Mercado imobiliário ganha impulso

Publicado em 3 de abril de 2011

 

A viabilidade econômica gerada pela implantação de projetos de mineração em Curionópolis, em especial o Projeto Serra Pelada da parceria Coomigasp e Colossus vem refletindo positivamente no mercado imobiliário. A principal mostra desse novo tempo no município foi o lançamento do Loteamento Serra Leste, o primeiro da cidade, que aconteceu no sábado dia 02.

Empresas de vários estados brasileiros que neste momento revendem seus produtos na região, adquiriram lotes para construção de imóveis que sediarão suas atividades, bem como trabalhadores de outros estados que prestam serviços para as mineradoras Vale, Vertical, Coomigasp/Colossus e outras.

Déficit habitacional – Segundo estimativa da COHAB, o  déficit habitacional do Pará, já passa de 474 mil moradias. O assunto vem sendo discutido em fóruns de debates, pois segundo a Fundação João Pinheiro, de Minas Gerais, o número é maior do que o estimado atualmente.  O  Governo do Estado do Pará vê a necessidade urgente de construir em 15 cidades , aproximadamente 12.000 casas, no entanto a morosidade do processo burocrático, acaba deixando as cidades em crescimento, em estado crítico.   “Observamos que o município está em ascensão e por isso resolvemos investir aqui”, disse Rodrigo Valadares, diretor da Nova Carajás Incorporadora, parceira no loteamento, que disse ter feito um estudo de viabilidade, observando criteriosamente o poder aquisitivo da população, a fim de oferecer condições para que, tanto o empresário local, quanto o trabalhador tivesse condições de adquirir seus imóveis no primeiro empreendimento imobiliário do município.

Investidores – Diogo Naves e Junior Naves, donos do empreendimento dizem reconhecer que as inúmeras oportunidades de emprego tem atraído a atenção de muitos, que tem procurado a região e  está faltando moradia para trabalhadores que prestam serviços no município. “O loteamento traz a possibilidade e dá condição para o trabalhador adquirir e construir sua casa, escolhendo pagar parcelas a partir de 79,00 ao mês”, disseram os investidores.  Só neste ano de 2011 as mineradoras com projetos em implantação, irão oferecer mais de 4.000 vagas de empregos diretos e inúmeros indiretos.

Incentivo – Neste primeiro momento a principal responsável pelo crescimento de Curionópolis é a cooperativa  garimpeira, parceria da empresa Colossus Minerals, que já está em processo avançado de implantação do Projeto Serra Pelada. Semana passada, mais de 15.000 garimpeiros lotaram a pequena Curionópolis e muitos deles ficaram na cidade para o lançamento do loteamento e adquiriram lotes para construção de casas residenciais.

A pequena distancia entre Parauapebas , Curionópolis e Serra Pelada; de apenas 30 km, já desperta interesse de empresas de transporte a buscarem parcerias com os governos municipais  para criar uma linha de transporte coletivo com custo baixo, a fim de facilitar a ida e vinda de trabalhadores ligados à famílias que tem membros prestando serviços em mais de uma localidade. “Tenho um filho que trabalha em Parauapebas, outro em Curionópolis e outro em Serra Pelada. Estou adquirindo um lote em Curionópolis para fixar minha residência  aqui, porque fica mais centralizado, já imaginou se esse projeto do transporte coletivo der certo? Será excelente para minha família e também para outras famílias que estão na mesma condição”, disse Adão Silva Rabelo de 58 anos.   

O Loteamento – Na primeira etapa estão sendo colocados à disposição 2126 lotes, destes 1895 são lotes multifamiliar e 231 comerciais, além de três para equipamentos púbicos e institucionais. Na segunda etapa estarão à disposição 2150 lotes, dos quais 2019 serão multifamiliar, 127 comerciais além de quatro para equipamentos púbicos e institucionais.

As parcelas têm valor inicial de R$ 79 e o valor total do lote pode ser dividido em até 180 vezes, uma forma de facilitar a aquisição tanto das famílias com baixa renda, quanto para empresas que desejam adquirir grandes áreas. Informações dadas pelo gerente de vendas César Barachi.

 

Fonte: Agência Bateia

Incra: último a sair, apague a luz

Publicado em 4 de abril de 2011

 

Do comentarista Geraldo Abicali ao post  Cargos do interior saindo a conta gotas:

A superintendente regional do Incra em Marabá (SR-27), Rosinete Lima da Silva está desde fevereiro de licença maternidade. Mas será exonerada tão logo apareça na instituição. Seu substituto é Luis Bonetti, porém, segundo fontes internas, quem manda mesmo no pedaço é Luis Carlos Pies, nomeado chefe de gabinete de Bonetti.Pies, vale recordar, é marido da deputada estadual Bernadete ten Caten, já condenada por improbidade administrativa por problemas justamente à frente da SR-27.A situação, hoje, na “administração Carlos Pies” no Incra, ainda segundo fonte interna, vai de mal a pior. A superintendência está sem contrato de combustível e manutenção de viaturas (neste caso, devendo vários meses). Inclusive, tem carro do instituto que deu prego no meio da rua e teve de ser empurrado pelo próprio servidor que o utilizava em serviço.Digitadores contratados por empresa terceirizada estão sendo demitidos por Luis Carlos e substituídos por seus apaniguados.- Luis Pies anda frustrado, dizem as fontes. Queria, juntamente com Bernadete e Zé Geraldo, que o presidente nacional do instituto fosse Cássio Pereira, ex-secretário de governo da Ana Júlia, o que lhes daria cacife político na superintendência regional. Dilma Rousseff preferiu o ex-diretor do Incra Celso Lisboa, do Paraná, nomeado dia 25 de março, e seus sonhos de grandeza foram-se com a enchente.

—————–

Atualização às 13:31 de 04/04

Ademir Braz, em seu Quaradouro,  foi quem antecipou a saída da vereadora Toinha Carvalho (PT) do PT Pra Valer. Da forma como saiu no post acima,  o crédito do “furo” seria deste blog,  o que não é correto. Ocorre que o blogger passou a semana inteira ausente da blogosfera, cumprindo agenda fora da base, e pouco navegou entre os blogs favoritos, inclusive o do querido Ademir, não constatando a antecipação do  fato. 

Peço desculpas ao blogueiro e aos meus leitores.

Repórter Cidadão denuncia acúmulo de lixo

Publicado em 31 de março de 2011

 

Ulisses  Maia, exercendo sua cidadania,  se faz presente no blog denunciando acúmulo de lixo num dos bairros de Marabá.

Na coluna Repórter Cidadão, você  encontra a  reclamção do leitor,  acompanhada de fotos produzidos pelo visitante.

Cargos do interior saindo a conta gotas

Publicado em 31 de março de 2011

 

Saiu a nomeação do novo gerente do Detran de Marabá.

Trata-se de Ivan Simões, indicado pelo deputado estadual Sebastião Miranda, que passa a controlar dois cargos importantes do governo do Estado na região.

Além do Detran, o ex-prefeito de Marabá encaixou na Sespa regional seu ex-secretário de Saúde no município, Pedro Correa.

No jogo político, o poder está com quem tem voto.

Sebastião Miranda (PTB)  abocanhou 34 mil votos na eleição para deputado estadual, soma superior a todos os outros candidatos da Marabá votados no município para o mesmo cargo.