Hiroshi Bogéa On line

Month: Março 2007

Total 76 Posts

Pra suiço ver

Comentando o post IDH chinfrin, Ademir Braz vai de com força ao âmago da questão. Sente só: O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no Brasil é uma avaliação que o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) criou no início da década de 1990 para avaliar o bem-estar de

Continue lendo

Tá danado…

Gente, nem bem começaram a trabalhar, há indícios dos primeiros desentendimentos entre diretores de determinada regional do governo do Estado. Parece coisa de ciúme doentio ou incompatibilidade com a sistemática coletiva de se pensar Grande. As primeiras trombadas surgiram, e a coisa pode enveredar para um clima de pura convivência

Continue lendo

Troca -troca

Se confirmado o post de Mauro Neto sobre a saída de Lúcia Penedo da secretaria de Esporte e Lazer e consequente nomeação para seu lugar de representante do PR (Partido da República), integrante do G-8, não passam de rumores informes dando conta de que o deputado Joao Salame (PPS) teria

Continue lendo

De fazer inveja a China

Ao expor aos empresários de Marabá estudos sócioeconômicos dos efeitos dos investimentos do Projeto Salobo em Marabá e região, a CVRD fez uma revelação multiplicadora de otimismo: nos próximos dez anos o município terá crescimento anual de 20%, enquanto a média regional ficará em torno de 18%. Números extraordinários se

Continue lendo

IDH chinfrin

O índice nacional de Desenvolvimento Humano Municipal, mediano, é de 0,76. No Pará, Belém aparece como município de melhor valor, com 0,80 -, enquanto o IDH de Marabá é de 0,71.Estudos da Vale do Rio Doce apontam para os próximos dez anos um índice marabaense não superior a 0,80 –

Continue lendo

Processo migratório

Chegando atrasado ao encontro da CVRD com os empresários, este poster não teve tempo de fazer alguns questionamentos aos palestrantes, principalmente no que se refere a questão do processo migratório inevitável. Irracional imaginar criar muralhas para impedir a ida e vinda de pessoas, mas é necessário discutir com profussao ações

Continue lendo

Tema relevante

O que fazer com todas essas gentes inundando a região? Inicialmente, tratamento humano digno a todas elas, párias de um sistema político incapaz ainda de oportunizá-las. Ocorre que esse tratamento não pode ser assistencialista, e como inserí-las no processo produtivo se todos carregam as digitais como único instrumento de comprovação

Continue lendo

Ilusão à toa

Sarney Filho, em conversa com empresário de Marabá, na tarde de quarta-feira (28), não demonstrou otimismo quanto ao risco de cassação de mandatos dos deputados e senadores envolvidos na troca de partidos. Palavras do experiente político filho de José Sarney revelam existir jurisprudência no TSE respaldando a “ legalidade” da

Continue lendo

O lado bom

Sem hipocrisia. Foi assim que José Gomes Temporão fez sua estréia pública como ministro da Saúde. Chutou o balde da mesmice dos governos ao defender a legalização do aborto sem meias palavras: – “Isso é, antes de mais nada, uma questão de saúde pública, porque milhares de mulheres morrem todos

Continue lendo

O lado ruim

Dez vez em quando, representantes da mediocridade no governo Lula pululam caso a caso. Agora mesmo, a secretária especial de Política da Promoção da Igualdade Racial (sic) mostrou sua cara com uma declaração recheada de preconceito. Disse a ministra Matilde Ribeiro: – Quem foi açoitado a vida inteira não tem

Continue lendo

Tempo quente

Neste momento, 12h10, membros do Sindicato dos Metalúrgicos estão reunidos com donos de caminhões carvoeiros para definir os rumos a serem tomados depois do confronto entre motoristas transportadores e agentes da Sectam e Polícia Civil. -, fato ocorrido ontem à tarde (26) no Distrito Industrial, quando caminhoneiros reagiram à tentativa

Continue lendo

Mobilização organizada

Até então sem se posicionar oficialmente, o Simetal (Sindicato dos Metalúrgicos) decidiu engrossar o grito do caminhoneiros prometendo mobilizar os trabalhadores das usinas. O poster entende não ser essa a saída para o impasse. Há uma legislação a ser obedecida e para a qual somos obrigados ao seu cumprimento. Só

Continue lendo

Olha, olha!

Radicalizar ações contra entidades de trabalhadores de Marabá é uma furada. A história prova isso, inclusive com resultados desastrosos. Todas as associações são aguerridas e reagem com dureza a simples provocação. Ademais, as pessoas envolvidas no processo, além de estarem desesperadas diante da iminência do fechamento de suas atividades profissionais,

Continue lendo

Conversar é preciso

Nessa questão Governo X Setor Siderúrgico não se têm conhecimento até agora de nenhum encontro de técnicos governamentais com as entidades representativas dos metalúrgicos, transportadores e de uma infinidade de outras funções vinculadas a produção de gusa, inseridos aí donos de borracharias, pequenos comerciantes dos lugares mais distantes, e atividades

Continue lendo

Puxando pra sardinha

É perfeitamente possível conscientizar os trabalhadores de que as medidas em execução são destinadas a exigir a origem legal do carvão consumido no DI, fato que, ao fim e ao cabo, beneficiará também os menos favorecidos. O que não se compreende é esse destempero, apressado e sem coordenação, alimentador de

Continue lendo

Último dos Moicanos

As mudanças no Sebrae do Pará, por enquanto, só podem ser observadas em Belém. Aqui pelo Sul e Sudeste, as mesmas caras & bocas norteiam a entidade sob um processo de letargia irritante. Hildegardo Nunes bem que poderia dar uma sacudida nos escritórios regionais até para tornar o Sebrae mais

Continue lendo

Longe de encrenca

Em Brasília, numa conversa com Renan Calheiros, Jader Barbalho descartou qualquer interesse em participar da disputa pelo controle da Sudam. O deputado paraense desautorizou também sua inserção na briga pela direção do órgão a dois parlamentares do Pará ligados a ele.

Pérola de civilidade

“Não tenho projeto para melhorar a delegacia. Tenho para ampliar o cemitério”. A frase de Sebastião Curió em conversa com o jornalista Waldir Silva, em Parauapebas, não merece comentários. Melhor indignar-se.

A caneta de quem sabe

Quem também meteu a colher no post Ou Planta, ou Sai foi Ademir Braz, com a propriedade de quem se tornou decano do jornalismo local, como diz o Juvêncio de Arruda. No blog dele, está escrito: O Luiz Flávio está certo. A produção de gusa no Distrito Industrial de Marabá

Continue lendo

Agenda ambiental

Comentando o post Ou Planta, ou Sai -, o deputado estadual Parsifal Pontes (PMDB) vai no âmago da questão: a agenda ambiental a ser cumprida. “O assunto das guseiras precisa ser discutido e entendido de um ponto de vista mais amplo, sem restringir a defesa das mesmas à geração de

Continue lendo

Ou planta, ou sai

Luiz Flávio, coordenador da equipe da secretaria estadual de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia responsável pela auditagem realizada em seis usinas siderúrgicas de Marabá, retornou a Belém com uma convicção: os usineiros não investiram até agora em reflorestamento porque nunca levaram isso a sério. Pior: os lucros que obtiveram ao longo

Continue lendo

Fazenda Curuá

Alvo de serenos e incontestáveis artigos assinados pelo jornalista Lucio Flávio Pinto, que lhe valeram, inclusive, processos judiciais, a grande área formadora da chamada Fazenda Curuá, supostamente de propriedade do empresário Cecílio Almeida, teve esta semana a sua desocupação formalizada pela Justiça Federal. Isso quer dizer ser possível adotar agora

Continue lendo

Quando se governa

Sem medo de errar, o poster considera a medida mais importante tomada nesses quase 90 dias de governo a assinatura de decreto de intervenção no território da Terra do Meio, área localizada em ponto estratégico englobando os municípios de Novo Progresso e Altamira, com influência até São Félix do Xingu.

Continue lendo

Chame o ladrão! Chame o ladrão!

Não tem jeito mesmo. É um escândalo atrás do outro, tudo o que emana do Congresso Nacional. Agora deveremos ser contemplados com aprovação de um projeto que tem em seu bojo o escancaramento da impunidade ao conceder foro privilegiado a políticos engalfinhados em bandalheiras gerais. Em seu blog, Josias de

Continue lendo

Destino o povo quem faz

E olha que Jackson Lago está defendendo a redução do território maranhense tirando de São Luís o chão mais rico do Estado. Já conversou com a maioria dos deputados estaduais alertando que ninguém pode ser contra a vontade popular. Ninguém! Ou seja, acendeu a luz verde sinalizando que estará ao

Continue lendo

Cheirando a povo

Quem tem voto não teme o julgamento popular. Está sempre disponibilizado a avaliação eleitoral. Jackson Lago, governador do Maranhão, comprova isso ao se definir ostensivamente favorável à criação do Estado Maranhão do Sul, desembarcando em Brasília para pedir apoio do Congresso à proposta de divisão territorial da terra de Gonçalves

Continue lendo

Apoio às vítimas do massacre

Ana Julia determinou e o secretário Halmélio Sobral entrou em cena pontuando o diretor da 11ª Regional de Promoção Social, Ademir Viana, para localizar os 47 sobreviventes da “Chacina de Eldorado dos Carajás”. Missão: realizar exames de tomografia computadorizada, ressonância magnética, ultra-sonografia, eletrocardiograma e demais procedimentos naqueles que escaparam da

Continue lendo

Bichos do mato

Como não recebem atendimento em domicílio, os moradores das ilhas espalhadas no Lago de Tucuruí são acometidos de todo tipo de enfermidade; e por ali mesmo ficam -, esperando a morte chegar ou na esperança de algum milagre que os salvem do Juízo Final. É assim a vida de quem

Continue lendo

Para quem é da terra

Bastou o governo do Estado ter alguem em sua estrutura com sensibilidade e conhecimento de causas regionais para se resolver antiga pendência na área cultura. A decisão da secretaria estadual de Cultura incorporar o Museu da Guerrilha do Araguaia ao programa de recuperaçao dos museus e memoriais (SIM)é consequencia de

Continue lendo

Macarrão em maus lençóis

Mais uma cravada do Ministério Público pós-tempo tucano: Ana Maria Magalhães, promotora da Comarca de Tailândia, denunciou ao juiz Carlos Márcio Melo Queiroz o prefeito Paulo Liberte Jasper – conhecido “Macarrão”, e a esposa, Higia Frota.Ação civil pública com pedido de liminar enquadra o prefeito por ato de improbidade administrativa,

Continue lendo