Sítio Novo entre melhores cidades brasileiras em gestão fiscal

Publicado em 24 de junho de 2015

Foto Fernando Cunha
Foto Fernando Cunha

Dia desses, o blog publicou post apresentando aos leitores a performance administrativa do município de Sítio Novo , cidade localizada ao Norte do Estado do Tocantins, a 20 km de Imperatriz.

Pois bem, agora Sítio Novo do Tocantins é revelado ocupando o terceiro lugar no ranking estadual de melhor gestão fiscal, e na 356º lugar  posição do ranking nacional, entre os 5.243 municípios brasileiros – conforme o Índice Firjan de Gestão Fiscal Brasil (IFGF), elaborado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

“O destaque positivo é o resultado em liquidez, gastos com pessoal e investimentos, nos quais Sítio Novo é um exemplo de que é possível haver  boa gestão fiscal apesar de baixa arrecadação”, comenta Jair Farias, prefeito de Sítio Novo, festejando a pontuação de seu município.

Com um pacto federativo ainda em discussão, a crise na economia brasileira atinge fortemente os cofres da parte mais frágil entre os entes públicos, os municípios. E isso ficou demonstrado na terceira edição do índice Firjan  de Gestão Pública divulgado no final da semana passada.

Esse índice traz dados referentes a 2013 e mostra que oito em cada dez prefeituras  estão em situação fiscal difícil ou crítica, no Brasil.

O IFGV é uma ferramenta de controle social que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos.

Sítio Novo faz o dever de casa.

Síto Novo 2