Hiroshi Bogéa On line

No balcão das negociatas partidárias, a proposta indecente de R$ 1 milhão

Nem chegara ainda o dia por completo, cidadão bate à porta de forma consistente, forte, com intuito mesmo de despertar quem estivesse ainda debaixo de lençóis.

Do lado de dentro, alguém, ainda na cama, assusta-se com as batidas na porta e dá um sacode no sono, levantando-se apressado para atender.

A inesperada visita, àquela hora, é meia-cara de personagem que tentou cavar seu nome no jogo sucessório municipal.

Estava ali, de sopapo, para dar retorno à proposta de apoiar outra candidatura.

No frigir do ovos – e da conversa, o ataque:

 

– “Nós aceitamos apoiar a candidatura, mas queremos R$ 1 milhão”.

 

Baixa o pano.

Post de 

9 Comentários

  1. Benardo santos

    19 de agosto de 2016 - 08:59 - 8:59
    Reply

    Fala o nome do cabra, que vou manda castralo.kkkkkk

  2. Plinio Pinheiro Neto

    17 de agosto de 2016 - 20:36 - 20:36
    Reply

    Caro Hiroshi

    Essa é a política da qual me afastei faz tempo, quando começou a transformar-se nisso que é hoje, profissão, meio de vida e balcão de espúrios negócios. Fiz política nos tempos românticos desta, em que a faziam como a arte de servir aos outros e não a si mesmo. Se a pessoa a quem você se refere é quem eu estou pensando, lamento profundamente, pois por outras razões mais sérias e inalienáveis, deveria ser espelho e exemplo para os demais.

    • Hiroshi Bogéa

      17 de agosto de 2016 - 20:39 - 20:39
      Reply

      É exatamente quem você está pensando, Plínio. Abs

  3. Djalma Guerra

    17 de agosto de 2016 - 16:33 - 16:33
    Reply

    O melhor candidato de Marabá é o Sr. NULO.

  4. Paulo

    16 de agosto de 2016 - 14:25 - 14:25
    Reply

    Quem sera ESSA pessoa ?

  5. Luiz Gonzaga Oliveira de Almeida

    16 de agosto de 2016 - 00:20 - 0:20
    Reply

    Isto é uma Crônica, Hiroshi?

    • Hiroshi Bogéa

      16 de agosto de 2016 - 10:19 - 10:19
      Reply

      Pode ser uma “crônica”. Crônica das safadezas de políticos imorais.
      Mas é um fato real. Ocorrido semana passada. Extorsão pura

  6. anonimo

    15 de agosto de 2016 - 17:45 - 17:45
    Reply

    ? dê nomes.

  7. Obimp

    15 de agosto de 2016 - 14:04 - 14:04
    Reply

    Quem? Quando? Onde? Como? Ppr quê?
    Título cheio, reportagem vazia.. Pena…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *