Hiroshi Bogéa On line

Terceira Via avança nas negociações

 

 

Os principais líderes da chamada terceira via vão aos poucos superando os obstáculos e consolidando a possibilidade do movimento lançar uma candidatura para disputar a prefeitura de Marabá.

Nas últimas semanas atores importantes entraram em campo pra consolidar esse movimento.

A primeira mexida foi garantir a participação do PMDB, um dos maiores partidos da aliança. Isso foi feito pessoalmente pelo prefeito de Ananindeua, Hélder Barbalho, herdeiro político do senador Jader Barbalho, líder maior do partido.

Hélder conversou com as principais lideranças do PMDB em Marabá, a saber: deputado Asdrúbal Bentes, vereador Nagib Mutran e o empresário Italo Ipojucan, avançando  nas negociações em torno da terceira via, com o compromisso do nome melhor situado nas pesquisas ser o ungido para encabeçar a chapa.

O deputado Giovanni Queiroz definiu logo a presença do PDT, liderado no município pela vereadora Júlia Rosa, uma das mais engajadas no movimento. O PDT está na terceira via e tem preferência pela candidatura do deputado João Salame (PPS) a prefeito.

Faltavam o PV e o PT.

No primeiro caso o médico Jorge Bichara, que preside a Unimed  Sul do Pará e a Fundação Zoobotânica de Marabá, e é um dos mais respeitados no município, tem participado de todas as reuniões com os demais integrantes do movimento, revelando entusiasmo pela possibilidade da população ter outras alternativas além das pré-candidaturas de Maurino Magalhães e Sebastião Miranda.

Recebendo pressão no seu partido  para ser candidato, Jorge tem participado das articulações de costurar uma ampla frente,  para depois definir a candidatura a partir da chapa que tiver mais viabilidade.

Na próxima quinta-feira, Bichara reúne o Diretório Municipal e os candidatos a vereador do PV com os representantes dos demais partidos, para abrir a discussão  da Terceira Via diante de todos, escancarando o debate da  aliança proposta.

Desse encontro de quinta-feira, Jorge Bichara deverá receber forte pressão para manter sua candidatura a prefeito, mas não se sabe qual a posição que o médico assumirá diante de sua militância e filiados.

Coube ao deputado João Salame e ao pré-candidato do PT, Luiz Carlos Pies, a mexida mais delicada no tabuleiro de peças desse xadrez político.

Como se sabe, existe uma Resolução do Congresso Nacional do PT que veta alianças do partido com o PSDB, DEM e PPS,  por estes fazerem renhida oposição ao governo Dilma. Esse é o maior empecilho para que PT e PPS já estivessem juntos em Marabá.

Mas na última semana Salame, Luiz Carlos e Bernadete sentaram à mesa e aplainaram as diferenças. Líderes do PT a nível estadual estão imbuídos da tarefa de inserir o partido na terceira via, mesmo que o candidato venha a ser o deputado João Salame.

O próximo passo dos líderes petistas é conversar com a Direção Nacional do PT pra obter autorização para que a aliança possa ser feita em Marabá. A vantagem dessa movimentação é que não só os deputados federais do chamado Campo Majoritário (Zé Geraldo, Beto Faro, Miriquinho Batista e o ex-deputado Paulo Rocha), estarão envolvidos nessa missão, mas também o deputado Cláudio Puty, que representa a tendência Democracia Socialista.

Esta semana essa operação deve estar concluída.

Se for exitosa, o próximo passo, então, dos cinco partidos (PMDB, PT, PPS, PDT e PV) será a definição do candidato a prefeito e do vice. O critério escolhido será o da chapa com maiores chances eleitorais,  para enfrentar as máquinas do Município e do Estado. Uma chapa que teria o respaldo da máquina federal.

Ao mesmo tempo tentarão agregar outros partidos que tem dialogado com representantes da terceira via.

No atual momento,  o nome do deputado João Salame parece reunir as  condições para encabeçar a chapa, que poderia ter como vice o PT (Luiz Carlos), o PV (Jorge Bichara) ou o PMDB (Italo Ipojucan).

O que mais se ouve consultando essas diversas lideranças é que a vaidade será deixada de lado na hora da definição. O mais importante, segundo eles,  é “a construção de um programa de compromissos entre os partidos e com a sociedade que permita a formação de um governo que combine competência e austeridade, com diálogo e participação popular”.

Ou seja, “um governo que se diferencie o perfil das administrações de Maurino Magalhães e Tião Miranda”, conforme revela a fonte.

Esta semana promete fortes emoções na definição da chamada terceira via.

A começar pelo resultado da reunião que o Partido Verdes realizará  quinta-feira.

Post de 

16 Comentários

  1. João Dias

    31 de maio de 2012 - 11:00 - 11:00
    Reply

    MARABÁ, que vença o melhor

    Que eu me lembre, na Administração Nagib Mutram (patriarca) e Leonel Mendonça Vergolino, o cais de arrimo para proteção da orla de Marabá teve o seu começo. Recursos financeiros e de engenharia eram escassos. Precisava de homens de coragem e compromisso com a cidade e com o povo. Com o passar dos anos ia perdendo parte da sua orla, ocasionada pelas cheias, banzeiros e outros fatores ambientais.

    Brasil 2000, mais recursos e novas tecnologias. Era preciso dar continuidade aquilo que estava parado ou não mais atendia a pressão das águas e das cheias. A demanda popular também clamava por isso. Diante da realidade, Tião “Baia” (3.4.1957), menino corajoso e conhecedor da violência das águas do rio Tocantins, somadas ao do Araguaia, não se intimida, arregaça as mangas e vai a luta.

    Dentro de um pequeno barco rio acima, rio abaixo (com a intimidade de estar em uma canoa), na companhia do Juiz Federal, provavelmente para prestar os devidos esclarecimentos e a importância da obra. Com seus esclarecimentos, terminou por convencer o judiciário nos termos da DECISÃO que segue:

    Nº 2003.01.00.031776-0 de Tribunal Regional Federal da 1a Região, Quinta Turma, 04 de Outubro de 2004.
    Demandado: Estado do para / Município de Maraba – PA
    Ambiental. Administrativo. Ação Civil Pública. Obras de Infra-Estrutura Portuária e de Proteção da orla Fluvial do Rio Tocantins. Licenciamento Ambiental Concedido pelo Governo do Estado do Pará. Dispensa do Estudo de Impacto Ambiental – EIA e Relatório de Impacto Ambiental – RIMA. Lei 6.938/81. Inexistência de Repercussão Regional da Obra. Não Interferência no Curso do Rio Tocantins. Ausência do Fumus Boni Iuris e Periculum In Mora para o DEFERIMENTO do PEDIDO LIMINAR.

    Esse é o BAIA que eu conheci,

    sds. marabaenses
    sds. democráticas

  2. anonimo

    30 de maio de 2012 - 14:51 - 14:51
    Reply

    Ola amigo anonimo das 22,50h gostei do seu comentario tambem fui convidado aque no bairro Belo Horizonte pra assirtir uma palestra do Deputado João Salame sobre investimento de infraestrutura aque no bairro, não deu outra, pois o Salame esqueceu o foco perdendo todo seu tempo falando mal do Tião,so esquecendo que a pouca infraestrutura do Bairro que fes foi o Tião,

  3. pois é né!

    30 de maio de 2012 - 07:27 - 7:27
    Reply

    que apareça uma quarta… essa terceira já se foi!

  4. Anônimo

    29 de maio de 2012 - 22:50 - 22:50
    Reply

    Falar em trair, o joão salame também já traiu o tião varias vezes. So lembrar de um fato quando o dr. veloso e filhos começaram a afastar o tião da prefeitura, o joão salame foi um dos que ajudou a arquiteta todo o plano.E agora na ânsia de ganhar a prefeitura, o joão virou o inimigo numero u m do Miranda, por onde ele passa e falando do tião.Final de semana passado ele passou em uma reunião com esportista para vender seu peixe e pedir voto, só que levou a maior parte do tempo falando mal do deputado Tião Miranda.Ai eu fico na duvida ontem o salame era o candidato do tião , hoje ele é inimigo do tião.
    Eu acredito que pelo tempo que ele dispensa em falar , citar e criticar o tião.O joão é o maior preocupado com a eleição do TM.
    Não gosto de pessoas que fazem campanha derrubando os outros, pelo visto esta pessoa não tem proposta para o povo.

  5. Anônimo

    29 de maio de 2012 - 12:59 - 12:59
    Reply

    Sou terceira via. Mais do mesmo, to fora.

  6. O povo vota

    29 de maio de 2012 - 09:31 - 9:31
    Reply

    Eita que esta terceira via esta fazendo estrago no meio politico e olha que ainda nem foi decidido o candidato.Voto em Jorge Bichara que ao meu ver é o melhor para este Municipio.

  7. cabelo seco

    29 de maio de 2012 - 09:19 - 9:19
    Reply

    Hiroshi, tadim de nós que nascemo aqui na terra do Chico Coelho e tamo nessa encruzilhada desgraçada, cada qual quer ser o pior, tamo fu…….

  8. Anônimo

    28 de maio de 2012 - 22:40 - 22:40
    Reply

    Marcelo, o Tião do Não já traiu tanta gente que mesmo com dinheiro do Municipio e do Estado terá o minimo de Partido em seu grupo.só que eu acredito no mutirão com mais partidos que estão sobre o dominio do prefeito Maurino e que esse grupo e fortissimo é o que mais está se indentificando com a camada social mais carente.enfim o que atrapalha os sonhos do nosso Povo e o projeto do PT é o Jatene e Tiao.que são opositores de Dilma para as proximas eleições.

  9. Laranjeira

    28 de maio de 2012 - 21:51 - 21:51
    Reply

    Caro Marcelo Cardoso.
    A sua leitura politica está sem rumo, olha Marcelo a 3ª via nunca teve tão forte quanto agora, é tanto que o próprio Tiãofox está preocupado, é comentários de fontes ligada ao ex. prefeito, Marabá tem que sair da incompetência, mas não pode cair não mão da ditadura novamente como todos sabem. Por isso surgiu a ideia de uma composição ampla para a criação de uma 3ª via que será a solução para o desenvolvimento de nossa querida marabá que será a futura capital do estado do carajás, carajás esse que o Tiãofox foi contra o nosso maior sonho. Sou 3ª via, voto Salame.

  10. Tarcisio

    28 de maio de 2012 - 20:43 - 20:43
    Reply

    Beleza. A terceira via tá tomando corpo pra desespero de alguns. E não adianta os que estão fazendo o jogo do Tião do NÃO dizerem qie só vale se o candidato for o Jorge Bichara ou qualquer um ourto. Nada disso. Tem que ser quem tiver melhor nas pesquisas, mais chances de vencer. Viva a terceira via

  11. Marcelo Cardoso

    28 de maio de 2012 - 19:43 - 19:43
    Reply

    Essa terceira via ta com tanto medo ,isso e por que o deputado tião miranda nem começou a fazer suas alianças politicas esperem pra ve se daqui a pouco a maioria desses partidos não estarão apoiando a candidatudo de tião meu povo todos sabemos que o maurino ele msm ta contanddo os dias pra ele msm sair da prefeitura e ainda sabemos que o joão salame não vai a lugar nenhum e ele e que se cuide por que ele vai querer vim pra deputado novamente e não vai ser eleito esperem so que todos nois saberemos essa terceira via e furado italo ipojucam não caia nessa vc ja foi vice não caia nessa dr. jrge bichara o senhor também tenho certeza que não ira se queima junto com essa terceira via não faça isso a sociedade ta de olho todos nois sabemos que tm e a melhor opção pra marabá não vamos fazer besteira novamente assim como fizemos colocando maurino lá portando conto com vcs apoiando tm novamente para o progresso da nossa cidade

  12. Ruy Claro

    28 de maio de 2012 - 18:17 - 18:17
    Reply

    Como militante do PT, concordo com o apoio à terceira via, com João Salame encabeçando a chapa. Acredito que o PT, para facilitar a composição, deve abrir mão de indicar o candidato a vice-prefeito. Lembram que o PT já teve dois vereadores. Pois é, hoje só tem a Toinha, e na legislatura passada, nenhum. Por isso, o Partido tem de recuperar esse espaço, pois força tem para eleger até três vereadores

  13. Anônimo

    28 de maio de 2012 - 17:47 - 17:47
    Reply

    Caro Hiroshi,

    Só para lembrar, no Partido dos Trabalhadores (PT), não há caciques, e que, as decisões politicas do partido quem decide é a executiva, o diretório municipal, e em última instancia, a militância em plenária.

  14. osama

    28 de maio de 2012 - 15:56 - 15:56
    Reply

    digo e repito se o candidato não for o Jorge bichara que é o unico que pode se dizer que não esta comprometido com politicagens o tião vai dar de goleada no resto da 3ª (furada) VIA.

  15. anonimo

    28 de maio de 2012 - 15:27 - 15:27
    Reply

    Voto nulo si hay gobierno soy contra.

  16. Anônimo

    28 de maio de 2012 - 15:16 - 15:16
    Reply

    Esse é o caminho. Aliança, o diálogo, o debate para a formação de uma frente gestora que de um direcionamento para este município. Já se foi a época do coronelismo de ditadores como o Sr. Tião e de populistas como o Sr. Maurino. Marabá deve avançar ou perderá ainda mais espaço no cenário regional.
    A hora é essa! Eu voto terceira via.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *