Hiroshi Bogéa On line

Vôo tucano

Resumo da passagem da troupe tucana por Marabá, no sábado:

1- Simão Jatene, Mário Couto, Flexa Ribeiro, Wandenkolk Gonçalves, Suleima Pegado e José Megale reuniram com o PSDB na sede da Loja Maçônica, com participação de outros políticos de demais partidos.

2- Oficialmente, o partido anunciou que deverá lançar o empresário Demétrius Ribeiro candidato a prefeito. Debaixo dos panos, até a data da convenção, a opção de verdade será de apoio a dobradinha Maurino Magalhães (PR)/Ítalo Ipojucan (PDT), atual vice-prefeito de Marabá.

3- Representando outros partidos, estiveram na reunião o prefeito Sebastião Miranda (PTB), e deputados Asdrúbal Bentes (PMDB) e João Salame (PPS).

4- Sebastião Miranda e Asdrubal Bentes chegaram juntos à Maçonaria e demoraram pouco. Saíram os dois, também juntos. Quem estava no local afirma que o prefeito de Marabá refugou no momento em que foi chamado para integrar a mesa, deixando transparecer seu incômodo. Ao discursar, falou pouco mais de dois minutos e foi embora.

5- O tititi do dia é que o emoresário Demétrius Ribeiro estaria inconformado com rumores dando conta de que o candidato à vice de Maurino Magalhães seria Ítalo Ipojucan, e não ele. A saída da cúpula tucana foi anunciar candidatura própria. Até o dia da convenção.

6- Amanha, a coluna do poster no Diário do Pará tem mais detalhes.

Post de 

6 Comentários

  1. João Salame

    3 de junho de 2008 - 03:41 - 3:41
    Reply

    Meu caro anônimo das 5:52.

    Não tucanei de vez porque nunca fui tucano. Pra registro: apoei o Lula duas vezes contra o Color, duas contra o FHC e uma contra o Serra. Uma outra fui de Ciro Gomes e na última de Heloísa Helena.
    Só não sou daqueles que vê a política em preto e branco. Ou os que acham, em sendo petistas, que os tucanos são o demônio e vice-versa. Acho, inclusive, uma insensatez impedir a aliança PT-PSDB em Belo Horizonte. Existe gente muito boa nos dois partidos, como existem alguns que não são bons exemplos, em ambos.
    Considero que Almir Gabriel foi um bom governador, turbinado pelas torneiras amigas de FHC e que Jatene, sem ter a mesma simpatia do Planalto sob Lula, deixou obras importantes, como os hospitais regionais de Redenção, Altamira e Marabá e boa parte da PA 279 asfaltada. Com problemas deixados, como todos os governos.
    Ter esta avaliação não implica que esteja amarrado à estratégia tucana, mas também não pode me conduzir ao terreno da intolerância e do oportunismo, só porque agora o Palácio dos Despachos está ocupado por uma governadora do PT, a quem desejo todo o sucesso, inclusive me dispondo a colaborar para isso.
    A lógica das eleições municipais, no entanto, é distinta. Por isso, além de mim, do Italo (PDT) e do Maurino (PR), estava presente no Congresso do PSDB o deputado Asdrúbal Bentes (PMDB), que nas últimas eleições foi contra os tucanos. Ninguém sabe o dia de amanhã na composição das alianças. Como diria o saudoso Ulisses Guimarães, o segredo do sucesso na política é conversar, conversar e conversar. Alguém lhe perguntou: “e se a conversa não der resultado?”. O sábio Ulisses respondeu: “aí, a única saída é conversar mais”.
    Fui ao Congresso do PSDB. Antes estive no Encontro do PSB que lançou a pré-candidatura do meu amigo Ferreirinha. E assim estarei em todos os encontros partidários para os quais for convidado.
    Tenho bons amigos em todos os partidos. Se não estou neles é porque concordo mais com os ideais do meu. O que não me impede de respeitá-los e neles reconhecer seus méritos. Porque o mundo não é preto e branco.
    Respeitosamente,

    João Salame

  2. Anonymous

    3 de junho de 2008 - 03:23 - 3:23
    Reply

    Tu ja pensou o imperador demetrius governando a mesopotamia? Os bambus da entrada de velha estariam irremediavelmente ameacados. virariam carvao vegetal pra seus altos-fornos

  3. Anonymous

    3 de junho de 2008 - 03:20 - 3:20
    Reply

    Asdrubal é bom no congresso! E Desde que o mundo é mundo, e assim que sobrou um tempinho e Deus criou Marabá, prefeito na cidade só os muitos antigos, de preferencia “filhos” da terra. Asdrubal é ainda um pouco forasteiro, sobretudo quando consideramos que, entre os possíveis candidatos, alguns tem os pressupostos preferencias acima citados. Tiao precisa definir um nome que possa lhe dar a condicao de pensar no depois. No PT nao ha essa possibilidade, a nao ser uma dificil negociacao envolvendo uma secretaria de estado, mas a historia recente da funcionabilidade do governo do estado deve ser decisivo para a rejeicao de tiao a esta alternativa. Com Jader muito menos. Sobra pro tiao duas opcoes para o futuro: aliar-se a alternativa domestica, ou apostar no quanto pior melhor para voltar fortíssimo daqui a 4 anos. Alias, nao acredito que tiao tenha algum tipo de disposicao para a vida parlamentar. No congresso nao tem comissao permanete de licitacao para asfaltar umas avenidinhas do DF (rsrsrs).

  4. Anonymous

    2 de junho de 2008 - 20:52 - 20:52
    Reply

    E o Salame quem diria tucanou de vez e a comprovacao disso foi seu discurso enaltecendo o Jatene e o Almir Gabriel.
    Será que o Salame vai querer o Demetrius de vice ?

  5. Anonymous

    2 de junho de 2008 - 12:27 - 12:27
    Reply

    É , a decisão do Tião realmente está agora entre João Salame e Asdrubal Bentes.Ambos, bons nomes para governar Marabá. Já ouvi rumores de que , no caso de Asdrubal encabeçar a chapa, a vice indicada por Tião seria uma jornalista de Marabá bastante conhecida. A conferir.

  6. Anonymous

    2 de junho de 2008 - 12:21 - 12:21
    Reply

    Blog do Zé Carlos – PV
    Domingo, 1 de Junho de 2008.

    Mário Couto e Jader estão juntos
    Desde a eleição que se ouve um zunzunzun de uma aliança Mário Couto e Jader. Os boatos ficaram fortíssimos e começaram a tomar ar de verdadeiros quando Mário passou uma campanha inteira de senador sem receber um só ataque do PMDB.
    A postura de Mário na eleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa apoiando a eleição de Domingos Juvenil foi considerada mais uma evidência da aliança. Os que acreditam nessa hipótese estão de olho nas alianças que o Senador está patrocinando para as eleições de 2008. Em Bragança, junto com Flexa Ribeiro, patrocina a candidatura de José Diogo, apenas para ajudar o prefeito Edson Oliveira do PMDB. Seu aliado Chamom em Curionopólis é candidato pelo PMDB.
    Dizem que a chapa de 2010 é Mário Couto governador e Jáder senador. Vamos aguardar e conferir.
    Postado por José Carlos Lima às 16:11

Leave a Reply to João Salame

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *