Hiroshi Bogéa On line

Rebelião na penitenciária chega ao fim

 

 

Contornada a rebelião no interior do Centro de Recuperação  Mariano Antunes, onde 70 detentos de um dos pavilhões fizeram refém um agente prisional.

Motim acabou no final da manhã quando juízes da vara de execuções criminais e representantes de órgãos de imprensa marcaram presença, negociando a liberação do agente prisional, quer ficou cerca de sete horas em poder dos rebeldes.

Presidiários exigiam melhor alimentação e a redução de superlotações no sistema carcerário.

Post de 

3 Comentários

  1. Anônimo

    3 de março de 2012 - 07:28 - 7:28
    Reply

    Com o já já no governo. a tendência e piorar.

  2. anonimo

    28 de fevereiro de 2012 - 15:01 - 15:01
    Reply

    Conforme divulgado em toda imprensa nacional Maraba esta em segundo lugar no Brasil em termos de violencia.Acredito que com um pouquinho mais de esforço de nossos goverantes atingiremos e primeiro lugar com todas as honras.

  3. Luis Sergio Anders Cavalcante

    27 de fevereiro de 2012 - 14:37 - 14:37
    Reply

    Hiro, menos mal que acabou sem maiores problemas. Acho que esse específico problema, poderia ser resolvido, ou minimizado, com agentes infiltrados para detectar com antecedencia possíveis motins. Em 27.02.12, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *