Sentido inverso

Publicado em 4 de setembro de 2009

Enquanto a maioria dos prefeitos recém eleitos, e alguns reeleitos, procurou corrigir o curso fiscal das prefeituras para o enfrentamento da crise econômica internacional e a recuperação dos cofres quebrados pelas ex-gestões, Maurino Magalhães (PR) preferiu circular pela mão inversa, talvez satisfeito com a estrutura orgânica e financeira encontrada na prefeitura de Marabá.

Oito meses depois de assumir o cargo, em caráter de emergência o chefe do executivo reuniu, no final da tarde de ontem (conforme dica de comentarista do blog), secretarios e o segundo escalão para tomar decisões administrativas amargas, visando conter o risco de inadimplência do município.

Resultado: cerca de trezentos servidores estão sendo demitidos, a partir de hoje,

Amanhã, o blog analisa as medidas do prefeito e o que ele tenta fazer para conter o sangramento financeiro de seu governo.