Hiroshi Bogéa On line

Fogo se espraia

Passava das 17 horas de ontem (16). Quem circulava pela vicinal ligando o assentamento Sapecado à rodovia Pa-150 corria o risco de ter o veículo atingido por pontas de labaredas do fogo correndo solto sobre o mato seco de uma derrubada de dois alqueires. Nos lotes de terra subseqüentes a cena se repetia numa extensão de três quilômetros. A fumaça cobria os ares, olhos ardendo e a respiração atrapalhada pela poluição destruidora.
O passivo ambiental mais expressivo atualmente se registra nos assentamentos. Há queimadas em todas as áreas destinadas à Reforma Agrária. Pior é que grande parte das derrubadas ainda nem foi “passada a limpo”.
Sem EIA-RIMA para o agricultor, o governo estimula a destruição da Amazônia.

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    18 de agosto de 2007 - 02:07 - 2:07
    Reply

    O blogueiro é comprometido com os pecuaristas e destruidores das matas. Por isso joga a culpa nos sem-terras. Uma vergonha isso.

  2. Anonymous

    17 de agosto de 2007 - 22:39 - 22:39
    Reply

    Não fure as tripas não anônimo. O blog está corretíssimo. Até hje a grande mídia nunca denunciou isso. Os sem-terra quando vão plantar largam fogo em tudo e as vezes acabam atingindo outras propriedades. Eles não são fiscalizados pelo próprio Governo que diz ter interesse em combater as queimadas.Esse discurso de preservação é propaganda enganosa. O que a maioria faz é transformar árvore em carvão e vender as siderúrgicas.

  3. Anonymous

    17 de agosto de 2007 - 17:40 - 17:40
    Reply

    AGORA SO FALTAVA ESSE O BLOG ACUSAR OS SEM-TERRAS DE DESTRUIDORES DA AMAZONIA. OS EMPRESÁRIOS E FAZENDEIROS ESTÃO TE PAGANDO PARA DIZER ISSO NÃO É?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *