Hiroshi Bogéa On line

No silêncio da noite

Na noite do dia 10 de setembro, no apartamento de um hotel de Belém, o deputado federal Asdrúbal Bentes (PMDB) tomou a decisão que nem ele, até aquele momento, imaginava ser o destino de sua malfada disputa eleitoral.

Pegou o celular e alcançou Marino Magalhães saindo de uma caminhada, em Marabá.

Na rápida conversa, Bentes indagou se Maurino poderia estar em Belém, dia seguinte, para um encontro com ele e Jader Barbalho, sem lhe dar maiores esclarecimento a respeito da reunião.

Nada bobo, Maurino entendeu que poderia haver naquela proposta algum tipo de negociação política para a reta final da disputa. Ao mesmo tempo em que mudava a agenda de encontros matinais, Magalhães aceitou o convite, pegando o vôo da Gol na madrugada.

Pela manhã, no gabinete de Jader Barbalho, antes da chegada de Maurino, Asdrúbal comunicou-lhe que iria renunciar à candidatura de prefeito.

– Você ficou louco, Asdrúbal? O que justifica uma decisão desta? -, perguntou Barbalho.

– O povo de Marabá, definitivamente, dá mostras de que me quer apenas na Câmara Federal, todas as pesquisas indicam isso.

Meia hora depois, Maurino Magalhães adentrava a sala onde já se encontravam os dois peemedebistas.E também, foi nessa hora que ele tomava conhecimento da decisão de Asdrúbal sair da disputa para apoiá-lo.

Sandra, mulher de Bentes, só foi saber da novidade, na tarde do dia 11, quando o deputado federal desembarcou em Marabá, acompanhado de Maurino.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    9 de outubro de 2008 - 17:39 - 17:39
    Reply

    Agora depois dessa taca muito bem dada, anota aí Hiroshi, é Asdrubal para deputado federal e Nagib para deputado estadual.
    Luís Sodré
    Marabá

  2. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 16:51 - 16:51
    Reply

    Blogueiro.
    Amigos que se cuidem aqueles que pretendem lançar suas candidaturas a deputado federal em 2010,pois se ouvia por uma boca só, “Asdrubal será bem apoiado por Maurino”,o velho Bentes soube recuar na hora certa pra depois aplicar um cheque-mate em seus concorrentes diretos…O que mim faz rir de tudo isso era as propagandas negativas que se faziam durante o período eleitoral em relação a desistência de Bentes; pobres quadivantes precisam aprender a mecher as peças do tabuleiro Viva o grande Jader Viva ao Velho Bentes…

  3. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 11:54 - 11:54
    Reply

    Marabá ainda irá agradecer muito esta decisão do Asdrúbal. É inegável seu legado em prol do nosso município.
    Certamente o reconhecimento virá em 2010.

    Valeu! Deputado.

    El Cid

  4. Anonymous

    7 de outubro de 2008 - 22:08 - 22:08
    Reply

    Depois que a farra passou, são todos ótimos! bobo é o povão!

  5. tom sawyer

    7 de outubro de 2008 - 16:39 - 16:39
    Reply

    Sábia decisão de um grande político e também grande estrategista. Política é arte, é um jogo de xadrez.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *