Hiroshi Bogéa On line

Vídeo mostra um raivoso Feliciano condenando os católicos

Deve ser pela falta de respeito com outras religiões que segmentos de várias correntes cristãs condenaram publicamente a nomeação do pastor Marco Feliciano, deixando bem claro que os protestos e a indignação passavam longe de uma guerra contra os evangélicos e armados pelos homossexuais.

“Os necessários avanços dos Direitos Humanos no Brasil poderão acontecer sob a gestão do PSC e, para tanto, nos parece estratégico ouvir o clamor das ruas e dos movimentos sociais com respeito à escolha, pelo partido, de um nome que não traga tamanha carga negativa para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias”, diz a carta aberta da Rede Fale, formada por diversas igrejas evangélicas, tradicionais e pentecostais, que militam no campo dos direitos humanos.

O pastor negro da Igreja Batista do Parque Doroteia, Davi de Oliveira, foi taxativo em entrevista para o “Diário do Grande ABC”: “Ele não nos representa”.  (Leia  AQUI )

 

O Conselho Nacional das Igrejas Cristãs ( Conic),  formado pelas igrejas Católica Apostólica Romana, Episcopal Anglicana do Brasil, Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Sirian Ortodoxa de Antioquia e Presbiteriana Unida,  fez uma moção de repúdio contra Marco Feliciano. (Leia   AQUI )

“Considerando o corolário de nossa missão, à luz dos valores que a inspiram, e as manifestações de diversos segmentos da sociedade brasileira, expressamos nosso repúdio ao processo que levou à escolha do Deputado Marco Feliciano (PSC), o qual, por suas declarações públicas, verbais e escritas de conteúdo discriminatório, de cunho racista e preconceituoso contra minorias, pelas quais responde a processos que tramitam no Supremo Tribunal Federal. Tal comportamento o descredencia para liderar a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados e propugnamos por seu imediato afastamento”, diz um trecho da moção.

Em todos os textos nas redes sociais que chamam para os protestos contra o pastor,  o pensamento é o mesmo:  “ O evento não é antievangélico. Demonstrações de ódio a religiões não serão toleradas”.

Entretanto, apesar de diversas religiões, incluindo as cristãs, se manifestarem contra Feliciano, o deputado prefere a estratégia de se fingir perseguido pelos gays e que eles são os responsáveis por toda esta celeuma.

A história mostra exemplos péssimos desta tática.

Os  judeus, como ilustração,  em muitos séculos conheceram bem a fundo este discurso que Feliciano agora quer fazer para os LGBTs.

Escolher um bode expiatório para esconder suas reais intenções.

Apenas um paradoxo: todos que usaram deste recurso de escolher uma minoria como vilã sempre estiveram do lado oposto dos direitos humanos.

Pensem nisto!

Eu nunca me manifestei  contra qualquer Religião. Não funciono assim. Respeito todo tipo de manifestação, seja ela a origem que for.

Só não silencio diante de safadezas como a praticada por esse senhor dito pastor de uma igreja, flagrantemente pego extorquindo fieis.

A tática de Marco Feliciano (PSC-SP),  e de sua trupe fundamentalista,  é que toda a movimentação popular contra a sua nomeação para a presidência da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias é uma luta entre religião e os homossexuais.

Um vídeo mostrando o pastor detonando a Igreja Católica como “religião morta e fajuta” -, desmonta seu discurso.

Post de 

6 Comentários

  1. Jorge Antony F. Siqueira

    17 de março de 2013 - 18:38 - 18:38
    Reply

    Religião e política, vejam bem estou falando política, deveriam andar distantes uma da outra, pois, a meu modesto ver, o que mais se vê é politicagem. Não seria tão rigoroso quanto o João Guimarães 15/03 às 15:52 hs., mas, a responsabilidade maior do que vemos hoje nas diversas igrejas, aliás, muitas, com diversas e múltiplas denominações – aí concordo com o JG – a finalidade maior dos cultos é arrecadar dinheiro, e muito. A manipulação da “consciencia e vontade” dos fieis(menos informados) é flagrante. O resultado final aí está, o exemplo desse pretenso pastor(será que ao menos tem curso superior em Teologia ?), que, por ter “curral eleitoral” consideravel, é aboletado em cargo público de relevancia, com aval e conivencia do governo federal. A subversão e desvio de finalidade das igrejas evangélicas, principalmente, tem sido protagonizada por essa gente(Pastores/Pastoras/Bispos/Bispas etc…). Aliás, as igrejas tem se revelado, para os líderes, um grande, bem urdido e altamente lucrativo, negocio. Passar bem. 17.03.13, Mba.-PA.

  2. Veronica Galdino

    16 de março de 2013 - 11:59 - 11:59
    Reply

    Que irônico isso não?

    “Amai-vos uns aos outros” e não odiai-vos, como faz esse boçal, estúpido, grosseiro, indelicado e rude…
    um homem preconceituoso, amorfo, horrendo, monstruoso desses é que pode ser considerado um verdadeiro fanfarrão, um bazofiador, gabarola, paparrotão…Vagabundo, é um errante, um desocupado que tomou por profissão enganar incaltos.”

    Amar assim?

    Quanto a este comentário…

    gente de boa fé e de pouca cultura, de baixa capacidade de discernir entre o bom e o ruim

    Será mesmo que nós cristãos somos tudo isso? Afinal, eu convivo com pessoas tão educadas que falam do que está na bíblia, algumas delas com ensino superior, empresários de sucesso, pessoas bem vistas na sociedade. Bom, sempre acompanho os jornais, inclusive os locais, mas não ando vendo em nenhum deles essas pessoas jugadas como ” de baixa capacidade de discernir entre o bom e o ruim” sendo presas ou mortas, nem em escândalos por motivos fúteis ou diversos, mas sempre buscando melhorias para sociedade…

    Então… não sei mesmo nem porque estou tentando esclarecer ou explicar alguma coisa, na verdade eu sei sim, o amor ao próximo me faz acreditar sim nas pessoas independente de suas religiões todos tem o livre arbítrio para fazer suas escolhas certas ou erradas, a questão é que nenhum de nós quer ir para o inferno e, por este motivo é muito mais fácil criar argumentos pra se defender, difícil mesmo é viver como manda as escrituras. Mas devo admitir que concordo quando diz que devemos pesquisar a história, façamos todos isso.

    Para vossa meditação: Mateus Capítulo 5 v 10 e 11

    “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
    Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra vós por minha causa”.

  3. João Guimarães

    15 de março de 2013 - 15:52 - 15:52
    Reply

    um homem preconceituoso, amorfo, horrendo, monstruoso desses é que pode ser considerado um verdadeiro fanfarrão, um bazofiador, gabarola, paparrotão…Vagabundo, é um errante, um desocupado que tomou por profissão enganar incaltos, gente de boa fé e de pouca cultura, de baixa capacidade de discernir entre o bom e o ruim, eu nem digo, o bem e o mal, porque ele fó faz mal pra ele mesmo, pois o verdadeiro Deus está na cabeça, na alma e no coração de cada pessoa. Religião só provoca guerras e mais guerras no mundo. A história tá aí pra ser conhecida, é só pesquisar…O que conta no fim das contas é o ser humano. “Amai-vos uns aos outros” e não odiai-vos, como faz esse boçal, estúpido, grosseiro, indelicado e rude…

  4. Diogo Margonar

    14 de março de 2013 - 09:12 - 9:12
    Reply

    Não concordo com as opiniões e condutas dos Dep. Marcos Feliciano, todavia, me chama a atenção a movimentação de grupos que, agindo com totalitarismo, preconceito e mentiras vêm, a qualquer custo, retirar a nomeação do referido deputado à CDHM. Ele foi eleito democraticamente e indicado pelo seu Partido. A comissão foi abandonada pelo proprio PT. Não adiante o Jeam Willys, ex-bbb, ficar chorando, mentindo, ofendendo…(…) nem o PSOL, PT e outros “santos do olimpo, defensores da sociedade” . Ele foi eleito DEMOCRATICAMENTE, assim como foi escolhido DEMOCRATICAMENTE para compor a Comissão. Se eu não concordo com ele não estou autorizado a invadir uma Comissão da Câmara em plena votação, ou espalhar mentiras na internet. Essa movimentação toda serve para demonstrar como agem certos grupos que se dizem humanos e democráticos.

  5. Alberto Silva Filho

    13 de março de 2013 - 21:27 - 21:27
    Reply

    A verdade é que as pessôas, estão dando mais valor a uma religião do que ao que foi ensinado e ordenado pelo SENHOR JESUS, meus amigos e minhas amigas, vamos acabar com as ofensas, deixar que cada um ocupe o seu espaço na sociedade com seus direitos respeitados, vamos deixar de querer usar a religião como cavalo de batalha e arma letal para a prática de violências moral contra as pessôas, O EVANGELHO DO REINO pregado, ensinado e ordenado pelo SENHOR JESUS não é religião é a palavra de DEUS e a ÙNICA verdade por ser VIVA e EFICAZ, pelo seu efeito imediato em dar VIDA ao que nela CRÊ, João, capítulo 11, versículo 25, leia e faça da palavra de DEUS ensinada, pregada e ordenada por JESUS a sua palavra de VIDA.

  6. j

    13 de março de 2013 - 17:12 - 17:12
    Reply

    esse cara sim que fajuto. entra na politica por interesses pessoais, lava a sua boca antes de falar de uma instituicão santa que igreja católica.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *