Hiroshi Bogéa On line

Dono da Doxa fala sobre números da pesquisa

 

 

De pura maldade, ou com intuito de atender interesses de grupos políticos não satisfeitos com os números da pesquisa da Doxa Comunicação, encomendada pelo blog, comentarista  anônimo tentou  desqualificar  a seriedade da pesquisa insinuando que a direção do instituto teria contratado pessoas ligadas ao deputado João Salame (PPS) para realizar as entrevistas.

Como a intenção do poster, registrando a pesquisa,  é apenas contribuir para o eleitorado de Marabá  compreender  o comportamento  político-eleitoral e suas tendências para a eleição de outubro, a insinuação maldosa do comentarista nos obrigou a buscar esclarecimentos do próprio diretor do Doxa Comunicação, Dornélio Silva – sempre na certeza de que ele jamais colocaria em risco a credibilidade de suas pesquisas, atestadas ao longo dos anos por quem acompanha o dia a dia político do Estado.

Os esclarecimentos de Dornélio estão abaixo, num resumo do bate-papo que tive com ele, pelo telefone.

 

————–

Dornélio, o blog foi citado por comentarista anônimo de que a pesquisa encomendada ao seu instituto teria  sido trabalhada em campo por pessoas de Marabá ligadas ao deputado João Salame, um dos interessados em qualquer pesquisa divulgada,  já que ele é um dos Pré-candidatos a prefeito. Como eu tenho que primar pela credibilidade de tudo o que o blog divulga, muito mais ainda pela qualidade da primeira pesquisa encomendada por nós, preciso de um esclarecimento seu a respeito dessa polêmica. Você usou entrevistadores de Marabá para realizar a pesquisa?

Hiroshi, trabalho fazendo pesquisa em Marabá desde a época de Haroldo Bezerra. E como Marabá é uma cidade de porte médio, sempre mesclei entrevistadores da equipe de Belém com uma equipe que já tenho neste município que atende não só Marabá, mas outros da região. Sempre valorizei os profissionais locais, especialmente os jovens que são competentes e que estão em busca de trabalho. A cada pesquisa, eles são treinados, os questionários são checados em campo por supervisores que acompanham todo o trabalho de campo. E nunca me deram problema porque esses jovens primam pela seriedade do trabalho que empreendem. Já são mais de 20 anos que faço pesquisa em Marabá. Posso te afirmar que conheço um pouco da dinâmica da política deste município.

 

Dornélio, eu fui questionado, na tarde desta quarta-feira, por um dos pré-candidatos a prefeito que teve seu nome incluído nos questionários da Doxa, afirmando não reconhecer a exatidão dos dados apresentados pela sua pesquisa, inclusive citando ter em mãos uma  pesquisa feita por outro instituto de Belém que lhe dá situação bem mais confortável, em relação ao segundo lugar.  Pelos dados apresentados, as duas pesquisas apresentam  distorções aberrantes.

Hiroshi, como disse anteriormente, tenho uma série histórica de pesquisas realizadas em Marabá, inclusive deste ano, realizada em abril; tenho outra de novembro do ano passado que já mostravam tendência de subida do João e estabilização de Tião Miranda no topo dos seus 47%, 48%, isto é, oscilando nesse patamar. Maurino vinha tendo queda substancial, agora o prefeito deu uma reagida, chegando ao nível de 13%. Quanto a pesquisa deste outro instituto, ele tem que rever a metodologia que está sendo utilizada na coleta de dados. Ele precisa refazer a pesquisa, é uma atitude profissional e checar seus próprios números. O Tião conhece muito bem o meu trabalho porque trabalhamos juntos na campanha do Haroldo Bezerra, ele acompanhava passo a passo o desenvolvimento do campo. E como, á época, tinha-se poucos recursos tive que vir pra Marabá com mais uma pessoa do instituto e contratei pesquisadores daqui. E fizemos o trabalho, acompanhando a cada momento o comportamento eleitoral marabaense. A última pesquisa, fizemos numa sexta-feira, antevéspera da eleição. O que apontamos na pesquisa foi o resultado vitorioso de Haroldo Bezerra.

 

Eu sei que a Doxa é quem faz pesquisas para o prefeito Maurino Magalhães, desde antes da eleição na qual ele foi eleito.  A avaliação positiva do prefeito começou a perder consistência desde quando?

Sempre analiso do ponto de vista da opinião pública através das pesquisas qualitativas e quantitativas; estas no primeiro ano de governo já indicavam que o Maurino não soube formar um governo novo, diferente, um governo de mudanças como esperava a população. A medida que ele manteve vários secretários de governo da antiga administração, a partir de então deixou de ser um governo da mudança. A população percebeu isso de imediato. Ele mexeu, mas já era tarde demais.

 

Em sua avaliação, lhe causaram surpresa os números encontrados na pesquisa,  onde o deputado Joao Salame aparece mais bem avaliado do que o prefeito Maurino?

 Não, não me causaram surpresas porque venho fazendo pesquisa dentro dessa nova conjuntura política já a algum tempo. Tenho acompanhado, através de pesquisas, o desenvolvimento do governo Maurino para o qual fiz várias pesquisas. Não me causa surpresa porque já vinha detectando essa tendência de crescimento de Salame. Pesquisas anteriores, ele obtinha 15%, outras 18%, outras, ainda, 24% e depois do plebiscito em que ele mostrou a cara, se posicionou muito bem, criou maior notoriedade, era normal (digo normal mesmo) que esse crescimento não parasse.

 

A que se deve o crescimento do nome do deputado  João Salame, conforme atestam os números de suas pesquisas?

Posso lhe garantir que estava havendo uma polarização entre Maurino (o prefeito) e Tião (ex-prefeito), havia uma comparação direta de perfis administrativos e perfis pessoais. Como Maurino não estava atendendo às expectativas a que se propôs na campanha, ou mesmo quando ficou aqueles 5 meses governando Marabá na ausência de Tião que estava cassado (que lhe credenciou a ser o futuro prefeito de Marabá), a população recorria diretamente aos feitos do anterior (Tião). Esta população não “enxergava” outra possibilidade de perfil administrativo. Agora, após o plebiscito, Salame se credenciou a ser a alternativa a esses dois modelos implantados em Marabá. É algo que está sendo construído como alternativa, e a população está começando a manifestar esse voto de confiança. Os números estão ai para mostrar.

 

————-

 

Nota do Blog:   Dornélio Silva tem mais de 20 anos atuando na área de pesquisa de opinião.  Possui graduação em Letras Licenciatura pela Universidade Federal do Pará (1997). Mestrando em Ciência Política – PPGCP/UFPA. Especialista em Marketing (UNAMA). Atualmente é diretor da agência Doxa Comunicação Integrada, trabalhando em planejamento de marketing, analista de pesquisa quantitativa e qualitativa. Professor visitante nas áreas de pesquisa de marketing, endomarketing e planejamento de campanhas publicitárias.

Post de 

20 Comentários

  1. Anônimo

    4 de setembro de 2012 - 21:52 - 21:52
    Reply

    Olha a Turma que está ameaçando perseguições a políticos, comerciantes,servidores.Ratinho,Gedean,Wilsão.Cuidado o tiro pode sair pela culatra.

  2. Anônimo

    12 de junho de 2012 - 06:52 - 6:52
    Reply

    Andando nas ruas, já se percebe que Tião desaba diariamente.quando o Povo tiver conhecimento do atraso que Marabá poderá ter dos projetos federais, se o Governo Jatene conseguir eleguer Tião do Não em Marabá.Veja Marabá quase parou.

  3. Floriano Santos

    8 de junho de 2012 - 14:14 - 14:14
    Reply

    E por falar em traição do Tião, quem também pode dizer alguma coisa é o nosso amigo Luís Carlos Pies e a ex-governadora Ana Júlia. E vocês sabem o destino dos traidores…

  4. Marabaense

    8 de junho de 2012 - 09:43 - 9:43
    Reply

    Hiroshi, vamos deixar de laquera, de disse não disse, eu sugiro que se junte Salame para prefeito e Tião pra vice, pronto! Acaba-se essa picuinha.

    • Hiroshi Bogéa

      8 de junho de 2012 - 09:59 - 9:59
      Reply

      Rs rs rs rs “Marabaense”, fazia tempo não via a expressão “laquera”, tipicamente nossa. Então, deixando a laquera de lado, é impossível fazer essa união, atualmente. Ambos, João e Tião, estão credenciados eleitoralmente para não aceitar a condição de vice. tenha certeza disso.

  5. Raio x

    8 de junho de 2012 - 05:43 - 5:43
    Reply

    Não vou nem entrar no mérito dos números dessa pesquisa , se está certa ou errada; mas, no mínimo, me parece que o titular da empresa contratada pelo blog não foi nada ético com o seu colega, também profissional como ele, quando afirma que o outro precisa rever os números e refazer a sua pesquisa. Ora, se há discrepância entre as duas pesquisas, é claro que uma delas está errada. Ou até as duas. Mas dai dizer categoricamente que a outra precisa ser refeita me pareceu muita pretensão. E por que não poderia ser refeita dele também? Quem garante que a verdade absoluta está com os números que ele divulga? Nessa fase da campanha, aliás de pré-campanha, os números ainda são preliminares e, por isso mesmo, sujeitos a mutações dentro de uma faixa razoável. Portanto, sugiro ao Dornelio mais cautela e menos arrogância antes de se pronunciar de forma tão incisiva, chegando até a falta com a ética, na minha avaliação, em relação ao seu colega concorrente.
    Outra coisa que nao entendi: embora diga que sabe tudo sobre as eleições de Marabá, o sr. Dornelio comete um grande equivoco quando trata das eleições passadas, ao afirmar também categoricamente, que o povo quis mudança quando elegeu Maurino. Menos, bem menos. O Tião Miranda tinha uma boa avaliação administrativa. O candidato que ele apoiava era o hoje seu opositor João Salame, mas o povo de Marabá queria experimentar um estilo mais popular tipo Maurino, na esperança de que ele era o candidato capaz de dar continuidade ao governo do Tião, mas de uma forma mais popular. Só que esse sonho virou pesadelo, o que prova que, entreparecer ser bonzinho e ter uma boa administração, a segunda opção é sempre a mais sensata.
    Obrigado pelo espaço.

  6. Valdiza

    8 de junho de 2012 - 01:06 - 1:06
    Reply

    Vem aí a Pesquisa Ibope.

  7. Anônimo

    7 de junho de 2012 - 22:27 - 22:27
    Reply

    Pesquisa é igual fotografia.retrata um momento.num segundo momento já temos outro resultado,faço um trabalho que me coloca de frente com os diversos segmentos do eleitorado de Marabá e tenho observado a solidez da candidaztura do Tião, vai ser muito dificil êle não crescer quando começar a campanha .já foi testado e aprovado e sua unica ameaça seria Maurino que dispensa comentários.os outro, o Salame.tem um currículo cujo maior feito foi perder eleição municipal p/Maurino.sendo deputado . O quê dizer ?

  8. Laranjeira

    7 de junho de 2012 - 22:03 - 22:03
    Reply

    Salame.
    Você é uma pessoa ética, a sua postura é louvável , mas vamos dar nome, o deputado da região que não assinou a CPI da alepa foi justamente o Tião do NÃO
    o mesmo que foi contra a criação do estado do carajás, tudo para atender interesses do Jatene, mesmo traindo o povo que lhe elegeu se submeteu a atender os interesses da elite metrolitanista, o Tião do NÃO poderia se mudar logo para a capital já que é contra a CPI, contra a criação de novos municípios, contra a criação do estado do carajás, o que esse rapaz ainda está fazendo aqui. Salame você vai ser o futuro prefeito de Marabá, não tenha dúvida.

  9. João Salame

    7 de junho de 2012 - 20:05 - 20:05
    Reply

    Acho justo que as pessoas tenham suas preferênciais eleitorias por pior que sejam. Só não concordo com a desonestidade intelectual. O cidadão que de forma anônima tenta ligar meu nome à crise da Alepa não age de forma correta. Se agisse diria que na condição de vice eu nunca assumi por um dia sequer a presidência da Alepa. Nunca assinei um documento porque o regime é presidencialista. Diria mais: eu sou o único deputado que era da base de apoio do governo que assinei a CPI pra investigar as bandalheiras na Alepa. Tem deputado na região que não assinou. Essa é a verdade

  10. negão da 12

    7 de junho de 2012 - 19:26 - 19:26
    Reply

    Ando muito no marabá e não vejo que o joão salame esteja na frente do prefeito Maurino, as urnas vão mostrar. acho essa pesquisa furada.

  11. quem planta chuva, colhe tempestade...

    7 de junho de 2012 - 18:00 - 18:00
    Reply

    Não vi numero que não condiga com realidade, em primeiro está um ex-prefeito que teve um trabalho a ser avaliado, em segundo alguém que esteve na TV por um bom tempo e defendendo uma pauta simpática a cidade, já em terceiro e último um prefeito com uma administração desastrosa, onde está a discrepância da pesquisa? Até o início da campanha não vejo nada que se diferencie muito disso, porém na campanha começam os shows de imagens, sorrisos, debates, coisa que fazem a cabeça do povão, aí cabem pesquisas que podemos ver números diferentes destes

  12. ALEPA

    7 de junho de 2012 - 17:26 - 17:26
    Reply

    O dono do voto é o eleitor, cuja escolha nem sempre se compatibiliza com valores éticos e morais. Esse fenômeno político-eleitoral – voto descompromissado – é real na seara do processo de definição nas eleições e de consagração dos candidatos vitoriosos. Ocorre em Altamira o que a pesquisa detectou em Marabá. Naquele Município o ex-Deputado DOMINGOS JUVENIL cresce nas pesquisas, da mesma forma que o Deputado JOÃO SALAME cresce em Marabá. Recorde-se que os Deputados em questão foram gestores da Assembleia Legislativa no biênio 2009-2010. Ressalte-se que a gestão daquela Casa é colegiada, porque conduzida pela Mesa Diretora do Poder, da qual DOMINGOS JUVENIL foi Presidente e JOÃO SALAME 1º Vice-Presidente, ambos atuando em parceria, companheirismo e amizade. Destaque-se que tal gestão protagonizou o maior escândalo de corrupção jamais visto naquela Casa Legislativa, segundo apurou o Ministério Público do Estado do Pará. Fraudes milionárias que desfalcaram os cofres públicos em valores superiores a 100 milhões de reais, cujos tentáculos perpassaram pela Folha de Pagamento, Processos Licitatórios e Convênios.

  13. Anônimo

    7 de junho de 2012 - 17:23 - 17:23
    Reply

    nao sei se a pesquisa e certa ou errada, vou voltar ao blog depois da eleiçao pra dizer .
    agora so falta vcs quererem que o dono da doxa diga que a pesquisa nao e legitima, esclaricimento com o propio diretor e de mais . ele falou oque era de se esperar essa entrevista nao esclarece nada . repito dia 07 de outubro vamos tirar a prova dos 9. aguardo novas materias esta ai ja passou . obrigado .
    otimo blog .

  14. encantadora

    7 de junho de 2012 - 16:25 - 16:25
    Reply

    Parabéns ao blog, pela matéria : agora, muda essa tua foto Hiro.

  15. Olhos de Águia

    7 de junho de 2012 - 16:02 - 16:02
    Reply

    Leia-se ” pudessem” solicito ao blog, considerar o segundo comentário.

  16. Olhos de Águia

    7 de junho de 2012 - 15:58 - 15:58
    Reply

    Amigos,
    Entendo, com a maior naturalidade as reações, à esta ou aquela pesquisa, deste ou daquele instituto. Agora, tentarem querer desqualificar o trabalho
    sério, que vem sendo levado a cabo pelo Sr. Dornélio ao longo dos anos é
    pura falta de sensibilidade, de não querer aceitar o óbvio, que está, ao alcance dos nossos olhos ( crescimento da Candidatura do Dep. João Salame ). Já, se vão dez anos, ou seja a metade da existência do instituto
    dirigido pelo Sr. Dornélio, que firmo contrato com o mesmo para realizações de Pesquisas Eleitorais, sem, encontrar nenhuma falha que me pudesse chamar à atenção ( numeros distorcidos ) . Devo, dizer-lhes, que reputo da mais alta credibilidade todos os trabalhos realizados pela Doxa Comunicação. Portanto, resta, a essa gente entender que os tempos mudaram, e que não devemos subestimar, nossos adversários Políticos.

  17. Armando Siqueira Lemos

    7 de junho de 2012 - 15:44 - 15:44
    Reply

    Parabens hiroshi é assim mesmo que se faz, para nao deixar dúvidas ao excelente trabalho que voce desenvolve num dos blog mais lidos do Pará. Nós confiamos em voce, amigo

    • Hiroshi Bogéa

      7 de junho de 2012 - 15:45 - 15:45
      Reply

      Obrigado, Armando. Abs

  18. Carlos Queiroz

    7 de junho de 2012 - 15:31 - 15:31
    Reply

    Entrevista lúcida e esclarecedora.

Leave a Reply to negão da 12

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *