Mística e tradição ainda valem muito no futebol

Publicado em 30 de abril de 2012

 

 

A diferença dos dois grandes clubes  do Pará àqueles times emergentes, entre os quais destaca-se o Águia de Marabá, está na tradição e no amor que os torcedores devotam por Remo e Paysandu.

Domingo, no Mangueirão, a fé da massa azulina pode ser medida em cada palmo que se percorria nas arquibancadas e cadeiras do estádio.

A tradição e a mística pesaram no resultado final.

Merecidamente, o Remo venceu o segundo turno.

E sua torcida deu aula de como se faz um grande clube de massa.

A foto do Mangueirão com mais de 40 mil torcedores foi enviada ao blog por torcedor remista zoando do poster.