesar Olivi
1º dir. comunicação     Marcelo Campos
2º dir. cominicação     Kessiana Soares
1º dir. meio ambiente   Olavo Barros
2º dir. meio ambiente   Thyago Loyola
1º dir. de turismo      Dauro Remor
2º dir. de turismo      Ulrich Bergman
1º dir. micro empresa   Cyro Cazu Tida
2º dir. micro empresa   Hudson Ferreira da Silva Filho
pres. assemb. geral     Alberico Araújo e silva Jr.
conselho fiscal         Tarcisio Marques
conselho fiscal         Edmilson Costa
conselho fiscal         Jorge Luis Dutra
conselho fiscal         Patrick Roberto
conselho fiscal         Antonio Marcio Farias Gonsalves
conselho fiscal         Caetano Reis
conselho fiscal         Anilton Vieira
conselho fiscal    -     Rodrigo Diogo Silva
conselho ex presidentes  - Felix Miranda
conselho ex presidentes – Delano Remor

DP defendeu 43 réus em Marabá

 

A 3ª Vara Criminal da Comarca de Marabá encerrou nesta segunda-feira, dia 15 de dezembro de 2014 as sessões do Tribunal do Júri do ano em curso. Os processos começaram a ser julgados em janeiro de 2014. A Defensoria Publica defendeu 43 acusados de forma gratuita, levando assistência jurídica para aqueles que não podem pagar um advogado particular.

As teses da defensoria pública sustentadas em plenário ensejaram a absolvição dos réus, a desclassificação dos crimes, ou mesmo a redução da pena. O caso mais antigo em julgamento é datado de 08 de junho de 1993, nesse caso, o acusado foi absolvido em face da prescrição da pretensão punitiva do estado.

Nos meses de fevereiro a dezembro do ano de 2014, a Defensoria Pública do Estado do Pará atuou em 43 processos, abrangendo de 90% dos casos julgados pelo Tribunal do Júri da Cidade de Marabá. Durante esse período, atuou na defesa dos 43 acusados o Defensor Público Allysson George Alves de Castro. Para o referido Defensor Público, que é titular da vara do júri desde 2013, grande parte dos réus são pessoas desassistidas pelo Estado, com baixo grau de escolaridade, com família desestruturada, e com algum tipo de dependência química.

Durante o ano de 2014 a 3ª Defensoria Criminal da Comarca de Marabá realizou 264 atendimentos relacionados aos casos envolvendo violência doméstica e familiar contra a mulher.

Em relação às audiências, foram realizadas 269 audiências no transcurso do ano de 2014, sendo que em muitos casos, a sentença já era proferida ao final da instrução processual, após serem ouvida a vítima, as testemunhas e interrogado o acusado.

Em termos de sentença, a Defensoria Pública obteve, no ano de 2014, 155 sentenças absolutórias, contra 32 sentenças condenatórias.

Atendimentos às vítimas de violência doméstica e familiar no ano de 2014 –      264

Audiências –   269

Sentenças Absolutórias e extintivas da punibilidade  –   155

Sentenças Condenatórias –  32