Cine Lobo abre programação de filmes

Publicado em 31 de outubro de 2013

 

A Biblioteca Orlando Lobo, toda primeira sexta-feira de cada mês oferecerá à população sessões de filmes com temática pedagógica-educacional.

É mais uma ação cultural que a BOLL disponibiliza à comunidade.

Tenha sempre em mãos a programação do Cine  Lobo, que terá sua primeira exibição nesta sexta-feira, 1 de novembro.

 

Agenda

Juiz César Lins nega reintegração de posse da invasão da “Coca-Cola”

Publicado em 30 de outubro de 2013

 

 

Os moradores da chamada “Invasão da Coca-Cola”, área situada às margens da Ferrovia Carajás, podem dormir tranquilos.

O juiz de Direito César Lins julgou, hoje,  improcedente a reintegração da fazenda Bandeira, popularmente denominada “Coca-Cola”, mantendo os ocupantes na terra objeto de invasão.

Este é o segundo caso  cujo pedido de reintegração foi negado pelo magistrado.

Primeiro, foi a área do  hoje bairro São Félix II.

As duas decisões de Lins  têm forte conteúdo daquilo  que alguns juristas denominam “estado social de Direito”, onde o juiz deixa de ser mero aplicador da lei para uma atuação com busca na justiça social.

Numa cidade que tem a maioria dos seus bairros carregados de litígios, pelas suas origens de ocupação  conflituosas , o despacho do magistrado  foge um pouco da obrigatoriedade de observar critérios das letras frias da lei, priorizando,  formalmente, a manutenção dos moradores  em seus atuais pontos residenciais.

Numa canetada, pode-se dizer, o juiz reverencia o bem  estar da coletividade, concedendo-lhe, com a recusa da reintegração,  os direitos essenciais ao desenvolvimento humano, aliado a democracia  imposta pela soberania popular.

Como ocorreu no São Félix II, que comemorou a primeira decisão de Lins, nesta quinta-feira, 31,deverá haver festa entre os moradores da “Coca-Cola”.

Promotores de Justiça de Marabá dizem que notícia publicada no blog é “falsa”

Publicado em 30 de outubro de 2013

 

Nota encaminhada ao blog,  com assinatura de dez promotores  de Justiça, classifica como “falsa” informação publicada dia 28 de outubro,  dando conta  de problemas de relacionamento entre os membros do Ministério Público de Marabá.

A nota, na íntegra, a seguir publicada:

——————

Os promotores de justiça de marabá, abaixo assinados, em razão da nota publicada em seu blog, no dia 28 de outubro de 2013, intitulada “clima tenso entre os promotores de marabá”, vem solicitar a publicação dos seguintes esclarecimentos sobre os fatos ali noticiados:

1.      A propalada existência de um clima tenso entre os promotores de justiça é falsa. Divergências são fruto de debate franco e respeitoso entres seus membros acerca de ajustes administrativos para os serviços prestados a população;
2.      As licenças das promotoras de justiça daniela dias e liliane de oliveira foram todas deferidas pela administração superior do ministério público, em belém, com base na legislação e devidamente comprovadas mediante atestados médicos.
3.      Do mesmo modo, a dra daniela dias não abandonou o cargo de promotora eleitoral, seu afastamento da função também foi devidamente justificado, documentalmente, perante a administração superior do mp.
4.      Repudiamos integralmente as informações repassadas a este blog porque não representam a verdade, inclusive em relação ao que aconteceu na reunião com o procurador geral.
5.       A divulgação pública de assuntos tratados internamente no ministério público, configura infração funcional inaceitável, sendo fruto de “interesses ocultos e inconfessáveis”, e por se tratarem, em tese, de delito funcional, será apurada pela corregedoria geral do ministério público do estado;
6.      Por fim, ressaltamos que o ministério público de marabá continuará trabalhando em prol de seus objetivos constitucionais, que é a destemida defesa da democracia e da ordem jurídica, e em favor da população marabaense.

JOSÉLIA LEONTINA DE BARROS LOPES
ALINE TAVARES MOREIRA
JULIO CÉSAR SOUSA COSTA
LILIAN VIANA FREIRE
JANE CLEIDE SILVA SOUZA
ALEXSSANDRA MUNIZ MARDEGAN
MAYANNA SILVA DE SOUSA QUEIROZ
CRISTINE MAGELLA SILVA CORREA
HIGÉYA VALENTE DE SOUZA MAGALHÃES
REGINALDO CÉSAR LIMA ÁLVARES

 

——————

Nota do blog:  Com todo o respeito e admiração que temos pelo Ministério Público de Marabá, e consciente do constrangimento que aquele tipo de informação causa à instituição, o blog  mantém o que  está publicado.

Nesta quinta, marabaenses dirão Não! à Celpa

 

Celpa

Celpa, Oi, TIM e Vivo serão levadas a execração público, nesta quinta-feira.

Pelo menos é o que prometem organizadores da manifestação marcada para o dia 31 de outubro, saindo da  frente do Ginásio Renato Veloso, na Folha 16, a partir das 16 horas.

Protesto contra a Celpa  denunciará  os péssimos serviços prestados à população e as contas exorbitantes de consumo de luz cobradas pela distribuidora, no últimos meses, com reajuste não justificados.

TIM, OI e Vivo receberão o mesmo tratamento: animosidade e condenações populares cuja extensão  do protesto ninguém sabe no que vai dar.

Através das redes sociais, organizadores convocam o povo de Marabá, prometendo realizar a maior passeata de insatisfação já ocorrida na cidade.

A manifestação será acompanhada de perto pelos órgãos de segurança,  objetivando dar proteção aos participantes dos protestos.