Desarticulado esquema de fraudes licitatórias no Pará e Maranhão

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram, nesta quinta-feira (11), a “Operação Carro-Chefe” com o objetivo de desarticular um esquema de desvio de recursos públicos em compras de veículos para municípios no Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins. Participaram da ação 28 policiais federais e cinco auditores da CGU. A investigação começou após denúncia apresentada à CGU relativa

Saiba Mais

Rio que dá acesso a cidades no Pará é bloqueado e autoridades investigam

Ribeirinhos de comunidades em Oeiras do Pará e Cametá, município do nordeste paraense, bloqueiam a passagem de lanchas que fazem transporte de passageiros pelo Rio Anauerá. O bloqueio do rio completou 1 mês nesta segunda-feira (13) e é acompanhado pela Polícia Civil, Ministério Público do Pará e Capitania dos Portos. Barcos menores e rabetas estão impedido a passagem de embarcações maiores.

Saiba Mais

Temporal deixa Cajazeiras sem energia. Equatorial se nega a recuperar rede danificada

O distrito de Cajazeiras, a 30 Km de Itupiranga, está sem energia há dois dias. Um temporal derrubou a rede de distribuição sem que a concessionária Equatorial atenda aos apelos da comunidade, para restabelecer o sistema. Cajazeiras tem cerca de 7 mil habitantes, e é uma das comunidades rurais mais habitadas no interior do Pará, com um comércio forte bastante diversificado.

Saiba Mais

MP reabre investigações sobre morte de Jones William e acusa prefeito de Tucurui e policiais de manipular inquérito

Segundo Ministério Público do Pará, grupo de aliados do atual prefeito de Tucurí, corrompeu os policiais que investigavam o assassinato do ex-prefeito, morto em julho de 2017. Conversas extraídas de celulares  apreendidos em nova investigação evidencia pagamento mensal para ter acesso às informações sigilosas e remuneração de R$ 100 mil para a conclusão final indiciar os adversários políticos deste grupo.  

Saiba Mais

Mônica Pinto, “Robgol” e servidores da Alepa são condenados por fraude na folha de pagamento

Um ex-deputado estadual e 13 servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Pará citados numa  ação penal movida pelo Ministério Públicos foram condenados ao cumprimento de penas por participação em  articulação que incluía dados cadastrais de supostos servidores e estagiários na folha de pagamento da Assembleia Legislativa. Os salários dos funcionários “fantasmas” eram divididos entre os integrantes do esquema. A decisão

Saiba Mais