Hiroshi Bogéa On line

Viagem ao exterior de vice prefeito gera polêmica nas redes sociais

Foto extraída do Facebook de Toni Cunha, registrada em 2013, durante viagem de férias ao exterior do delegado licenciado da Polícia Federal

 

Durante todo o dia de ontem, 20, a redes sociais ficaram recheadas de comentários contra e a favor de uma viagem de férias ao exterior do  vice-prefeito de Marabá, Toni Cunha.

Em grupos do whatsapp e nas TLs do Facebook, a viagem motivou críticas e até  manifestação do próprio vice-prefeito, em resposta aqueles que levantaram a suspeita de que a ausência de Toni do município, sem autorização da Câmara Municipal poderia motivar a cassação de seu mandato.

Entre manifestações contrárias à viagem, o blog destaca uma publicação em grupo do Whats assinada por “Servidores na Luta”:

 

BOMBA

Vice Perfeito de Marabá Tony Cunha, esta viajando para A Grécia (Europa) Enquanto o povo de Marabá pena, sem receber seus Salários o Vice prefeito vai curtir na Europa. O pior e que ele não pode se afastar do Município para viajem internacional sem Autorização da Câmara municipal.

 

Art. 63. da lei Orgânica do Município de Marabá:

 

Parágrafo Único. Em se tratando de ausência ou afastamento para viagem​ oficial do prefeito ou do vice-prefeito, ou sucessor quando no exercício do cargo, ao exterior, é imprescindível prévia licença da Câmara Municipal, independente de qualquer período.

 

o vice prefeito Play boy curtindo e o povo de Marabá na pior

 

Já se comenta na cidade que vão pedir a cassação do   Play Boy.

 

Servidores Unidos Na Luta.

——–

 

Do exterior, Toni Cunha não levou o desaforo em sua bagagem de viagem, reagindo com dureza, numa publicação em seu perfil de Facebook:

 

Toni Cunha Sá

1 h ·

Estou em viagem, de férias, como já fiz muitas vezes e o farei sempre que minhas condições pessoais permitirem. Viajo em período de férias, como sempre fiz, às minhas próprias custas. Curioso é que, gente demagoga e sem propósito útil, frustrados “políticos” de baixíssimo nível, alguns deles com nuvens negras sobre suas vidas (profissional e política) querem levantar polêmica sobre essa medíocre questão.
Pois bem, não respondo a vocês, meros fantoches que, por covardia, são utilizados pelos verdadeiros oportunistas responsáveis pela divulgação de “inutilidades”, em vez de procurarem algo produtivo para realizar em prol de nossa população. Mas, explico à população de nossa cidade que nos elegeu com muita força e apoia nosso trabalho, dia a dia, inclusive com presença física nas ruas por toda a cidade de Marabá:
A viagem que faço não é de cunho oficial, mas estritamente pessoal, em férias, devidas a qualquer servidor público. Como todos sabem, não recebo um único centavo de remuneração para o exercício do cargo de vice prefeito, vez que optei por minha remuneração do cargo Delegado de Polícia Federal de classe especial, cuja aprovação foi obtida no ano de 2004, aos 21 anos de idade. Viajar, e sempre viajei de férias e às minhas custas, é experiência muito interessante do ponto de vista cultural. Já o fiz, faço e sempre farei enquanto puder, com recursos pessoais.
Não preciso de autorização de ninguém, enquanto vice prefeito, para viagens particulares, CUSTEADAS EXCLUSIVAMENTE POR MIM.
Aos medíocres que pautam suas vidas, seus arremedos de carreira em futrica e demagogia, ponham-se a trabalhar de verdade, cumpram suas obrigações, coisa que nunca fizeram, inclusive em gestões anteriores cheias de vícios, suspeições e escândalos. ONDE VOCÊS ESTAVAM?

Por fim, registro que em breve estarei de volta, vez que sequer utilizarei (por decisão pessoal) todo o período a que tenho direito, com ainda mais vigor, para, junto com o prefeito Tião Miranda, seguir melhorando nossa cidade, tirando-a do buraco em que foi colocada por esse mesmo tipo de gente medíocre que se presta a esse tipo de “futrica”, gente de espírito menor.
DESARMEM PALANQUES. O POVO JÁ SE MANIFESTOU NAS URNAS E QUER MELHORAS, NÃO MENTIRAS E FOFOCAS. A CIDADE VAI MELHORAR AINDA MAIS E VCS NÃO VÃO CONSEGUIR ATRAPALHAR.

……………..

Nota do blog: No entendimento de dois advogados consultados pelo blogueiro, a viagem do vice prefeito, sem autorização parlamentar, não geraria processo de cassação.

Post de 

13 Comentários

  1. Lucas Gabriel

    5 de julho de 2017 - 15:00 - 15:00
    Reply

    Esta da foto não é da Grécia e de Nova York, e detalhe na imagem o One World Trade Center, esta em obra, é que foi concluída em 2014.

  2. EDIVALDO VIANA

    22 de junho de 2017 - 22:57 - 22:57
    Reply

    Sinceramente não sei por qual motivo a polemica se estabeleceu. deixarei aqui registrada minha indignação com o senhor prefeito municipal Sebastião Miranda que por motivos meramente pessoais teima em reter nossos salários de Dezembro e parte dos salários de Junho de 2016 escamoteados pelo vice prefeito da gestão passada aquele senhor que eu nem quero escrever o nome aqui nesto pequeno registro por ter adquirido uma grande antipatia.pois causou estragos imensos na rotina familiar de centenas de camaradas trabalhadores em Educação deste município. A minha grande indagação é a seguinte senhores os recursos finais referentes ao ano de 2016 que causaram o atraso de nosso salário de Dezembro estão ai na conta da prefeitura, qual o problema por que não paga senhor Sebastião Miranda esclareça qual a duvida que o senhor tem ,será que teremos que chamar um técnico do Ministério da Educação para esclarecer suas dúvidas e de seu “Esclarecido” Secretário Municipal de Educação?
    Quanto ao senhor vice prefeito Municipal não vejo nenhum problema em ele ir passar as férias na Grécia é um direito dele,com seus próprios recursos como afirmou pode ir a qualquer lugar até a China se assim o desejar. Mas Tião PAGUE NOSSOS SALÁRIOS ATRASADOS TÁ FAZENDO MUITA FALTA VELHO
    PRECISO DO DINHEIRO QUE A PREFEITURA ME DEVE…

  3. João Dias

    22 de junho de 2017 - 14:09 - 14:09
    Reply

    Ao TONY o que é de TONY.

    Art.55, LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ

    COMPROMISSO:

    PROMETO MANTER, DEFENDER, CUMPRIR E FAZER CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, A CONSTITUIÇÃO ESTADUAL E A LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO, OBSERVAR E FAZER OBSERVAR AS LEIS, PROMOVER O BEM GERAL DO POVO MARABAENSE, DESEMPENHAR LEAL E HONESTAMENTE O MANDATO QUE ME FOI CONFIADO COM O OBJETIVO DE CONSTRUIR UMA SOCIEDADE LIVRE, JUSTA E IGUALITÁRIA.

    Art. 63, Parágrafo Único. Em se tratando de ausência ou afastamento para viagem oficial do Prefeito ou do Vice-Prefeito, ou do sucessor quando no exercício do cargo, ao exterior, é imprescindível prévia licença da Câmara Municipal, independentemente de qualquer período.

    Tive o cuidado de ler a LOMM, precisamente o disposto na parte que trata do compromisso do agente público, acima transcrito, bem como, o parágrafo único do Art.63.

    Diante dos comentários, na qualidade de simpatizante da atual gestão municipal, entendo oportuno destacar o que se segue: “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa, senão em virtude de Lei”.

    Trata-se do Princípio da Legalidade, além der ser um princípio individual e cláusula pétrea de nossa Constituição, é uma garantia à liberdade individual da pessoa para praticar seus atos, desde que a lei não proíba.

    Observemos que: Desde que a lei não o proíba.

    Interpretando literalmente o § único do artigo 63 da LOMM, a ausência ou afastamento SE REFERE A VIAGEM OFICIAL que, me parece, NÃO é o caso.

    Conforme esclarece o nosso Vice, ele esta de férias, com liberdade individual assegurada nos termos da lei.

    Diante da repercussão do fato, seria interessante que o jurídico da Casa Legislativa, opinasse acerca da obrigatoriedade da “prévia licença da Câmara” e se seria o caso, de tal modo que, PREVALEÇA SEMPRE, no Estado Democrático de Direito, a observância e o cumprimento da lei.

    Sds. Democráticas e marabaenses!

    João Dias
    (advogado)

  4. Serv público

    22 de junho de 2017 - 12:48 - 12:48
    Reply

    Hoje pela manhã um radialista da rádio club disse que estamos fazendo”tempestade com um copo d’água”!
    Ora se o vice tá afastado do cargo de delegado e há 6 meses é vice,essas férias é de que mesmo?
    Pelo que eu saiba,só tem direito a férias após 1 ano de serviço prestado.
    Se ele não recebe da prefeitura como vice isso não lhe dar direito de não respeitar o que rege a lei.
    Se ele tem que assumir quando o titular se afasta seja lá qual motivo ele tem sim que ter autorização para poder fazer esse tipo de viagem e se ele recebe ou não o problema é dela,portando tem que ser punido sim.
    Aproveitando o momento,gostaria de saber porque os servidores da saúde que fazem plantão recebem porém esses valores não consta no contracheque e nem na ficha financeira do servidor?
    Como é que prestam conta desses pagamentos,se não tem como comprovar através de contracheque ou ficha financeira?

  5. Beatriz cunha

    22 de junho de 2017 - 12:16 - 12:16
    Reply

    Tony antes de ser vice prefeito de marabá, ele é delegado federal , cargo esse que tem devido ao seu esforço de ter estudado e adquirido tal privilégio, entretanto ser bem sucedido causa inveja, não preciso lembra-los que o Tony abdicou do seu salário em prol do benefício desde município , logo dizer que o salário de delegado federal que o mesmo recebe é de valor satisfatório é totalmente dispensável, então ele pode fazer quantas viagens ao exterior ele quiser.
    Mas esqueço que talvez o povo é acostumado com a velha política, a que foi feita e deixou todo o povo traumatizado , aqui me aproveito das palavras do delegado Tony Cunha dito na câmara municipal : ” aqui não tem covardes”
    E não tem mesmo !
    Então antes de acusar com leviandade vamos parar e pensar .

  6. Thiago

    22 de junho de 2017 - 09:38 - 9:38
    Reply

    Francisco, nem saber contar você sabe. Agora a culpa de vários salários atrasados é dessa gestão?! Engraçado olhar as postagens desse blog. Até ano passado não aparecia postagem falando da arrecadação de dinheiro em maraba pela prefeitura. Agora esse ano misteriosamente o blog vive colocando postagens dando a entender que tem dinheiro em caixa. Estranho

  7. Maiara Santos

    21 de junho de 2017 - 23:11 - 23:11
    Reply

    Quem deve desarmar palanque é ele. Uma falta de coerência da a parte dele que tanto pregou a transparência! Considero uma falta de respeito esfregar na cara do povo tamanha mordomia, luxo e esbanjar de dinheiro enquanto os servidores públicos e a população marabaense se quer tem com que pagar sua conta de luz. Mas respeito por favor!. Tá com o nariz muito arrebitado! Baixa a tua bola criatura!

  8. Serv público

    21 de junho de 2017 - 20:51 - 20:51
    Reply

    Então com apenas 6 meses de vice prefeito já tem direito a férias!
    E outra o vice teve que escolher entre o salário de vice ou de delegado já que não poderia receber os dois.
    Esse e o nosso Brasil onde galinha cria dente o rato come o gato e boi voa

    • Paulo veras

      26 de junho de 2017 - 00:36 - 0:36
      Reply

      Vc parece meio ignorante. O rapaz optou pelo salário de servidor federal. E quanto às férias. São as férias que ele traz do cargo de delegado. O problema é ele ter carregado a secretaria com ele, que está faltando ao serviço sem qualquer justificativa!!!!! Entendeu? Ou es viúva do João lama?

  9. Raul

    21 de junho de 2017 - 18:10 - 18:10
    Reply

    É um play boy de bom gosto pelo menos!

    Afinal a Grécia deve ser tudo de bom.Ok

  10. Getúlio Lobo

    21 de junho de 2017 - 16:55 - 16:55
    Reply

    Juridicamente inconveniente e moralmente um desastre, ainda mais se os rumores de que a companheira do político o acompanha na aludida viagem forem reais, aí é outra história.

    A cidade está sangrando no caos administrativo e economico,, inclusive com a decretação de calamidade financeira.

    é uma notícia deprimente. deprime qualquer trabalhador e cidadão dessa cidade.

  11. Wellington

    21 de junho de 2017 - 15:45 - 15:45
    Reply

    O vice prefeito antes de tudo é um cidadão que tem seus direitos assegurados pela constituição e desde que a viagem seja particular e custeada por ele não entendo o questinamento do funcionalismo publico municipal…
    O Tony faz é muito bem em curtir as ferias dele no local onde bem entender e puder custear.
    Boas férias ao sr.Tony

  12. Francisco

    21 de junho de 2017 - 13:17 - 13:17
    Reply

    “Como todos sabem, não recebo um único centavo de remuneração para o exercício do cargo de vice prefeito, vez que optei por minha remuneração do cargo Delegado de Polícia Federal de classe especial, cuja aprovação foi obtida no ano de 2004, aos 21 anos de idade”. Vamos ri pra não chorar… Inóspito esse salario que você recebe é o salario de Vice Prefeito, pois foi uma opção sua ficar com o de delegado certamente por ser maior…Isso não quer dizer que você não recebe. Volte pra pagar os servidores que estão sofrendo tendo suas energias cortadas, filhos sofrendo, pois vocês não pagaram o salario de dezembro e, nem adianta colocar culpa na gestão passada como você faz, pois dia 01/01/2017 entrou dinheiro suficiente pra pagar o povo, porém vocês distribuiram uma serie de portarias criando vários vícios e agora vem com esse desaforo pra cima da gente…Seja mais humilde play boy e pague o povo!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *