Hiroshi Bogéa On line

Condenação de Asdrubal: Tião comemora sentença

 

 

O deputado estadual Sebastião Miranda (PTB) nunca escondeu de ninguém que um dia daria o troco em Asdrubal Bentes (PMDB).

Rancoroso por natureza,  o ex-prefeito de Marabá sempre achou que Asdrubal foi um dos responsáveis pelo afastamento dele, por cinco meses, da prefeitura de Marabá, em 2005, acusado à época de crime eleitoral.

A ação que ocasionou, na noite de ontem, 8, a condenação do único deputado federal marabaense foi arquitetada por Sebastião Miranda.

Foi depois da eleição para a prefeitura de 2004, vencida por Miranda, que a ação penal foi movida  contra Asdrubal Bentes – sob a coordenação direta de Sebastião Miranda – inclusive os custos de advocacia sustentados até recentemente pelo atual deputado estadual -, e toda uma logística montada para a identificação de “clientes em potenciais” das cirurgias de laqueadura tubária,  realizadas pelo  Fundação “PMDB Mulher”.

Carregado de rancor, Sebastião Miranda sempre dizia, aos mais próximos, que “a vez de Asdrubal chegará” – referindo-se  ao resultado da ação por ele impetrada acusando o deputado de prática ilegal de esterilização feminina.

No bojo de tanto ódio, Sebastião Miranda carregava consigo a desconfiança de que fora Asdrubal o responsável direto pela ação movida contra ele por crime eleitoral,  no embalo da eleição de 2004. Em verdade, quem patrocinou o processo que levou Miranda a ser afastado da prefeitura de Marabá por cinco meses, foi a ex-deputada Elza Miranda, que havia disputado também a eleição municipal, tendo como adversários Sebastião Miranda e Asdrubal.

Asdrubal anexaria sua assinatura ao processo, como litisconsorte, meses depois da ação já ter percorrido todo um rito  processual, no vácuo da decisão de Elza Miranda desistir de continuar financiando a contenda jurídica.

Não é por menos a satisfação dos  “tiãozetes”.

Ontem mesmo à noite, pouco depois da decisão do STF, na orla de Marabá, já dava para perceber o quanto a condenação de Asdrubal foi recebida efusivamente pelos apaixonado seguidores do deputado estadual petebista.

Post de 

25 Comentários

  1. João Dias

    12 de setembro de 2011 - 21:56 - 21:56
    Reply

    Correção para o título, leia-se: “Um pilar de ferro”.

    gratos pela compreensão.

    sds. democráticas
    Aragão, João Dias.

  2. João Dias

    12 de setembro de 2011 - 19:57 - 19:57
    Reply

    “Pilar de Ferro”
    (recomendação)

    Um livro da escritora Taylor Caldwell (Editora Record), entre outros aspectos que a leitura proporciona, destaca princípios e valores relevantes para a vida de cada um, e seu (s) amigos de juventude.

    sds. democráticas.

  3. George Hamilton Maranhão Alves

    12 de setembro de 2011 - 17:37 - 17:37
    Reply

    Marabaense por adoção, quero dizer que não há uma relação diretamente proporcional entre sucesso empresarial e sucesso na gestão pública.
    A iniciativa privada tem as suas características e a gestão pública tem também, as suas próprias. Ambas tem tempos, demandas e espaços de tomadas de decisões diferentes. A gestão pública tem os seus trãmites e a burocracia que lhe são próprios, e necessita da habilidade política.
    Administrar um empresa, com toda a liberalidade de proprietário, é diferente de administrar uma cidade que, no caos urbano migratório do dia dia, foge ao controle de tecnocratas e especialistas.
    Temos um grande exemplo: o empresário Carlos Santos quando a frente do governo do Estado do Pará, ainda que por pouco tempo (um ano).
    O empresário-cantor-radialista não repetiu a frente do governo o sucesso que tinha a frente de seus negócios empresariais.
    A gestão pública necessita da veia política, o que nem todos os empresários possuem.

  4. Marabaense

    12 de setembro de 2011 - 17:32 - 17:32
    Reply

    Fala sério!!!!
    Sou marabaense, tenho 37 anos,amo minha terra. Lamento pelo Deputado Asdrubal, que em muito contribui para esta cidade. Sou admiradora do trabalho de Tião Miranda. Sou funcionaria pública, DETESTO essa coisa de “tiãozetes”, parece com a gestão atual, que rotulou boa parte dos servidores da PMM e puni na maior cara de pau os “tiãozetes”.
    Sr. Hiroshi, peço que nos seus comentários, amenize sua análise a respeito do Deputado Tião. Seus comentários são de carater (ao meu ver) pessoais.
    Tenho grande respeito pelo seu trabalho, mas por favor, “Tiãozetes” não!!!!!

  5. anônimo

    12 de setembro de 2011 - 15:39 - 15:39
    Reply

    Quando a criança é branquinha, cabelo liso, bonitinha, todo mundo quer ADOTAR. Comer filé todo mundo quer, carne de pescoço, duvido!
    Quero ver adotar o Piauí, os sertões cearenses, pernambucanos, maranhenses, baianos, sergipanos, mineiros; ou mesmo a Vlia socó, do Rato.
    Nessas condições de miséria, o adotante vira adotado. Me engana que eu gosto!

  6. Marabá

    12 de setembro de 2011 - 12:48 - 12:48
    Reply

    Marabaense por adoção, Dr. Jorge Bichara será um bom nome para concorrer as eleições, comprometido com esta cidade.

  7. Marabaense por adoção.

    11 de setembro de 2011 - 21:14 - 21:14
    Reply

    Quando tentamos fazer alguma análise com relação aos possiveis candidatos ao pleito que se avizinha, é importante deixar de lado este aspecto de amigo, pagador de lanche e etc.
    É necessario uma análise com relação aos possiveis serviços, obras e planejamento da nossa cidade, que em função da migração crescente de pessoas, em função de empregos, tendem a pressionar ainda mais a logistica de atendimento de nosso Município.
    O Tião asfalto muitas ruas, o Maurino vai para o mesmo caminho, mas sem implantação de rede de esgoto, agua potável e etc. Quando entrar um grupo de pessoas comprometidas com o nosso Município, vai ter que infelizmente destruir um pouco daquilo que se chamou “obras públicas”.
    Com relação aos nomes que se apresentam para o proximo pleito, temos que valorizar os de Gilberto e Ítalo, que ja se mostraram suficientes maduros. com relação a construção de seus empreendimentos e não tem associações com outras pessoas “empresários”, afoitos ao erario publico.
    Apostar no Gilberto e Ítalo é valorizar o que tem de melhor para a nossa região, e ter pessoas equilibradas nos aspectos profissionais, pessoais de relacionamento. Vamos dar uma resposta positiva a todos os moradores de Marabá e região e vamos dar uma oportunidade a aqueles que podem contribuir e muito para nossa região.
    Sugiro que a associações, maçonaria, crea, entidades de classe possam se manifestar acerca de quais candidatos seriam melhores para a nossa região.
    Hiroshi sugiro que voce possa contatar o Ítalo e o Gilberto para uma possivel candidatura, caso eles não tenham interesse em partcipar por um motivo qualquer, estaremos orfãos.

  8. Anônimo

    11 de setembro de 2011 - 18:08 - 18:08
    Reply

    Acho que toda mulher deveria ter direito de decidir o que fazer com seu corpo.As cirurgias não foram feitas contra a vontade das mulheres, foram? Se estas mulheres decidiram se esterilizar devem ter tido seus motivos. É comum muitos cafagestes iludirem e encherem uma mulher de promessas e esperanças e depois sumir do mapa quando descobre que ela engravidou. Estes convardes negam paternidade , negam pensão alimentícia e omitem assistência aos filhos. Não venham me falar de leis que não funcionam e de gente decente. Mais antes uma esterilização que um aborto.Só não foi certo trocar por voto mas será que foi trocado porque o voto é secreto. Sei de gente que se aproveta desses políticos pegam favores e lhe prometem votos e as vezes nem é eleitor deste município.

  9. Aragão, o Amigão

    10 de setembro de 2011 - 23:45 - 23:45
    Reply

    Mais rapá, deixa de conversa mole. Voce vota Não porque não anda pelas nossas estradas, não precisa de nossos hospitais, seus filhos não estão sem vagas nas escolas, votas Não porque todas as nossas cidades tem saneamento básico, água potável de qualidade, aterros sanitários. Votas Não porque nossos rios não estão infestados de piratas que roubam embarcações. Votas Não porque seus filhos estudam em escolas técnicas e faculdades em Marabá e não precisam ir embora, votas Não porque nossas periferias são paraísos de tranquilidade e não de violência. É isso?
    Seu entendimento de democracia está costurado a subserviência. Tião nunca repartiu lanche contigo coisa nenhma. Ele não era de levar lanche pra escola. Segundo Lacan, caráter se muda por vontade, sim senhor. Só quem não muda é pote. Nós construímos, todos os dias, nossa personalidade, sim senhor. Fique aí na Tijuca, Aragão, o Amigão do Tião, aquele que vota Não.

  10. Dario dos Anjos

    10 de setembro de 2011 - 21:55 - 21:55
    Reply

    Senhor João Dias, também não conheço esse Tião e nem você, vou só agradecê-lo por seus comentários, você está de parabéns com suas colocações. Democracia é isso mesmo que você disse, poder ter liberdade de pensamentos é o mínimo que uma verdadeira democracia pode nos oferecer e a gente oferecer o mesmo a todos os compatriotas. Sem contar que gratidão é coisa pra nunca se esquecer. Abraços democráticos!

  11. João Dias

    10 de setembro de 2011 - 10:10 - 10:10
    Reply

    Ao Sr. Anônimo,

    Falando a verdade.

    Se você não gosta do Tião é problema seu, não sei os motivos, também não me interessa.
    Eu só tenho motivos pra gostar e agradecer a boa amizade e convivência que tivemos na adolescencia e juventude, como família. Não comentei nada acerca de política, nem dos dias de hoje.

    Falei desse momento e você entendeu errado. Personalidade e caráter não se muda por vontade, se herda de berço. A minha continua a mesma, ao ponto de revelar para os leitores e comentaristas do Blog o lado bom do Tião, desde garoto como ser humano. Negar isso é rasgar e jogar no lixo uma história, um passado que não tem preço, nem opinião que me faça mudar.

    Há muito tempo não o vejo e nem falo com ele. Tudo que sei é por meio do Blog do Hiroshi ou noticiado no Correiotocantins. Acredito que, como marabaense e a formação que possui, tem tudo pra fazer do bom e do melhor por Marabá e todos que aí são residentes, domiciliados e em trânsito. Torço para que isso aconteça.

    Quanto votar NÃO, referente a separação, é uma avaliação política minha, da mesma forma que a sua deve ser SIM. Democracia é isso mesmo. O importante é respeitar a vontade da maioria, do povo.

    sds. democráticas.
    Tijuca, Rio/RJ.
    João Dias Aragão

  12. ######

    10 de setembro de 2011 - 06:36 - 6:36
    Reply

    Fico chocada quando leio comentários que não respeitam os outros comentários. Como o sincero relato do morador da Tijuca. Que legal! Relembrou os tempos difíceis e quem o ajudou. Aí vem alguém arrogante, e despreza as suas boas lembranças.
    Não sou amiga do Tião, ele nunca dividiu o lanche dele comigo, mas gosto de lembrar das pessoas que me estenderam a mão, que me acolheram quando precisei. Ensino algo aos meus filhos: gratidão.
    Quando desprezamos quem nos ajudou estamos contribuindo para a construção de uma sociedade desumana, sem vínculos, egoísta. Pessoas que sempre acreditam que o que fazem por elas é mais que uma obrigação são provindas de lares em que os pais não ensinaram o valor de dar e receber ajuda.
    Claro que em questão política pensamos que as coisas mudam, o poder público recebe nossos impostos para nos prestarem serviços de qualidade e contínuo. Mas o poder público é feito por pessoas, o carater destas pessoas influenciam na qualidade do serviço oferecido à população.
    Acompanharam o pensamento?
    Preparamos os futuros políticos em nossos lares, com nossos bons ou maus exemplos.

  13. GUSTAVO

    9 de setembro de 2011 - 23:23 - 23:23
    Reply

    Que o nosso deputado asdrubal fique tranquilo que o que ele fez de certa forma ele vai pagar mais não vai ser cassado não a tal da jaqueline roriz o que q aconteceu com ela nada !a tal da elka nada e com vc depitado não vai ser diferente não , mais que na proxima eleição o senhor não deixe de exercer seu cargo pra ser secretario ,o povo cobra e cobra muito !!! e so lembrando nas eleiçoes que vem apoe tião miranda ele na eleção pedio voto pra vc como deputado e quem q o maurino apoio !!!um cara que e contra a criação de carajas e tapajos estou enquanto eleitor marabaense torcendo por vc se vc realmente cometeu algum crime eleitoral não foi para o mau de ninguem!!tem tantas outras coisas piores por ai ,no nosso governo municipal nem se fala e o pior de todo o pais !!!que venha a eleição e se DEUS quiser tião novamente pro bem de marabá!! independentemente de algumas pessoas acharem ele ruim o que mais importa e que ele e um cara que trabalha e que quer vero povo e a cidade crescerem juntas diferente do maurino por isso sim a carajas e tapajos e sim a tião !!!!nas proximas eleiçoes!!!abrços hiroshi

  14. Anônimo

    9 de setembro de 2011 - 21:19 - 21:19
    Reply

    Hiroshi
    Certamente não estás a achar correta a atitude do Asdrubal quando autorizava cirurgias esterilizadoras a seu bel prazer,sem indicações médicas e sem observar as assertivas do SUS sobre estes procedimentos.O(s) médico(s) também deveriam ser investigados e talvez também cassados pois foram cumplices de atos irregulares.Dizer que assim fazendo evitava crianças mal nascidas como falou na rádio, é atitude digna de Goebbel no nazismo.Eugenia social para o filho dos pobres?Te admiro como cidadão e acho que interpretei mal.Tenho certeza que tua visita ao Asdrubal foi jornalistica e não de apoio.E o Nagib,um médico,conhece o assunto mais do que os outros e não podia passar a mão na cabeça dele.Que pena.

  15. Aragão

    9 de setembro de 2011 - 21:17 - 21:17
    Reply

    Não é aquele que vota no Nâo? Lá da Tijuca? Pois é, tá esclarecido o seu lado serviçal, capacho, pelego. Não se desfaz do complexo de vira-lata. Tião repartia o lanche, contigo? Duvido de o dó. Como se diz em Belém. Mas rapá ! Te manca. Ergue a cabeça João Dias Aragão, crie personalidade. Quebra o beco com esse seu puxa saquisto do Tião, como diria Hiro o filósofo do povo.

  16. anonimo

    9 de setembro de 2011 - 16:48 - 16:48
    Reply

    Essa é a realidade da vida, caladinho caladinho o Tião vai vendo seus oponentes um a um cairem no taboleiro politico.
    Ferrerinha era fiel escudeiro do Tião, foi so o mesmo ser condenado na justiça, pra ele Ferrerinha falar cobras e largatos do Tião, liderou ate comição da moralodade publica denuciando o Tião em Brasilia, ficou conhecido como o Arauto da verdade.
    Dr. Nagilsom quando canditato a vice do Maurino, uzava os meios de comunicação pra defamar o Governo do Tião, prometendo uma saude da França aos Marabaenses.
    Asdrubal esse tomou as dores da depútada Elza tentando uma carona pra ser prefeito, na eleição passada renuciou a candidatura a prefeito pra apoiar Maurino tentando com essa manobra, politica enterrar o Tião de ves. Mais logo veio a outra eleição a de 2010 pra governador, senador e deputado, estadual e federal ai veio a grande supresa por parti do Tião, em suas caminhadas pelos bairros pedia votos para o Asdrubal e sempre dizendo o que passou passou e que Asdrubal sempre procurou ajudar Maraba em Brasilia. Eu pergunto ao deputado Asdrubal quem o prefeito que ele ajudou eleger apoiou? eu sei foi o senhor Anivaldo vale, que é contra o estado de Carajas.
    Demetrius Ribeiros suplente de Senador, não merece comentarios. Atodos o Tião uzou seus votos como respostas.

  17. Anonimo

    9 de setembro de 2011 - 15:13 - 15:13
    Reply

    Bem feito… O feitiço virou contra o remetente. Não ganhou nas urnas! Agora prove o sabor do fél.Obs: Fico trist, por Asdrunal ser um deputado bastante atuante e um dos grande lutadores da Criação do EC… Com o Passado ñ se discute!

  18. João Dias

    9 de setembro de 2011 - 12:46 - 12:46
    Reply

    Tião Miranda

    Nascemos no mesmo bairro, crescemos e estudamos juntos, convivi com sua família e seus irmão Neuton Miranda, Felix, Fernando, Antônio Carlos, Betinho, Sônia, Aninha, todos excelentes pessoas e solidários com os mais pobres como eu. Os livros que usei no Ginásio, me eram repassados do Bogô, pela Dona Ana. O Seu Sebastião, sim, era muito sério, natural na nossa época de criação.

    Tião, sem comentários, foi meu colega e amigo em todas as situações pagando, inclusive, muitas vezes o meu lanche e dividindo tudo que podia comigo.

    Não creio que tenha mudado. Personalidade, caráter não se muda por vontade, se herda de berço.

    Continuo seu admirador com as qualidades e defeitos, natural do ser humano, torcendo pra que faça o melhor por Marabá e todos que aí vivem.

    sds e abs. ao Tião e familiares.

    João Dias Aragão
    Tijuca, Rio/RJ.

  19. Virgilio Ribeiro

    9 de setembro de 2011 - 12:41 - 12:41
    Reply

    Pobre Marabá, vive com bairros sem luz, sem titulação de seus lotes, crianças e velhos choram na porta do Hospital Municipal, onibus velhos fazem o transporte coletivo, Homicidios se contam as centenas, ALPA ameaçada de ser implantada, Agua da COSAMPA não é para todos e nem de boa qualidade, mas a partenidade é de todo Governador de Plantão, etc…etc….problemas não faltam para serem enumerados e não me venham dizer que é responsabilidade do prefeito atual, porque desde que me conheço isso só tem aumentado aqui na nossa terra e politico ruim também é o que não falta, brigas e desonestidade vem de longe, acho até que chegou com Francisco Coelho, que um dia isso acabe e tenha um tipo de politico que pense nesse povo sofrido.

  20. Voto Sim

    9 de setembro de 2011 - 12:34 - 12:34
    Reply

    Anonimo das 9:09,

    Voce deveria votar não à criação de Carajás, se a Pa-150 tivesse acostamento, sinalização, patrulha rodoestadual. Deveria votar Não, se em Belém, gêmeos não morressem na porta da Santaq Casa. Deveria votar Não, se as cidades do Pará tivessem água potável de qualidade. Deveria votar Não, se as escolas de ensino médio em Marabá em em muitos muinicípios da 4ª URE, estivessem inauguradas e não funcionando em escolas municipais. Há 12 anos que o Pará não inaugura uma escola de ensino médio em Marabá. Voce deveria votar Não, se o Pará pagasse o transporte escolar rural. Voce deveria votar Não se 85% dos funcionários públicos não estivessem em Belém, como estão. Deveria votar Não, se a PM tivesse mais efetivo na região. Deveria votar Não se as baixadas de Belém dispusessem de água, passarelas, iluminação pública. Deveria votar Não se Belém não jogasse 90% do esgoto na Baia do Guajará como denunciou a Veja. Falta governabilidade para um estado tão continental. E olha que eu deixei de falar da Malária em Afuá, a pirataria nos rios paraenses, a falta de delegacias em 48 cidades de porte médio do interior, e por aí vai. Não dá, anônimo das 9:09, continuar com uma geopolítica dessa. Entendeu, ou não?

  21. George Hamilton Maranhão Alves

    9 de setembro de 2011 - 10:43 - 10:43
    Reply

    Não tenho intimidade com Tião Miranda, porém, do pouco que o conheço, não me parece que ele seja movido inteiramente, por ódio e rancor, como o HIroshi Bogéa deixa demonstrar.
    O que me parece, sim, é que o Hiroshi Bogéa não gosta de Tião Miranda.
    Não sei se o fato de Hiroshi Bogéa não gostar de Tião Miranda tem fundo pessoal ou político ou ambos.
    De qualquer forma, não há muito o que comemorar, pois é uma condenação leve e, por ser coisa pequena, dificilmente o Congresso irá cassá-lo.
    De quaquer forma, o rancor não traz benefício a ninguém, seja na política ou em outro ramo de atividade.

    • Hiroshi Bogéa

      9 de setembro de 2011 - 11:28 - 11:28
      Reply

      Seguinte, George: não te conheço, nem tu me conheces. Portanto, de prima, lhe digo que tenho a alma clarividente, a mais prudente possível, sem sentir rancor ou ódio de ninguém. Tenho inimigos colhidos ao longo de minha carreira profissional, mas daí a odiá-los, também, a distância é considerável, Se você escrever o nome de Sebastião Miranda na caixa de pesquisa do blog, encontrarás críticas e reconhecimento a algumas atitudes dele, enquanto político. O que me diferencia da maioria é que não sou de guardar em “caixa de trancoso”, meus pontos de vista em relação ao deputado estadual, pessoa que conseguiu, ao longo do tempo, imprimir medo em alguns devido seus gestos truculentos, quando necessita impor suas vontades. O que eu narrei no post ao qual tu te referes defendendo o deputado é de conhecimento público, e agora são fatos que afloram com mais intensidade em razão da decisão punitiva imposta a Asdrubal pelo STF. O resto, inclusive teu ponto de vista, é perfumaria de puro mau gosto.
      E mau gosto restringido ao campo mais ou menos inócuo do estilo. Risível de tão ruim – mas que não chega a ofender a dignidade de ninguém

  22. anonimo

    9 de setembro de 2011 - 09:25 - 9:25
    Reply

    Hirosche ouvir hoje atentamente a entrevista que o deputado federal Asdrubal deu a radio club, ele disse qie se encontrava muito tranquilo, pos quem le julgaria seria seus pares na camara federal, pos ele não é médico e sim politico, e mais ainda que ele estava muito tranquilo, pos estas mulheres deicharam de botar filho no mundo, pra sofrer ou se envolver em drogas, quanto ao embate politico na época das eleições a prefeito quem fez a denucia foi a deputada Elza e não ele. Recomendou muita trnquilidade a seus eleitores, deichou bem claro que jamais perderia seu mandato de deputado federal. Vamos ver se eu entendi essa celeuma, na época Tião Miranda era candidato a Re- eleição de prefeito, desapropiou uma area de terra , pagou pro dono legitimo, pediu autorização da camara e deu inicio ao bairro, Bela Vista fazendo ruas, colegio, casas populares, e iluminação publica, ficando a parte social de cadastramento por conta da Seasp, tendo como secretario Sr, Paulo França, ai veio a denucia que Tião estaria dando lotes em uma area que a prefeitura comprou pra fazer um Bairro, não deu outra o Juiz acatou e afastou Tião, festa na Orla la estava elza, Bernadethe , Luiz Carlo e Asdrubal e pra supresa de muita jente tambem estava la Ferrerinha que a dois dias atraz defendia o Tião com, unhas e dente. Hirosche digamos que essa é a gangorra da politica e temos que aceita-la democraticamente, ou cantarmos a bela musica do Tim Maia: A vida é mesmo assim enquanto outros choram , outros RIEMSSSSSS.

  23. Eu voto 55, não à divisão

    9 de setembro de 2011 - 09:09 - 9:09
    Reply

    Esse é o perfil de quem luta pela divisão do Pará e ainda vem mais por aí dos políticos separatistas. É desse modo que querem me convencer a votar na criação de novos Estados??? É por esses motivos que eu voto 55, não a divisão do Pará, não quero sustentar mais pessoas desse nível.

  24. DJALMA GUERRA

    9 de setembro de 2011 - 09:00 - 9:00
    Reply

    A politica de Maraba e mais fedida que o mal cheiro exalado pelo curtume.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *