Só falta agora juiz ser o Editor

Publicado em 16 de abril de 2009

Vou redigir na primeira pessoa.

Primeiro, foi o blog do Juvêncio de Arruda.

Dia seguinte, os jornais.

Com rapidez estonteante, em menos de 48 horas, a mão pesada do Judiciário passou a controlar a veiculação de noticiários e imagens da blogosfera e da imprensa escrita.

É inaceitável isso!

E o poster está fora desse lance do politicamente correto para condenar o conteúdo das paginas policiais. Não gosto de grande parte do que vejo e leio naquelas bandas, mas jamais deixarei de defender o direito da sociedade ler aquilo que lhe interessa. Principalmente a plebe rude, como se diz.

Vou redigir, agora, o primeiro editorial do blog, condenando o retorno da censura na vida dos paraenses.

Juiz é para interpretar a Constituição, e não rasgá-la.

Daqui a pouco, se a sociedade aceitar passivamente essa onda em evolução, o Judiciário deixa os tribunais para invadir as redações e o espaço da blogosfera, feito filtragem estatal chinesa.

Daqui a pouco eu volto para passar a régua.