Hiroshi Bogéa On line

Sabe com quem tá falando?

Quem assistiu a audiência dos promotores públicos com o prefeito de Marabá, para tratar da terceirização de serviços de coleta de lixo, sem licitação, diz que nunca tinha visto aplicação de saia-justa tão bem talhada pelo prefeito nas autoridades do MP.

Maurino Magalhães entrou na sala chutando o balde, ao encarar os promotores com argumento de que ele, como autoridade maior do município, podia, sim, contratar empresas através da modalidade carta-convite e que o seu ato administrativo não seria revogado em hipótese alguma.

Sem tugir nem mugir, os promotores teriam ficado até assustados com a postura firme do prefeito de Marabá, que não abriu um milímetro da convicção de que errados estão os membros do MP ao colocarem em dúvida a legalidade de seu ato.

De tão pesado o clima, uma promotora saiu às pressas da audiência.

Há controvérsias, se ela retirou-se da sala assustada com a fala grossa do prefeito ou indignada.

No primeiro duelo, Maurino Magalhães levou o MP à lona, literalmente.

Post de 

11 Comentários

  1. Anonymous

    10 de março de 2009 - 16:54 - 16:54
    Reply

    E COMO FICA A QUESTÃO DE NEPOTISMO EXISTENTE NA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL. VICE PREFEITO COM IRMÃ NA CHEFIA DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA PREFEITURA SEM CONCURSO, ETC…

  2. Anonymous

    7 de março de 2009 - 00:26 - 0:26
    Reply

    Costumo dizer que, às vezes, membros do MP do Pará têm crises de identidade. Sem saber o que fazer do cargo, acabam fazendo asneiras.
    Não gosto do Maurino Magalhães, nem como legislador, nem como Prefeito.
    É possível sim, em tese, contratar uma empresa pela via do Convite. Convite é uma modalidade de licitação, para contratação de obras e serviços até o limite de determinado valor.
    A administração é obrigada a “convidar” para o certame o mínimo de três empresas interessadas, normalmente já cadastradas na Prefeitura. O que acontece, na maioria dos Convites é que o administrador público, querendo beneficiar uma empresa amiga, avisa seu sócio dessa licitação, dizendo para ele arranjar mais duas empresas “amigas” para participarem da licitação. Como todas são amigas, a amiga do administrador público combina os valores a serem propostos, ficando ela com o menor peço que, fatalmente será a vencedora.
    É assim que a coisa acontece. Ou acaba-se com essa vergonha do Convite ou essas falcatruas vão continuar acontecendo.

  3. Cabelo Seco

    6 de março de 2009 - 17:53 - 17:53
    Reply

    Sabe o que preocupa? MP deveria saber que o caminho a ser seguido seria arguir o prefeito pelos meios legais. Em um estado que o governo está acima da lei,que não cumpri decisões do judiciario, acionar o judiciario pra que? Pra passar mais uma vergonha?
    Desse pequeno relato do post,da pra imaginar como foi o clima da reunião na casa do Nagib,antes da eleição da câmara. Dizem, que o prefeito usou esses mesmo termos, “eu sou o prefeito da cidade, se não fizerem o que eu quero vão se ver”

    Ou seja, ele é o todo poderoso.

  4. Anonymous

    6 de março de 2009 - 15:04 - 15:04
    Reply

    Parabéns ao nosso prefeito Maurino Magalhães, agiu muito bem.

  5. Anonymous

    6 de março de 2009 - 14:45 - 14:45
    Reply

    Hiroshi, vc tá certo sim, o Prefeito Maurino começou – e mal – seu (des)governo e vc vem colocando bem – sem paixões, de forma isenta – as pisadas na bola do Maurino, desde a questão pela disputa da Câmara quando ele surpreendeu os vereadores com a arrogância própria dos soberbos, como gosta de dizer o Barata. ele mudou sim, após a eleição, agora não é mais o carneiro, e sim o lobo…
    Já escuto – quem diria? – o povo dizer que “era feliz e não sabia”, com o governo do tião.
    Mas como dizia meu finado pai, o povo tem o governo que merece.
    Continua assim, cara!
    abs
    José Carneiro

  6. Hiroshi Bogéa

    6 de março de 2009 - 12:52 - 12:52
    Reply

    E quem conhece o Maurino, tu?
    A credibilidade do blog é medida diariamente aqui pela audiência dele, cada vez mais crescente. Não pela tua vontade. E estamos de olhos bem abertos, acordados, sim, monitorando vocês fazendo besteiras.

  7. Anonymous

    6 de março de 2009 - 12:48 - 12:48
    Reply

    Assim o seu blog cai mais no descrédito do que já está. Qualquer prefeito que tivesse tal atitude ficaria com a corda no pescoço. E quem conhece o Maurino sabe que ele não teria esse comportamento, ainda mais com autoridades do Ministério Público. Acorda, Hiroshi.

  8. Juvencio de Arruda

    6 de março de 2009 - 12:47 - 12:47
    Reply

    Então cumprimento o promotor danado.
    Abs, Hiro.

  9. Hiroshi Bogéa

    6 de março de 2009 - 12:37 - 12:37
    Reply

    Estava, Juvencio. Mas reagiu, ratificando a disposição do MP de exigir a licitação. O clima foi pesado demais, deixando perplexas principalmente pessoas que sempre viram o prefeito como uma pessoa serena.
    Abs

  10. Anonymous

    5 de março de 2009 - 21:24 - 21:24
    Reply

    O MP está muito preocupado com o início do governo do Maurino Magalhães, tudo o que acontece, o MP quer meter o bedelho, bem ao lado deles tem o prédio do Fórum que é a maior vergonha e eles não dizem nada.

  11. Juvencio de Arruda

    5 de março de 2009 - 19:16 - 19:16
    Reply

    Hiroshi e aquele promotor que gosta de atirar em mulher tava na reunião? Aceitou a peia do prefeito?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *