Freiras acusadas de maltratar idosos em Paragominas

Publicado em 30 de julho de 2016

Paragominas

 

 

 

Quatro feiras suspeitas de praticar maus-tratos a idosos abrigados na Casa São Vicente de Paulo, localizado em Paragominas, foram afastadas da administração da instituição.

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) inspecionou o abrigo, que acomoda 22 anciãos,  e identificou condições inadequadas de higiene, apropriação de dinheiro indevido, restrição de alimentos, dentre outras situações que violam o Estatuto do Idoso.

As freias têm 24h para retirar seus pertences pessoais do abrigo e deixar o local, com multa diária de R$ 1 mil caso descumpram a decisão.

Após receber denúncia de maus-tratos aos idosos, o promotor Reginaldo Álvares, titular da Promotoria de Justiça do município, inspecionou o local e constatou irregularidades graves, como a restrição à alimentação. A última refeição é servida às 17h.

“O alimento é igual para todos, sem distinguir se possuem hipertensão ou diabetes. É estarrecedor que os idosos fiquem desde as 17h de um dia até o dia seguinte sem nenhuma alimentação”, argumentou o promotor na ação proposta à Justiça.

A cozinha é precária. A panela de pressão não possui tampa, não há lixeiras e nem materiais de limpeza.

O promotor ainda identificou que um cuidador trabalha no local no horário reduzido de 8h às 17h, deixando os idosos sozinhos a partir de então.

As roupas utilizadas pelos idosos, fruto de doação, costumavam ser vendidas pelas freiras em uma loja vizinha ao abrigo.

A área externa, que poderia servir como espaço para lazer, concentra lixo e tem forte cheiro de urina. Também não há assistência médica frequente e nem atividades com os abrigados, que ficam ociosos.

A inspeção ainda constatou que as freiras ameaçavam despejar os idosos que denunciassem os maus-tratos.

As missionárias proibiram visitas aos abrigados aos finais de semana. Idosos relataram ao promotor que as freiras retinham integralmente o benefício social pago aos abrigados, que deveriam receber 30% do valor.

As condições inadequadas foram confirmadas por fiscais do Conselho Municipal de Assistência e pela assistente social Zuleide Queiroz, que também vistoriaram o abrigo.

Vítimas de extorsão denunciam agentes do Detran, no Sul e Sudeste do Pará

Publicado em 30 de julho de 2016

Agentes do Detran percorrem municípios do Sul e Sudeste do Estado, realizando blitzen em estradas e esquinas de ruas.

A operação é classificada de “Arrocha Bolso”, em alusão aos objetivos exclusivamente arrecadatórios das ações.

No rastro do instrumento repressivo, começam a pipocar denúncias de atos de extorsão praticados por agentes do órgão, durante as operações de surpresa realizadas em diversos municípios.

Como a maioria das pessoas supostamente vítimas das extorsões se manifesta temendo represálias policiais, as denúncias não prosperam.

Ficam apenas no falatório geral.

No entanto, em Conceição do Araguaia, semana passada, uma vítima de extorsão decidiu comprar a “briga”.

E foi ao Ministério Público local, acionando o promotor Alfredo Amorim.

Resultado: o agente do Detran, Benedito Fernandes,  teve sua prisão consumada portando mil reais que havia recebido de Cristiano Souza, condutor flagrado com irregularidade no veículo, além de dirigir embriagado

O agente teria exigido  de Cristiano a quantia citada, para liberar o carro e não registrar o ato de infração.

Agente foi preso quando trafegava pelo centro de Conceição.

O promotor determinou a prisão de outro agente do Detran, que estaria agora em Redenção.
A policia tenta cumprir um mandado de prisão contra outro agente que estaria na cidade de Redenção.

“Bené”, como é conhecido Benedito Fernandes,. vai responder pelo crime de concussão – extorsão praticada por um servidor público em função do cargo que ocupa.

Serviço “1,99” do Dnit, na BR-222, é um caos

Publicado em 30 de julho de 2016

Nem bem começou a  realizar tapa-buracos na BR-222, o Dnit suspendeu os serviços.

E nem bem alguns buracos e crateras foram cobertos por camadas de asfalto, os mesmos buracos começam a aparecer.

Tudo por causa do serviço “1,99” realizado.

Especializado em torrar recursos públicos em obras de péssima qualidade, o Dnit faz questão de  “honrar” esse perfil desabonador.

Não importa onde esteja.

O que vale é mostrar que o dinheiro do contribuinte pode ser jogado fora sem nenhuma consequência judicial.

A BR-222 é um exemplo.

E tudo feito às escuras, sem nenhum traço de transparência.

Os serviços de tapa-buracos, então, é um caminho para a “glória” dos maus hábitos.

Ninguém sabe  da origem licitatória dos serviços, e se a planilha da limpeza das valetas discrimina  distancias para o bota-fora dos entulhos recolhidos (mato, areia, etc).

O que se vê nos trabalhos da BR-222 é um caos.

O material recolhido das valetas são deixados próximos a estas.

Resultado: nas primeiras chuvas, tudo o que foi retirado voltará ao ponto de origem.

Sacanagem das duras.

E a tudo o Ministério Público Federal asiste, impávido, sem mover uma palha para cobrança do órgão.

As fotos abaixo foram enviadas por leitor do blog, mostrando a “qualidade” dos serviços do Dnit.

Ponte rodoferroviária sobre o Tocantins: abandonada pelo Dnit, tem toda extensão tomada pelo matagal e buracos surgindo aos montes.
Ponte rodoferroviária sobre o Tocantins: abandonada pelo Dnit, tem toda extensão tomada pelo matagal e buracos surgindo aos montes.

 

Material retirado da valetas jogados próximos: tudo voltará ao lugar de origem, com a queda das primeiras chuvas
Material retirado da valetas jogados próximos: tudo voltará ao lugar de origem, com a queda das primeiras chuvas
Concurso da PM: mais de 30 mil candidatos concorrerão em Marabá. A disputa envolve 105 mil

Publicado em 30 de julho de 2016

Neste domingo, 31, mais de 105 mil candidatos concorrerão a uma das 2.194 vagas do concurso da Polícia Militar do Pará (PMPA) aos cursos de Formação de Praças (CFP), Formação de Oficiais (CFO) e Adaptação de Oficiais (Cado, que será rtealizado em Belém, Marabá, Santarém e Altamira.

Marabá aparece em segundo lugar em número de candidatos inscritos: 30.126 candidatos.

Belém é o município com maior número de inscrições ( 58.919), Santarém inscreveu 12.010 e Altamira, 3.618 candidatos.

As provas de conhecimentos gerais serão aplicadas em 2.260 salas, nos seguintes horários: Cado, das 8h ao meio dia; CFP, das 8h ao meio dia, e CFO, das 14h30 às 18h30.

Em Marabá,  candidatos realizarão as provas em 82 unidades de ensino do município.

Dos 26.646 inscritos para fazer provas pela manhã, a Faculdade Metropolitana de Marabá, na Nova Marabá, receberá o maior número, 3.006 candidatos.

Já à tarde, 3.480 concorrentes farão as provas para o CFO, sendo que 699 estarão lotados na Unidade II da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, no bairro Cidade Jardim, local que concentrará o maior número de pretendentes a uma vaga.

Em Belém, aproximadamente 50 mil candidatos farão as provas do Cado e do CFP, sendo o campus da FAP-Estácio, no bairro Umarizal, o local com maior quantidade de inscritos (4.710).

À tarde, 9.204 candidatos disputarão uma das vagas do CFO, destes 1.668 inscritos estarão lotados no campus Profissional da Universidade Federal do Pará (UFPA), no bairro Guamá.

No total, serão utilizadas 69 unidades de ensino para aplicação das provas na cidade.

 

Vigilante é morto por falso cadeirante em assalto ao BASA

Publicado em 29 de julho de 2016

 

Com informação do DOL:

Cadeira de rodas foi usada pelos bandidos, para não passar pelo detector de metais e entrar armados. (Foto: via Whatsapp)
Cadeira de rodas foi usada pelos bandidos, para não passar pelo detector de metais e entrar armados. (Foto: via Whatsapp)

O vigilante Alcindo Souza Raiol, de 56 anos, morreu baleado por assaltantes que invadiram um posto de atendimento do Banco da Amazônia, localizado na avenida Generalíssimo Deodoro, no bairro de Nazaré, em Belém, nesta sexta-feira (29). Um deles se disfaRçou de cadeirante.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito que se disfarçou de cadeirante conseguiu entrar armado no posto com facilidade porque não passou pelo detector de metais.

Os suspeitos anunciaram o assalto e trocaram tiros com o segurança da agência, que acabou atingido. Além de dinheiro, os suspeitos fugiram levando a arma do segurança.

Um carro estava dando apoio do lado de fora, mas um dos suspeitos rendeu um taxista na hora da fuga.

Ainda de acordo com a polícia, as imagens das câmeras internas de segurança do posto de atendimento devem ajudar na identificação dos suspeitos.