Hiroshi Bogéa On line

Marca do governo Salame sintetiza sonhos e unidade

 

 

Untitled-1

 

 

 

A  marca do governo João Salame  é de muita leveza e modernidade.

Com o intuito claro de traduzir o conceito de mudança em tudo o que for feito, a partir de 2013, a logo tem um sinal indicativo de busca do futuro, em forma da letra “A”, que a cidade tanto sonha,  marcado pelo desenvolvimento pleno.

As suas evoluções buscam representar um  novo  governo e um novo município, onde as oportunidades devam ser para todos.

Do ponto de vista comunicacional, há, também, a intenção de se usufruir do recall permanente da campanha pela criação do Estado de Carajás, cuja retomada da luta seráa deflagrada, novamente, a partir de  5 de abril,  com a realização de ato que deverá contar com todos os prefeitos do Sul e Sudeste do Estado.

A palavra Carajás”, é parte integrante da marca, associando o nome do município à causa maior.

Comprometido com a campanha pelo novo Estado, Salame oficializa seu empenho permanente de luta, simbolizando o gesto na própria marca de governo.

As cores sinalizam o novo tempo de alegria que  a gestão Salame buscará empreender em todo o município, nos próximos quatro anos, elevando a autoestima da gente que habita a terra de Francisco Coelho.

A busca pela unidade, através do permanente diálogo que a administrará manterá com todos os segmentos da sociedade.

A conjugação da sobriedade da marca com a ousadia do slogan  – Marabá, Minha Cidade, Meu Futuro -,  sintetiza a disposição do governo de encarar de forma corajosa e realista a tarefa gigantesca de reduzir as desigualdades que tanto entravam o desenvolvimento e a busca pela cidadania.

Post de 

25 Comentários

  1. agenor garcia

    21 de janeiro de 2013 - 11:50 - 11:50
    Reply

    Também não gostei da logomarca. Ela está muito poluída, mistura um arco iris com muitas cores a letras cursivas, com tipologia de gosto duvidoso. A logomarca foi mal concebida, inclusive na conjugação do verbo aplicado, que nos afasta do ideal coletivo que deve unir a todos nós. Cariocas como o Claudinho, paulistanos como eu próprio, belemenses como os meus filhos, maranhenses como meu sogro, piauenses como minha sogra e libaneses como os ancestrais do prefeito.

  2. Jv Marabá

    18 de janeiro de 2013 - 17:38 - 17:38
    Reply

    Gostei muito…. bom seria se todos os prefeitos de nossa região,aderisse a este modelo de logo,isso mostraria que estamos juntos nessa causa..As cores traz a Marabá o novo, a alegria,a modernidade.. sou brasileiro… e meus descêdentes evoluiram sempre usando muitas cores….

  3. Gabi

    17 de janeiro de 2013 - 17:48 - 17:48
    Reply

    Gostei muito, me transmite otimismo, alegria, alto astral, nossa cidade está precisando tanto disso. Que a gestão do nosso prefeito seja a melhor possível, isso é o mais importante.

  4. rakel

    15 de janeiro de 2013 - 14:23 - 14:23
    Reply

    gostei muito, significa que marabá vai avançar muito e que carajás será nossa, muito objetivo e determinado esse slogan, é o que exatamente nossa cidade esta precisando. Mas um ponto pra vc João Salame.

  5. cathia araujo

    15 de janeiro de 2013 - 10:21 - 10:21
    Reply

    eu só quero e ser feliz andar tranquilamente na cidade onde eu nasci…hee e pode me orgulhar , do novo prefeito joão salame que aqui agora vai administrar………

  6. waleiska

    15 de janeiro de 2013 - 08:51 - 8:51
    Reply

    Carajás? A cidade vai mudar de nome?
    Não entendi.
    Porque oficialmente Marabá não tem esse nome, nem o estado do Carajás se concretizou.

  7. almir

    14 de janeiro de 2013 - 15:18 - 15:18
    Reply

    De cara quero dizer ser favorável à criação do Estado de Carajás, mas o papel do prefeito é institucional portanto ele o é tanto dos que votaram nele para tal, quanto para os que não, assim como é prefeito dos que votaram SIM como os que votaram NÃO, democracia é preservar as minorias, repito votei, sempre serei a favor de Carajás, mas acho descabido o que vai implícito, quanto às cores me pareceu um tanto espalhafatosa, mas isso é o de menos

  8. catiane

    13 de janeiro de 2013 - 21:29 - 21:29
    Reply

    infelizmente de leveza não tem nada.. muito carregada de cores.. (carnaval) o que faz ser ruim a leitura (doi na vista) e essa de colocar Carajás não ficou legal, pois deve ser uma luta coletiva da região e não do municipio de marabá. Acertado mesmo foi a seta e o sentimento de orgulho que a frase ” minha cidade, meu futuro” passa…

  9. Joao Dias

    13 de janeiro de 2013 - 20:43 - 20:43
    Reply

    Meu caro Caca,

    Sempre comedido, consciente e esclarecido. Muito lhe devemos [eu, particularmente], pelo preciso comentário que aborda, diante de tantos outros, e o que representa, a nossa eterna sempre Marabá, pelo que foi e é, sempre RICA e POPULOSA, que tantas vezes cantamos com orgulho, nas manhãs ensolaradas no pátio do Colégio Sta. Terezinha. Um forte abraço a todos!

  10. Antonio Carlos Pereira

    13 de janeiro de 2013 - 17:59 - 17:59
    Reply

    A isso chama-se “preciosismo”, por parte dos munícipes(nós). É sòmente(a logo) uma referência. Nessa linha de pensamento, digo que sou contra, mas não pelos motivos aí acima citados. Penso não haver necessidade da PMM ter logomarca, muito menos que se contrate qualquer veículo midiático, seja falado, escrito ou televisado, para divulgar e/ou engrandecer os trabalhos realizados pelo alcaide. Quem trabalha honestamente e em prol da comunidade, inevitavelmente, terá seu trabalho reconhecido. Em 13.01.13, Mba.-PA.

  11. Expectadora

    13 de janeiro de 2013 - 12:25 - 12:25
    Reply

    Eita que participação é isso ai mesmo gente. Uns concordam, outros discordam e assim continuamos indo. Mas lendo todos os comentários acima, não dá pra segurar, e vou dar meu palpite também: Achei realmente muito colorido e sem necessidade. Mas a seta simbolizando a letras A com motivos de “crescimento” é o ponto alto da logo. Quanto ao slogan: “Minha cidade, meu futuro”, encaixa perfeitamente no fato de olharmos a nossa cidade individualmente e realmente é assim que cada um deve olhar e sentir. A palavra Carajás foi bem pensada, afinal a criação do nosso estado ainda continua sendo um sonho pelo qual devemos continuar buscando. Voltando aos velhos tempos da sala de aula: dou notas 7, tiraria nota 10 se não fosse o fato de estar tão “colorida, carnavalesca”

  12. Plinio Pinheiro Neto

    13 de janeiro de 2013 - 11:24 - 11:24
    Reply

    Caro Hiroshi.

    Talvez a minha opinião não tenha muita importância, pois, afinal, sou visto como alguém que já passou no tempo e do tempo, mas creio que as cores da nossa bandeira(do Municipio) cairiam melhor e, continuo achando que ante a magnitude dos problemas que nos afligem, a luta por Carajás não deve ser primordial na mente do administrador a ponto de merecer destaque em sua logomarca de Govêrno. Neste contexto, muito mais importante é saber quem será o Presidente da AMAT pois a ele caberá encabeçar o movimento e aglutinar os demais Prefeitos na luta. Ao Prefeito de Marabá lhe bastarão as dívidas e problemas de toda natureza herdados do antecessor e acumulados ao longo de administrações passadas. Faço o comentário, tão somente, como cidadão, com 66 anos de vida marabaense e alguma sensibilidade da alma popular.

  13. José Fernando

    13 de janeiro de 2013 - 07:03 - 7:03
    Reply

    Como estamos próximo do carnaval, essa marca vai bem. Depois vamos mudar, né? Agora colocar carajás na marca não tem nada a ver. Assim como todos marabaenses queremos carajás, mas não desse jeito. A nossa luta é política e continua. Mas acho que não de rmos misturar as coisas. A marca é um símbolo de um governo. Marabá ainda é Pará.

  14. Alzira

    13 de janeiro de 2013 - 00:39 - 0:39
    Reply

    Discordo de vc Ana Teresa, nada a vê essa seta.

  15. Alex Nery

    12 de janeiro de 2013 - 23:24 - 23:24
    Reply

    Não gostei, me lembrou os abadás do carnaval… Acredito que a defesa do prefeito quanto ao estado de Carajás não deveria estar emblemada na logo da cidade… é uma luta coletiva, certo, mas me pareceu promocional. Enfim, boa sorte e sucesso a atual administração.

  16. ana teresa

    12 de janeiro de 2013 - 22:57 - 22:57
    Reply

    gostei principalmente da seta que indica a direçao para o futuro,ou seja sempre temos objetivos para alcançarmos.Tudo de bom ao nosso prefeito!

  17. Paulinho velha Marabá

    12 de janeiro de 2013 - 22:07 - 22:07
    Reply

    Que tal: “NOSSA CIDADE, NOSSO FUTURO”

  18. Alzira

    12 de janeiro de 2013 - 21:39 - 21:39
    Reply

    Não gostei desssa logo. Muito colorida, muito carnaval.

  19. Rayson Wilber

    12 de janeiro de 2013 - 21:29 - 21:29
    Reply

    Hiroshi você tem um perfil no twitter ou uma página no facebook?

  20. Bairro da Paz

    12 de janeiro de 2013 - 21:05 - 21:05
    Reply

    És cidade relicária e graciosa
    imponente na história que palpita
    (…)
    maraba! maraba! Terra Benbita. (…)

    Caro Hiroshi, amei, a Logomarca/Slogan do governo Salame.

    nos remota à cidade orgulhosa e próspera que foi Marabá, e ao mesmo tempo ao futuro de desenvolvimento, inclusão social e emancipação politica.

  21. Paulo da graça

    12 de janeiro de 2013 - 19:18 - 19:18
    Reply

    Nao gostei da marca. Primeiro porque , em parte, copia a do governo federal no governo lula. Segundo por ser muito personalista e até arrogante: que tal trocar o minha por nossa? O coletivo é sempre mais democrático. Com tantas cores e letras diferentes se tem dificuldade na leitura, o que é inadequasdo para uma boa marca. Por fim, de leveza só mesmo a boa vontade do escriba. Mas é isso: opinião nao se discute, lamenta-se…

  22. Marcos

    12 de janeiro de 2013 - 18:52 - 18:52
    Reply

    Estou otimista com essa nova administração, espero que o prefeito tenha bons acessores e que estejam engajados em mudar a realidade do municipio. Com relação as cores do slogan acho que existe cores de mais, serão necessário 10 cores ou mais de tinta, haja tinta !

  23. pois é né

    12 de janeiro de 2013 - 17:08 - 17:08
    Reply

    Gostei do gosto pelo conceito A… do carajás das cores (que me remetem a formação rica e diversa da população de Marabá)
    Mas, minha CIDADE … num município com uma zona rural importante, com grande números de assentamentos, fazendas, sítios… sei lá me passou uma sensação de foco no urbano…

    • Hiroshi Bogéa

      12 de janeiro de 2013 - 18:00 - 18:00
      Reply

      “Pois é né”, o conceito de uma marca de governo é amplo. Além do mais, toda marca tem caráter comunicacional. Imaginar um slogan “Marabá, meu município, meu Futuro” – para atender a sua visão de zona rural -, seria de uma qualidade desastrada, publicitariamente falando. Cidade, ali na logo, abrange tudo, expressa, também, o território do município. É isso, querido.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *