Hiroshi Bogéa On line

O Cara é o Cara

Observaram bem a Data-Folha divulgada no inicio da semana? Deve ter caído como chumbo sobre os defensores da tese de que Lula não conseguiria transferir votos à sua candidata presidencial.

Uma rápida pincelada.

A avaliação de Lula ter voltado a crescer (agora 69% de ótimo+bom) confirma os dados sobre sua avaliação (GPP), nas capitais mais importantes. E da mesma forma que a crise econômica não o afetou, apesar de ter se intensificado.

Data-Folha mostra as seguintes respostas entre março e maio de 2009: a) a situação do país vai melhorar de 31% para 41%. b) O desemprego vai aumentar, cai de 59% para 43%. c) Inflação vai aumentar cai de 48% para 36%.

Os que estão de acordo com um terceiro mandato passam de 34% para 63%.

Dá pra notar claramente que o aumento da capacidade do presidente transferir votos.

Lula (na induzida) tem 47% das intenções de voto e Serra 25%, caindo 13 pontos. Essa é uma boa e má notícia. Boa porque define um piso para Serra. Má porque ele ainda pode perder 1/3 de suas intenções de voto se Lula mantiver capacidade de transferi-los.

Lula tem na espontânea 27% ou 57% da induzida. Serra tem 5% ou 13% da induzida sem Lula. Dilma tem 4% (e com Lula marcado), ou 25% de seus 16%.

Sem SP (supondo diferença aqui pró-Serra de 40 pontos), o resultado seria Serra 32% e Dilma 20%.

Lá se vão oito meses da crise econômica. O Brasil, neste período, ficou entre os países com dados mais acentuados de queda na indústria, no PIB e no comércio exterior. Por que razão a máxima (“é a economia estúpido”) de Carville, assessor de Clinton na época, que relaciona a economia à política, não atingiu Lula?

Alguém pode responder?

Post de 

9 Comentários

  1. Anonymous

    7 de junho de 2009 - 15:48 - 15:48
    Reply

    È verdade mesmo, o povo não teve e não terá mais medo de serem felizes. Mas por favor Lula, vete a MP dos Grileiros!!!
    Abraço a todos!

  2. Anonymous

    3 de junho de 2009 - 17:51 - 17:51
    Reply

    Das 10:18 quer vc goste ou não a mudança da matriz de transportes no Brasil de ferroviária para rodovíária foi articulada , montada e realizada no governo JK com o acordo para instalação das montadoras.
    O Governo militar deu continuidade , pelos motivos que vc com razão expõe , sedimentando definitivamente o erro e se a Belém Brasilia fosse uma linha ferroviária aí sim meu velho o Pará seria outro.
    Um abraço
    Tadeu

  3. PETER PETRELLI

    3 de junho de 2009 - 14:12 - 14:12
    Reply

    JK estava na contramao do desenvolvimento mundial.
    Todos os paises que estavam em desenvomvimento estavam investindo em ferrovias e trens de passageiros metros e o cara de pau de MG do JK endividou o Brasil para construir a capital mais corrupta do mundo o que nos deixou umgrande legado: a in competencia de amdinistrar uma nação que tinha tudo para ser lider já na época da america do sul e barrar a entrada dos EUA na colombia e dar as cartas por ser um pais de dimensoes continentais.

    Paises assim merecem desenvolver com seriedade e concordo com a visao de que a solução de transporte de cargas deveria ser atraves de ferrovia o que nao deixaria de investir na malha viaria de rodovias o que acarretaria menos veiculos transitando e um custo menor de obras de pavimentação.

    Agora chegamos a uma situação em que os empresarios do asfalto tem um lobby muito maior no congresso que os dos trilhos. INFELIZMENTE ESTE É O BRASIL – QUASE 40 ANOS ATRASDO EM NIVEL DE DESENVOLVIMENTO EM RELAÇÃO AOS PAISES QUE OPTARAM POR UMA POLITICA SERIA DE TRANSPORTE.
    SDS,

  4. Anonymous

    3 de junho de 2009 - 13:18 - 13:18
    Reply

    Acredito que o Tadeu desconhece a nossa história recente.
    Nao foi JK que mudou o plano de transportes do Brasil e sim o governo militar que em 1966 baseado no preco baixo do petroleo mandou desativar inumeros trechos ferroviários e abandonou totalmente o sistema ferroviario restante.
    JK fez a maior obra de integracao deste pais ligando o norte ao restante do pais através da Belem/Brasilia estrada esta que transformou a nossa regiao.

  5. Anonymous

    3 de junho de 2009 - 08:50 - 8:50
    Reply

    É que Lula cuida do social.

  6. Anonymous

    2 de junho de 2009 - 17:43 - 17:43
    Reply

    Ola das 09:14
    JK , aquele que derrubou a matriz ferroviária para rodoviária impondo um custo Brasil que derruba a competitividade dos nossos produtos lá fora ainda hoje e ainda de quebra fundou Brasilia , num festival de corrupção e gastança do dinheiro público que nos legou uma inflação de 30 anos e alienou definitivamente nossos políticos da realidade do país e do convívio com seu povo.Sinceramente não consigo entender o por que do Jk ser considerado bom a não ser o fato do mundo na época estar vivendo as primeiras bem aventuranças do pós-guerra e ele ter um espírito encantador e que dele sabia se aproveitar como ninguém.O presidente bossa-nova foi na realidade o presidente bosta-nova
    O Lula é bom , tem que ficar longe do JK.
    Abraços
    Tadeu

  7. Anonymous

    2 de junho de 2009 - 12:14 - 12:14
    Reply

    Uma coisa é certa:
    Nossso pau de arara de Garanhuns-PE quebrou todos os paradigmas mostrando que uma boa administracao nao parte somente de bancos universitários e sim do bom senso e competencia.
    Lula sempre será o nosso presidente pois na história republicana deste país somente JK pode ser citado ao lado de nosso presidente.
    Vamos apoiar o terceiro mandato pois o nosso país merece.

  8. Anonymous

    2 de junho de 2009 - 10:20 - 10:20
    Reply

    Num País de cegos, quem tem um olho é Rei.

  9. telmachristiane

    2 de junho de 2009 - 00:41 - 0:41
    Reply

    Exatamente porque ele é o cara !
    Abraços.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *