Hiroshi Bogéa On line

Esses meninos corajosos de Sampa, merecem beijos e flores

 

 

 

Quando a garotada vai às ruas  reclamar o aumento do preço das passagens, está coberta de razão.

No Rio, como demonstrou o jornal “Extra”, desde 2007 os ônibus, as barcas, o metrô e os trens subiram acima da inflação.

Quando a garotada bate firme, radicalizando na reivindicação da tarifa zero,  isso é um recado que deve ser levado à profunda reflexão.

Isso implica, definitivamente, na revisão desse  modelo de concessões públicas que faz a alegria dos concessionários e a desgraça de usuários e contribuintes.

Marabá é um exemplo clássico desse modelo falido  de concessão de linhas urbanas a empresas sem nenhum compromisso social, nenhuma intenção de oferecer serviços de qualidade.

Na manhã desta segunda-feira, a jovem Mayara Vivian, uma das coordenadoras do do MPL (Movimento pelo Passe Livre), ignorou oceanicamente tentativa do  comandante geral da Polícia Militar de São Paulo, Benedito Roberto Meira, de partidarizar a manifestação da gurizada.

No encontro, Mayara não aceitou a sugestão do militar, de incluir na pauta do quinto protesto pedido de prisão dos condenados do processo de Mensalão.

A garota deu um chute na safadeza daqueles que detém o poder, mantendo o MPL distante de partidos e da classe política.

Maiara“Ele queria demarcar uma posição”, explicou Mayara Vivian (foto), que, ao lado de outros  representantes do MPL, rejeitou também todos os pedidos feitos pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Grella.

 

 

É isso.

As vozes dos estudantes nas ruas clamam por mudanças mais profundas.

As vaias dos mauricinhos a Dilma Roussef, lá no estádio Mané Garrincha, são para nada mudar.

Os jovens paulistas denunciam a repressão que tenta impedir o direito democrático de se manifestar.

E merecem apoio de todos os brasileiros.

Post de 

17 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    23 de junho de 2013 - 12:28 - 12:28
    Reply

    Hiro, na linha de raciocínio dos comentarios em tela, temos que mudar tambem o sistema eleitoral. Em 23.06.13, Marabá-PA.

  2. apinajé

    22 de junho de 2013 - 10:51 - 10:51
    Reply

    “bem amigos da rede globo”
    se o povo fica quieto é “cordeirinho”se sai as ruas, reivindica por tudo que não temos de bom e por tudo que temos de ruim,não temos pauta,”pera aí”podemos dizer qualquer coisa,menos que não se tem uma pauta.é isso que o governo quer.dizer que o o Brasil vibrou quando comprou a realização da copa e olimpíadas,é não ter senso de observação,aqueles minimamente informados (poucos é verdade)sempre se levantaram contra esses eventos,por serem inoportunos,se o povão tivesse informação de verdade veria que as prioridades são outras,esses mega eventos estariam no final da fila.mas como nunca nesse país tivemos um presidente com oito tentáculos dezenove dedos e sem cérebro,a dona globo investiu tudo que tinha direito para trazer a copa, pois havia perdido o direito de transmissão das olimpíadas para a rede record.
    não acho que a vida mude a partir dessas manifestações mas estou certo que os governantes pensarão bem antes de baixar qualquer medida.
    para finalizar,como diria o Alysson(comentário anterior)resta-no o consolo,ano que vem os “heróis brasileiros”ganham a copa e tudo volta ao normal,é o circo fazendo o povo esquecer da fome,de educação,justiça,saúde,caráter,ética,civismo, etc..etc..
    só mais uma coisa CALA A BOCA PELÉ…

  3. Alysson

    21 de junho de 2013 - 23:29 - 23:29
    Reply

    Sempre aceitamos a velha política de pão e circo. Agora estamos reivindicando o que? Vinte centavos, não a copa, contra a corrupção, falta de assistência a saúde e educação, ou será que é tudo isto junto, ou nem sabemos o porque. Então vamos pra rua gritar palavras de ordens, quebra alguns ônibus e vidraças de órgãos públicos, ou quem sabe confrontar a PM de forma desigual. Vamos fazer uma reflexão? O Brasil vibrou quando fomos escolhido para sediarmos a Copa do Mundo de futebol e Olimpíada, deveríamos termos reivindicado dito não naquele momento da escolha, agora bilhões já foram gastos e ainda serão gastos, falamos que somos contra corrupção e políticos desonestos e sabendo disto tudo votamos e elegemos estes mesmo políticos. Todas estas manifestações pelo Brasil estão sendo observadas por todo o mundo e principalmente pelos políticos brasileiros que estão assistindo de camarote já bolando o Marketing para as suas próximas campanhas políticas, e com certeza usaram todas estas manifestações a seu favor e nós continuaremos brigando por vinte centavos, saúde, educação, moradia, transporte e outras coisas. O que me acalenta é saber que nossos políticos garantiram sempre para todos nós PÃO E CIRCO.
    E VIVA A NOSSA PÁTRIA AMADA E SALVE E SALVE!!!!!

  4. Leonardo Soares

    19 de junho de 2013 - 14:12 - 14:12
    Reply

    Eu nunca aceitei a ideia de que SER brasileiro, obrigatoriamente tenho que gostar de futebol, muito pelo contrário, desprezo abertamente tudo que se relacione a este esporte, por uma razão muito obvia, DINHEIRO não aceito a idéia de um jogador ganhar fortunas, enquanto um policial, bombeiro, ou mesmo um médico que estuda uma vida inteira não tem um porcento de todas essas regalias. O mais intrigante de tudo isso é que a FIFA cadastrou 30 mil voluntários (trouxas), que irão trabalhar na copa de graça! Enquanto ELES, jogadores, Organizadores estão ganhando milhões, sinceramente não entendo. O brasileiro precisa mudar essa mentalidade de idolatrar times de futebol e jogadores! E partir para o bom senso! Hoje um time ganha, amanhã ele perde, depois ganha depois perde e assim é a vida inteira, mas os fanaticos continuam brigando, discutindo, que seu time é isso ou aquilo, se matam, perde emprego, perde até a esposa só por causa de uma porcaria de futebol. Morei em quatro paises de primeiro mundo e lá sem duvida, também existe futebol, mas é a última coisa que se discute em um pate papo, nínguém tá nem ai pra futebol! Outra coisa só no Brasil que existe programas de TV ou radio falando de futebol por horas! Só no Brasil que abrimos um jornal e paginas e mais paginas falando só besteirol, é ronaldinho que deixou a mulher, é o Neimar que tá namorando, meu Deus quanta besteira, quanta falta de cultura. ACORDA POVO! Enquanto esses jogadores ganham milhões as nossas custas, sim! As nossas custas, de onde sai todo o dinheiro pra pagar esses idiotas? Do seu bolso e do meu. Copa do mundo, não vai trazer nada de bom! Sabe por que? Porque o Brasil não é sério!

  5. Diogo Margonar

    19 de junho de 2013 - 12:18 - 12:18
    Reply

    O Lucio Zen disse tudo! Os fins nunca devem justificar os meios!

  6. apinajé

    19 de junho de 2013 - 08:10 - 8:10
    Reply

    bom dia a todos.
    deve ficar claro que o grito que ecoa das ruas não é contra partido A,B ou C.
    o Brasil ainda está acordando,a questão não é da minoria,a luta tem que ser de todos e em favor do Brasil,partidarizar esses atos é desvirtuar o real sentido do que pode e deve ser chamado de cidadania.a luta não é por migalha $0,20,busca-se nessas manifestações algo muito maior.
    as aves de rapina da política brasileira sempre confundiram a coisa pública com a “privada”velhos abutres perpetuam-se no poder,formam verdadeiras dinastias,(barbalhos,sarneys,etc…)aqueles que um dia foram a esperança,uniram-se com a gatunagem.devemos pautar nossa caminhada com uma lista de prioridades,educação,segurança,justiça,são indispensáveis para um país que queira se transformar em uma grande nação.
    um abraço a todos

  7. Lucio Zen

    19 de junho de 2013 - 07:17 - 7:17
    Reply

    Quebrar a cidade pro MPL não importa, ontem até o Municipal foi agredido e lojas foram roubadas e quebradas
    Tropa sem controle e sinal de fraqueza dos lideres e falta de comando
    Mexer com o povo não é bom, quando os mesmos se virarem contra a Lider do MPL infelizmente fecharei meus olhos
    Pq minha loja foi saqueada e quase morri nos manifestos
    punks, gente da usp,enfim todos saquearam minha loja
    Quem vai pagar?
    vão fazer vaquinha?
    ou farão uma boiada?
    Vai morrer pessoas, vão por fogo em gás e podem até explodir o centro e se explodirem junto, e quem vai pagar a conta?
    os mais pobres, os mais sofridos, pq a lider do MPL não anda de onibus, ela não trabalha fica o dia todo fazendo baderna na cidade

  8. Lucio Zen

    19 de junho de 2013 - 07:15 - 7:15
    Reply

    Quebrar a cidade pro MPL não importa, ontem até o Municipal foi agredido e lojas foram roubadas e quebradas
    Tropa sem controle e sinal de fraqueza dos lideres e falta de comando
    Mexer com o povo não é bom, quando os mesmos se virarem contra a Lider do MPL infelizmente fecharei meus olhos
    Pq minha loja foi saqueada e quase morri nos manifestos
    punks, gente da usp,enfim todos saquearam minha loja
    Quem vai pagar?
    vão fazer vaquinha?
    ou farão uma boiada?
    Vai morrer pessoas, vão por fogo em gás e podem até explodir o centro e se explodirem junto, e quem vai pagar a conta?
    os mais pobres, os mais sofridos, pq a lider do MPL não anda de onibus, ela não trabalha fica o dia todo fazendo baderna na cidade
    Mas sua hora vai chegar também, os próprios manifestantes se voltarão contra ela e seu fim será cruel
    Não torço por isso, mas vejo isso no final.

  9. jose n. filho

    18 de junho de 2013 - 15:52 - 15:52
    Reply

    A revolta que estamos vendo agora no Brasil é uma mistura de política com uma luta legitima; Política quando grupos se unem com o intuito de badernar tirando a ordem publica, atacando as instituições publicas e privada com o único intuito de expor o atual governo, mas legitima quando pacifica, em busca dos direitos dos cidadãos, passamos 6 meses do ano trabalhando pra este governo e não recebemos nada em troca, cadê o sistema de saúde que atenda a população? A educação de qualidade? O direito de moradia de todos? e muito mais coisas que a população precisa e que é dever do governo oferecer a população.
    A corrupção neste país é uma praga, e a roubalheira na política deste sufoca, mata esta sociedade trabalhadora, o povo não aguenta mais trabalhar e ter tão pouco para sobreviver, enquanto os políticos deste país se enriquecem as custas do nosso trabalho.
    Uma cadeira na política hoje custa muito caro, e os investimentos são altos para se conseguir uma, pois estando em uma delas não existe roubo, mas desvios, apropriação imprópria de bens públicos, mau uso de dinheiro publico, propina, mensalinhos e muitos outros adjetivos, e a impunidade imperando.
    O povo brasileiro ainda não acordou esta apenas sonhando!

  10. apinajé

    18 de junho de 2013 - 12:56 - 12:56
    Reply

    Alguém sabe qual é o problema de ser classe média ou rico no Brasil?
    alguns comentários beiram o ridículo,basta você não concordar com a política PTista que por acaso é quem tá no poder,para ser taxado de reacionário,golpista e bla bla bla….nós que pagamos impostos(e não são poucos)somos capitalistas por opção,queremos um país pra todos,com direitos e deveres não necessariamente nessa ordem.o mal é que as minorias,aliás nem sei se são realmente minorias,querem apenas os bônus do capitalismo,querem melhorar de vida,mas faltam-lhe coragem,determinação para irem a luta e construírem seus próprios futuros,ficam deitados em berço esplêndido escondendo-se atrás da síndrome de coitadinho.existe injustiça social no Brasil?claro que sim,mas é provocada pelo governo que não distribui os recursos arrecadados daqueles que geram empregos e carregam o Brasil nas costas.

  11. Heldenir Almeida

    18 de junho de 2013 - 11:18 - 11:18
    Reply

    Avante!
    A Atitude, a Coragem e os nossos Sonhos é o que nos mantém vivos de verdade.
    Que nossos conterrâneos marabaenses aprendam a fazer o mesmo.
    E aqui não é só o preço dos ônibus não.
    Esta passagem de R$3,00 da travessia do Barco para a praia do Tucunaré (num percuso que não dura 10 minutos) é um verdadeiro Assalto!!

  12. Francisco Alves

    18 de junho de 2013 - 10:04 - 10:04
    Reply

    Fico observando esses comentários, existe gente pra tudo…Acorda país, nosso dinheiro estar sendo investido nessa safadagem que essa copa, enquanto no nosso estado as escola estão caindo por cima das nossas crianças, hospitais falidos – Santa Casa 25 crianças mortas – de quem é a culpa!? O povo estar acordando mesmo, vamos pra rua gritar e dizer que não aceitamos ver nosso dinheiro indo pelo esgoto. Não importa a classe, precisamos é reivindicar,afinal somos todos brasileiros, vivenciamos as mazelas todos os dias, por isso: viva São Paulo, Rio, BH, Bel… Viva as vaias no Mané…Viva nossa pátria amada Brasil! Que venha 2014, iremos dá a resposta nas urnas!

  13. Diogo Margonar

    18 de junho de 2013 - 09:15 - 9:15
    Reply

    O pessoal se manifesta em São Paulo, comete excessos e a polícia responde. Em consequência, a imprensa ataca a Polícia, o Ministro da Justiça diz que foi o absurdo a atuação da Polícia, a Ministra dos Direitos Humanos diz o mesmo, assim como a OAB. Em Brasília houve situação similar, e talvez mais grave, pois quem estava protestando agia sem vandalismo, mas a Polícia desceu o sarrafo. Mas, curiosamente, ninguém falou nada, não postaram nada na internet. Dois pesos e duas medidas? Será porque em São Paulo o Governo do Estado é do PSDB e em Brasília é do PT? Será porque o Ministro da Justiça (Eduardo Cardoso) é candidato quase certo a disputar o governo paulista? Vaiar contra a Dilma é ilegítimo? Por qual motivo? Ser contra o PT é ser mauricinho e ser a favor é ser do povão? Que pensamento pobre. Ao fundo, esse suposto “movimento” é contra a inflação, que está explodindo no atual governo, ou ninguém aqui compra tomate e arroz? Mas o PT é perfeito, vamos lá…continuem a tomar terras produtivas e entregar aos índios mediante laudos fraudulentos; massacrem o povo e os empresários com mais impostos; ataquem os empresário com marcos regulatórios que mudam todos os dias; para quê negociar com o Congresso, basta comprá-los com dinheiro público. Estamos em revolução…

  14. anonimo

    18 de junho de 2013 - 08:58 - 8:58
    Reply

    Maranhão vc está fazendo a leitura errada dos acontecimento .esse manifesto não é contra a dilma não .é contra todos os políticos brasileiro de uma forma ampla um basta geral .mais fazendo uma leitura política do movimento quem tá levando a pior é a rede globo e revista veja ontem tentaram derrubar o símbolo do poder maior da direita o palácio dos bandeirantes . no palácio da alvorada apenas subiram nas marquise e cantaram que país é esse do legião urbana.

  15. apinajé

    18 de junho de 2013 - 08:37 - 8:37
    Reply

    bom dia a todos.
    é exatamente isso que acontece,na primeira reação popular por mais tímida que seja,compra-se com nosso dinheiro o grito dos esquecidos(povo).ainda que no estádio não tivesse um só pagante que representasse o povão,as vaias foram justas e merecidas,as vaias não foram só para Dilma,foram para o que ela representa,a política e os políticos brasileiros.
    chega de circo,o povo precisa de dignidade,”bolsa tudo”remedia mas não resolve,a mudança tem que começar pela base,esse movimento que começa a ganhar as ruas tem que espalhar pelos quatro cantos do Brasil.
    a lona começa a pegar fogo,os mágicos e domadores que comandam o espetáculo começam perceber que existe um respeitável público que de espectador quer protagonizar e mudar o roteiro do show de absurdos costumeiros da “politicália” brasileira.

  16. George Hamilton Maranhão Alves

    17 de junho de 2013 - 22:42 - 22:42
    Reply

    Considero-me de posicionamento político de esquerda, mas não aprovo os atuais movimentos ocorrentes no país, sob o pretexto de passagem de ônibus e Copa do Mundo. Esses jovens – muitos deles de classe média – amanhã poderão ter seus filhos proibidos de se expressarem, até intelectualmente. Não percebem que estão a serviço dos velhos setores reacionários que não engolem a ascensão do negro, do pobre, do índio, da mulher, do ateu como eu. Sempre com o velho discurso udenista de corrupção, avesso à ascensão de minorias sociológicas, os setores reacionários não admitem que, ao longo desses 500 anos, sustentaram-se numa estrutura arcaica de dominação.
    Esses jovens, ao contrário de transgredir, trazem o “velho” travestido de “novo”. Ser de esquerda não é necessariamente ir no “maria vai com as outras”, servindo de massa de manobra para a direita, como nos antecedentes de 64.
    Sempre quis transgredir, mas com minhas idéias. É bom pensar pela minha cabeça; pior é pensar pela cabeça dos outros. Transgredir, revolucionar, é ter personalidade.
    Esses jovens de classe média, sabem que não é deixando de realizar a Copa do Mundo, no “país do futebol”, que os problemas seculares do Brasil se resolverão. A direita sabe que a Copa e também, as Olimpíadas, são trunfos do atual governo e, por isso, quer “melar”.
    Esses manifestantes não atentam contra um governo de esquerda, atentam contra o Estado democrático de direito, contra a democracia. Amanhã, poderão se arrepender.
    Também quero me manisfestar, mas do outro lado: em defesa de um governo de esquerda, legitimado nas urnas, eleito democraticamente, a despeito do velho rancor udenista. Assim, também convoco os militantes de esquerda a se movimentar em defesa do Estado democrático de direito e do atual governo de esquerda, eleito democraticamente.
    Será que a direita não sabe ganhar eleição na urna; só no “tapetão”. Vamos esperar 2014, respeitar a democracia e ver quem leva, mas não “no grito”. Votei no atual governo e exigo que meu voto seja respeitado. Se não respeitam a vitória do adversário, que moral terão para governar. Esperem 2014 e vamos ver quem vai jogar um “bolão”! Calma, gente!

  17. Luis Sergio Anders Cavalcante

    17 de junho de 2013 - 21:06 - 21:06
    Reply

    Sr. Hiroshi, denominaria a vaia prá Dilma como “reciprocidade”. Ora, os governantes achincalham seus governados, praticando políticas prejudiciais à maioria, em detrimento – sempre – dos poderosos. Penso que a vaia é legítima sim, e acima de tudo, é direta ao opressor. Dessa e nessa forma, não cabe ao meu modesto ver, tanto puritanismo só porque a presidente é do PT. Saibamos separar, na prática, o jóio do trigo. O Sr. Josef Blatter(FIFA) – indevidamente – se manifestou cobrando Fair Play, sem que ninguem lhe pedisse isso, clamando pelo respeito e educação dos vaiantes. Ora, há que se perguntar se as imensas filas diarias nos hospitais do país recebem o dito “respeito” por parte dos governantes. Alguns acham que “é falta de educação vaiar”. Mas, não só falta educação nesse país. Falta saude, segurança, trabalho, educação, transporte´público digno… O Brasil(Seleção) ganhou de 2 x 0, mas o Japão goleia na educação, saude, transporte ´público, segurança, trabalho etc… Além do quê, elitizaram o futebol. Custo do estadio(RJ) RS 1,5 bilhão, preço do ingresso RS 420,00 . Estadios superfaturados com dinheiro do povo(BNDES), para após os eventos serem entregues à exploração da iniciativa privada. Não daria outro resultado : Vaias. Ao primeiro indício de queda popular(pesquisas) O Palacio do Planalto reagiu com empréstimo de RS5.000,00 aos beneficiados pelas casas do PAC. O que virá agora ? Em 17.06.13, Mba.-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *