Hiroshi Bogéa On line
Post de 

10 Comentários

  1. Anonymous

    13 de agosto de 2008 - 05:10 - 5:10
    Reply

    Poderiamos fazer uma lista da memória destruida de Marabá, se faz até piadas de maranhense pois os paulistas e mineiros não sabem quem iniciou e edificou essa cidade, não sabe da sumauma a beira do Itacaiunas, a importância das irmãs dominicanas, as loucuras mas a importância da Família Mutran, será que sabem que foi o Zacarias e o Lorenço?, O Bosta de Boi o Nelito e o Tibiriça? Quem tem menmória curta não pode ter coreto, mercado Municipal digno, clube de mães, Igreja São Felix, Colegio Sta Terezinha e outras coisas mais que nos Marabaenses nos orgulhamos de lembrar.

  2. Anonymous

    12 de agosto de 2008 - 12:07 - 12:07
    Reply

    Quaradouro, Marabá é assim, tem até um senador suplente, podé?!
    Fidelis

  3. Hiroshi Bogéa

    9 de agosto de 2008 - 02:20 - 2:20
    Reply

    Grande Juva, também gostei. Um abraçao.

  4. Hiroshi Bogéa

    9 de agosto de 2008 - 02:19 - 2:19
    Reply

    Meu prezado, já tinha ouvido falar desse coreto em frente ao mercado, meus pais tem boas recordações dele. Quanto ao mercado, ainda nao fui vê-lo, depois da reforma. Emitirei opinio assim que for lá.
    abs

  5. Anonymous

    9 de agosto de 2008 - 01:09 - 1:09
    Reply

    Quaradouro, n se preocupe q daqui pro fim do ano o nobre EDIL vai mandar asfaltar o mercadão.

  6. Juvencio de Arruda

    8 de agosto de 2008 - 20:36 - 20:36
    Reply

    Hiro, post da semana.
    Abs

  7. Quaradouro

    8 de agosto de 2008 - 17:47 - 17:47
    Reply

    Hirô, mano velho:
    até finais da década de 1950 tínhamos um, sim, quase em frente ao mercadão municipal. Não era assim, tão elaborado com essa escadaria aí, de meados do século XIX; parecia mais com o Bar do Parque sem o tablado horroroso que lhe arrumaram. Dentro do mercado havia uma balança de ferro fundido, fabricação inglesa, cujo braço sustentador dos pesos acabava numa vigorosa cabeça de touro, lembrando o minotauro.
    Por falar em preservação, você já viu o que a prefeitura fez com o Mercadão? Vá lá e assuste-se, morra de vergonha: o engenhoso arquiteto ou o criativo engenheiro pespegou uma viga bem no meio dos janelôes laterais.
    Ô terra de gente desgraçadadamente burra mas toda empiriquitada!…

  8. Anonymous

    8 de agosto de 2008 - 16:53 - 16:53
    Reply

    É bom mesmo que o próximo tenha cuidado com a memória de Marabá, pois o atual não está nem aí pra ela.

  9. Hiroshi Bogéa

    8 de agosto de 2008 - 16:08 - 16:08
    Reply

    Tudo bem 12:44 PM, só que o coreto da praça Duque de Caxias, em Marabá, não tem os traços bucólicos desse de Santarém. Simplesmente lindo!

  10. Anonymous

    8 de agosto de 2008 - 15:44 - 15:44
    Reply

    Coreto temos, mas indevidamente se apropriaram dele lá na praça duque de Caxias, é uma pena pois a apropriação não foi apenas do local mas de toda uma lebrança de vida, assim vão fazer com o mercado e o clube de mães, espero que o proximo administrador tenha mais consciência com a memória da cidade.

Leave a Reply to Hiroshi Bogéa

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *