Hiroshi Bogéa On line

Vamos trabalhar!

O governo do Estado acaba de anunciar rígida contenção de despesas, o que é necessário, diante da grave situação de desequilíbrio nas contas do Estado.

Nesta circunstância, permito-me sublinhar a impertinência da contratação acima anunciada: seria de maior proveito destinar o R$ 1 milhão a despesas mais prementes, como, por exemplo, colocar para funcionar algumas cadeiras de hemodiálise que estão encaixotadas em hospitais estaduais.

Não são estudos do Ipea que irão arrefecer o ânimo de quem deseja a divisão, mesmo porque, a cada estudo que apresenta dados desfavoráveis a esta, é possível apresentar estudos que revelam dados aconselháveis para que ela se efetive: eu já assisti esta película em mais de uma versão.

Se o governo deseja agir “de forma proativa” nas áreas que patrocinam a querela, não necessitaria pagar R$ 1 milhão para isto: bastaria começar a agir.

Ao cabo, este movimento que vai e vem em soluços regurgitantes só cessará quando se realizar aquilo que a Constituição da República garante, e que, aliás, foi a forma, no gênero, pela qual todos nós, com mandato, chegamos ao poder: consulta popular, neste caso, o plebiscito.

Parte do post Despesa Impertinente, publicado no Parsifal Pontes.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    21 de janeiro de 2011 - 01:16 - 1:16
    Reply

    O das 17:21, toda emenda federal exige contrapartida estadual que chega até a 20%, dependendo da Ministério. Isso é erário do Estado.
    Esses tucanos, pensam que todo mundo é "bocó"

  2. Anonymous

    21 de janeiro de 2011 - 01:12 - 1:12
    Reply

    E o art.5º, inciso IV do decreto, madou pras cucuias oS PCCR,é o serviodor público, mais uma vez, "pagando o pato" e não o pacto.

  3. Anonymous

    20 de janeiro de 2011 - 13:10 - 13:10
    Reply

    Hiroshi, não sei como foi a contratação dos Palios pela polícia militar. Sei que antes podíamos perceber viaturas em cada esquina da cidade, se funcionavam ou não só um uma estatística da própria PM pode dizer. Sei que passava uma tranquilidade para quem sabia que logo ali na esquina tinha uma viatura, isso passava…

  4. Anonymous

    19 de janeiro de 2011 - 20:21 - 20:21
    Reply

    Está faltando dinheiro? 1 milhão para o IPEA.. e quanto para o show promovido pelo aniversario de Belém? Festival em algodoal no mes de julho? e outros que com certeza virão. É de rir para não chorar.

  5. Roberto

    19 de janeiro de 2011 - 17:22 - 17:22
    Reply

    O Jatene procurou sarna para se coçar quando colocou o Zenaldo na Casa Civil, os interesses (pretenções políticas) e convicções (anti-separativismo) certamente ainda vão render muitos comentários, notas, matérias e postagens na midia paraense.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *