Hiroshi Bogéa On line

Professora Edilza desabafa

Professora Edilza Fontes, em seu blog, revela que “conhece bem”  Dionísio Gonçalves – o antigo “professor Dionísio” dos movimentos reivindicatórios de professores, agora preso pela Polícia Federal.

A blogueira afirma, em um post dedicado ao detento, considerá-lo de  “péssima qualidade”.

A ilustre educadora pode ter seus motivos para fazer esse juízo de valor do moço encrencado.

Afinal, usando o prestígo de Edilza junto ao governo do Estado, logo no início do mandato de Ana Júlia, Dionísio mostrou as garras em Marabá  anunciando que bancaria a indicação da diretora da 4a URE, além da substitução de diretores de escolas em dezenas de municípios do Sul do Pará, como realmente conseguiu, deixando no chinelo políticos antigos do PT na região.

A nomeação da professora Irene Ribeiro para a 4a URE foi atribuída às articulações de Dionísio junto a então influente Diretora da Escola de Governo, Edilza Fontes.

O forte apadrinhamento de Edilza permitiu a Dionísio estabelecer tormentosa escala de confronto com a direção da DS de Marabá, tanto que a filiação dele agregado à tendência foi uma verdadeira guerra, envolvendo Fontes e o ex-Chefe da Casa Civil,  Charles Alcântara, abonador da ficha de filiação do rapaizola.

À época, a DS e o Partido dos Trabalhadores assinaram documento desmentindo nota que este poster publicara na coluna que escrevia no Diário do Pará, negando a filiação de Dionísio à legenda. Dia seguinte, Charles Alcantara desembarcou na cidade e bancou a filiação do moço.

Por diversas vezes, Dionísio Gonçalves foi visto percorrendo  o Sul do Pará ao lado da professora Edilza, articulando contatos políticos. Essa estreita ligação de ambos permitiu às línguas ferinas soltarem suas maldades acerca  da progressiva amizade.

Claro, às maldades de terceiros,  justíssimo  é desconsiderá-las, preservando respeito às afinidades pessoais de quem quer seja.

Lendo agora em seu blog o desabafo da respeitada educadora, instigou a curiosidade deste poster, saber o que realmente deve ter ocorrido para que Edilza Fontes atribua, agora, a Dionísio o conceito de “péssima qualidade” .

Para memorizar, alguns links abaixo de parte do que foi publicado aqui no blog, a respeito de Dionísio.

Havia muito tempo,  isto sim, o poster carrega  avaliação de péssima qualidade do que ele representava para Marabá  e, especificamente, para o setor educacional.

1- Dionísio derrotando a deputada Bernadete ten Caten na disputa pela direção da subsede do Sintep de Marabá;

2- Dionísio desmontando  a espinha dorsal do Partido dos Trabalhadores de Marabá. Aqui também.

3- Dionísio arquitetando candidaturas a prefeito de Marabá ou a deputado estadual;

4- Dionísio, primeiro-ministro no Sul do Pará;

5- Dionísio instalando crise atrás de crise, dentro do PT;

6-  Um freio de arrumação por parte do TCU dá um chega pra lá;

7- Dionísio vence a cana de braço com o PT, bancado por Edilza Fontes.

8- Dionísio desaparece de Marabá, assim de repente, e vira empresário além-mar.

————————

atualização às 10:35 (11/12)

A nomeação de Irene Ribeiro para a 4a Unidade Regional de Educação resultou de articulações da DS de Marabá, ainda sob de influência do ex-vereador Ademir Martins. Professor Dionísio, com apoio político de Ezilda Fontes, passou grande parte do tempo em que Irene esteve à frente da URE tentando destituí-la do cargo.

Não foi preciso.

Meses à frente, a própria Irene pediu demissão  alegando problemas de saúde.

Foi aí que entrou o candidato de Dionísio Gonçalves, conhecido como “JP”, para ocupar o lugar de Irene.

O diretor da 4a URE, “JP”,  indicado por Gonçalves, continua no cargo até hoje.

Post de 

14 Comentários

  1. Anonymous

    14 de dezembro de 2010 - 19:48 - 19:48
    Reply

    Será que o Ferreirinha vai continuar no PT a pois a derrota da Governadora. acho que não, pois ele se que desfiliou do outro partido dele sendo caçado a sua candidatura que convenhamos a do Macarrão estava bem mais organizada.

  2. Anonymous

    14 de dezembro de 2010 - 01:58 - 1:58
    Reply

    Caro Hiroshi, quais são as provas reais e contudentes que incrimina os acusados? Em especial a professora Edilza.
    Acho que há alguns post que apenas tripudiam de forma caluniosa.
    Veja bem, nem sempre as acusações são verdadeiras, apenas procuram atingir desafetos. Mas, parabéns pelo espaço de debate de grande acesso.
    Não sou aliado da Edilza, mas vamos fazer justiça nas informações. Isso valoriza o debate.

    Ah. Sobre o Macarrão, quero dizer que esse sim, além de outros do porte, abuso do poder econômico para alcançar "mixa" (pelo $ abusado) de votos. Não é como uma festinha de aniversário de partido e liderança política pré-candidata a prefeita, sem doar nada, como acusam a deputada Bernadete.
    Esse cidadão gastou tanto nessa campanha, que não dá pra entender o por que ser deputado, se o que receberá em pagamento de salários e algumas mordomias, fica longe do gasto de campanha.
    É, sabe lá né?
    Abraços.

  3. Anonymous

    13 de dezembro de 2010 - 13:59 - 13:59
    Reply

    RELETINDO O HOJE DE OLHO NO AMANHÃ

    Ao anonimo do dia 12 de dezembro de 2010 14:59, meu caro amigo, presumo que sejas o arauto da Profa Edilza Fontes, no intuito de defendê-la, pelo fato da mesma, está em situação deselegante diante de suas próprias escolhas dos seus "aliados politicos", no qual a mesma buscou calcificar suas bases para se sair como A FAVORITA pela base da DS no PT para assumir um cargo politico de maior envergadura nas eleições recentes. Meu caro anônimo, deixa de ser pessimo defensor e um crapola sanguinolento, afinal utilizas de argumento de um idiota amador. Se queres defender a Profa Edilza, busca pelo menos utilizar o bom senso de uma poderosa argumentação em favor da mesma, que presumo que deve haver, até porque, não existe ninguém desse meio que não mereça defesa (até que prove ao contrário), todos estão beneficiados pela benesse da duvida de serem ou não culpados. Busque argumentar com fatos, dados e informações de fontes e/ou até nomes e, pare de se utilizar da situação para denegrir pessoas que tenho certeza que você nem conheçe. Pórem, caso os tenha, publique, pois eu mesmo quero saber, logo exponha os fatos, e todos nós iremos opinar a cerca das informações, que podem ser postadas neste excelente Blog e/ou em outro qualquer que aches apropriado. Mas se não tem nada a contribuir me faça um favor: Meça as suas palavras pois elas podem virar contra, quem quer que seja você, no qual penso que está com muita raiva e rancor. Quanto a Profa Edilza, reflito que a mesma está vivendo seu inferno astral, carnal, social e politico.Todavia por conta de suas péssimas escolhas politicas, suas desastradas opiniões e argumentos contraditórios, no qual tomo conhecimento no seu próprio Blog e no qual ja expus a minhas reflexões para que a mesma possa fazer as suas também. FELIZ NATAL PARA TODOS E TODAS E UM ANO SUPER MEGA PROSPERO PARA O PARÁ, BRASIL E O MUNDO TODO.

  4. Anonymous

    13 de dezembro de 2010 - 00:13 - 0:13
    Reply

    Bela materia bogea.. a mascara da professorinha caiu!!!

  5. Anonymous

    12 de dezembro de 2010 - 17:59 - 17:59
    Reply

    Porque só comentam sobre a Professora Edilza, porque não do PUTY que foi apoiado pelo Ferreirinha de marabá que esta preso e pertence a DS que inclusive foi candidato a deputado estadual pela DS e também foi apoiado pelo PUTY . Porque não fazer comentários do Anibal Picanço ex Secretário da SEMA que também é da DS e que esta sendo investigado pela Polícia Federal e que também apoiou o PUTY.

  6. Anonymous

    12 de dezembro de 2010 - 00:00 - 0:00
    Reply

    Parabéns prezado Hiroshi pelos seu blog. Está cada vez melhor e posso dizer que sou seu leitor assíduo.
    Essa da Edilza não colou e você colocou a nú a realidade, complementada pelos seus leitores que interagiram com mais informações.

  7. Na Ilharga

    11 de dezembro de 2010 - 19:54 - 19:54
    Reply

    Oportuno e primoroso post, caro Bogéa. Expõe toda a ambição pelo poder daqueles que não medem consequências nem escolhem espaços para alcançar seus torpes objetivos.

  8. Anonymous

    11 de dezembro de 2010 - 14:00 - 14:00
    Reply

    O MPE pediu a cassação do diploma do Macarrão….
    PROCESSO:RP Nº 319985 – Representação UF: PA TRE
    Nº ÚNICO:319985.2010.614.0000
    MUNICÍPIO:BELÉM – PA N.° Origem:
    PROTOCOLO: 232752010 – 09/12/2010 12:08
    REPRESENTANTE(S): MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
    REPRESENTADO(S):PAULO LIBERTE JASPER
    ADVOGADO: .
    REPRESENTADO(S):WANDERLEY CAMPOS WERNWK
    ADVOGADO: .
    RELATOR(A):JUÍZA EVA DO AMARAL COELHO
    ASSUNTO: REPRESENTAÇÃO – CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO – DEPUTADO ESTADUAL – PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DIPLOMA – PEDIDO DE CASSAÇÃO DE REGISTRO
    LOCALIZAÇÃO:SCAD-SEÇÃO DE CONTROLE, AUTUAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO
    FASE ATUAL:10/12/2010 11:12-Enviado para GABJM. Conclusos

  9. suldestedopara

    11 de dezembro de 2010 - 13:32 - 13:32
    Reply

    Esses nossos educadores …
    Eles são perseguidos mesmo com o término da ditadura….

    Força Mestre Dio, força mestra Edi!

  10. Anonymous

    11 de dezembro de 2010 - 05:32 - 5:32
    Reply

    Prezado Hiroshi.
    Pessoalmente não tenho nada contra a professora Edilza, até nutro de muito respeito pela sua história de vida, como foi uma árdua militante de esquerda na luta contra o capital.
    Não obstante, entendo que a chegada ao núcleo de poder do Estado não lhe fez muito bem. Pelo contrário, arranhou um pouco sua valorosa história de vida.
    Realmente, ela não sabia com quem estava lidando, mesmo com alguns antigos companheiros de luta, ainda mais com um cidadão desconhecido, sem história e mal intencionado. Falo isso, porque já havia provado quando assumiu o SINTEPP Marabá.
    Mas, o sentimento da DS de disputa interna e raivosa, casado com o desejo de iniquilamento de expressuvas lideranças, como no caso mais contundente com a Deputada Bernadete, a incorporação de elementos desse quilate na DS encaixava como uma luva no péssimo projeto de perpetuar-se no governo.
    Além do mais, provavelmente em diversas ocasiões foram proporcionados momentos de prazer e satisfação.
    No entanto, o garoto quando já havia alcançado boa parte dos seus objetivos, tratou de abandonar a estratégia inicial de derrotar alguns "desafetos" internos e proporcionar condições da dd. professora alçar vôo rumo a ALEPA. Pior, aliou-se a "poderosos" do governo tornado-se sócio dos mesmos nos vantajosos negócios empresarias do ramo da areia, seixo e, até calcário. Bem como apoiou a candidatura do Ferreirinha. Realmente é um tremendo "traíra"!
    Não acredito que a dd. professora esteja envolvida em negócios escusos do Dio e outros "poderosos".
    O cidadão traiu a dd. amorosa e politicamente. É f… .
    Abraços.

  11. Anonymous

    11 de dezembro de 2010 - 01:05 - 1:05
    Reply

    "Coitada" da Edilza, tão ingênua, não sabia com quem andava. Só descobriu quando lhe passou a perna.
    Eles se merecem, pode ter certeza.

  12. Anonymous

    10 de dezembro de 2010 - 23:03 - 23:03
    Reply

    Quem te viu quem te ver… Quem não sabe da verdadeira historia pensa que a pobre professora Edilza e mais uma enganada pelo Dioniso. Mas a verdadeira historia e que a professora Edilza atuava junto com Dioniso, em esquemas num tanto suspeito na região, chegando ate ser sócios em uma empresa de exploração de recursos naturais. Esquema esse que custou aos cofres do Estado cifras ate hoje não divulgados. Pensamos, … como um professor do estado com 100hs aulas conseguiu criar um império, tornando-se um empresário no ramo da construção civil.( Há… só pra lembrar aos navegantes, a empresa do Super-Dio explorava areia e seixo com a autorização da SEMA…) , E porque dessa raiva repentina da Professora com o seu aluno mais admirado?… Só pra lembrar também, que a saída da Professora Edilza Fontes do governo Ana Julia ate hoje, ainda não foi totalmente explicado. Essa e mais uma historia do aluno superando o seu mestre.

  13. Anonymous

    10 de dezembro de 2010 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Grande Hiroshi, esta "grande educadora" pensa que somos bobos..Aproveito, não sei se pode postar, mas para a matéria ficar mais rica, deveria postar a cara deste lobista…

    um abraço,

  14. Anonymous

    10 de dezembro de 2010 - 22:21 - 22:21
    Reply

    Prezado,
    Parabéns pelo blog. Cada vez melhor.

    Não publique este post, por favor.
    O motivo das desavenças entre os comparsas é empresarial e amoroso.

    Investigue a empresa de extração de seixo e areia em áreas de comunidades tradicionais que ele montou com Edilza usando esquemas fraudulentos na sema (pistas: pergunte ao secretário de meio-ambiente de vigia. Áreas de seixo em Curuçá)

    Aí está um dos motivo da briga do dois e um dos motivos para o veto à candidatura da Edilza por parte da Ana Julia.

    O Dionísio desapareceu depois que a Edilza perdeu espaço no governo e não tinha mais como intermediar os esquemas da "cooperativa" dos dois.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *