Hiroshi Bogéa On line

Semana do Meio Ambiente segue até sexta-feira

 

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado ontem, dia 05 de junho, o Conselho Municipal do Meio Ambiente – COMAM, em parceria com diversas entidades da sociedade organizada, reuniu estudantes de diversas escolas municipais da Marabá Pioneira em uma caminhada que percorreu o núcleo. A ação marcou a abertura da Semana Mundial do Meio Ambiente no município, que seguirá até o próximo dia 09 de junho.

Segundo o presidente do COMAM, Carlos Vinicius Azevedo Brito, a iniciativa tem grande importância por estar no contexto do Dia Mundial do Meio Ambiente e por buscar desenvolver a educação ambiental nos participantes. “Nosso público principal são as crianças, pois com atividades como essa criamos nelas a consciência ambiental”, salientou ele, informando que as atividades da semana atingirão todos os núcleos da cidade.

De acordo com a líder de Gestão Ambiental da SINOBRAS, Junimara Sarmento, a iniciativa é extremamente louvável, por isso a Siderúrgica se engajou como apoiadora. “Consideramos este tipo de realização eficaz, pois quando chamamos a atenção por meio da conscientização e da educação ambiental, as pessoas mudam de pensamento e de atitude. Por isso a SINOBRAS se sente satisfeita em apoiar causas como esta”, afirmou. Para Priscila Veloso, do Instituto da Juventude de Marabá, a motivação em participar da programação foi perceber que a sociedade está organizada em torno do assunto. “O melhor de toda essa manifestação é comprovar que as pessoas estão sentindo a necessidade de cuidar de Marabá. Acredito que essa programação da Semana Mundial do Meio Ambiente possa ter impactos positivos muito maiores. Esse momento é apenas uma gotinha no oceano”, afirmou.

Além de participar da programação do COMAM, a SINOBRAS promoverá até esta quarta-feira, dia 06, uma Feira Sustentável dentro da usina, com artigos fabricados a partir de material que seria descartado. Da feira participam a Associação de Artesãos de Marabá Mãos e Arte; o Centro Social de Atendimento à Criança e ao Adolescente – CEACA, e a  Liga Paraense de Karatê Interestilos – LIPAKI.

Post de 

1 Comentário

  1. Francisco Sampaio Pacheco

    6 de junho de 2012 - 15:00 - 15:00
    Reply

    Amigos,

    Quando penso no meio ambiente, penso no desperdiço de vida que sofremos por conta de tantos irresponsáveis por esse MUNDO desenfreado.
    Quando penso no meio ambiente, penso na mão do homem assassina!
    Quando penso no meio ambiente, penso naquele individuo que usa todo o seu terreno enxertando de concreto, sem deixa um palmo de terra, jardim só em sonho e um forno REAL! Brincadeira né bicho?
    Quando penso no meio ambiente, penso e vejo pessoas procurando ar puro para aspirar sem encontrar!
    Quando penso no meio ambiente, penso que anos atrás, através de informações, nosso Rio Ytacaiunas estava com os dias contados.
    Quando penso no meio ambiente, penso nos RIOS servindo como depósitos de lixo.
    Hoje podemos dizer que são mais de 2 mil espécies de peixes.Amanhã será possível dizer o mesmo?
    Quando penso no meio ambiente, penso que nunca mais vou ficar admirar grandes castanheiras da nossa REGIÃO!
    Quando penso no meio ambiente, penso no impacto ambiental que aconteceu com a criação da barragem de TUCURUÍ prejudicando o ambiente.
    Quando penso no meio ambiente, penso nas árvores sendo aniquiladas, na falta de mais seriedade por parte dos GOVERNANTES.
    Quem corta uma árvore deveria plantar 1.000,00.

    O bicho homem é autor de tantas tragédias tipo as citadas acima, afetando a vida dos humanos e ecossistemas.
    A grandeza desse universo verde está escorrendo entre as mãos.

    É UMA TRAGÉDIA.

    Saudações ambientalista por convicção

Leave a Reply to Francisco Sampaio Pacheco

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *