Caniço sem anzol?

Publicado em 28 de dezembro de 2010

Fora do círculo verdadeiramente mais interessado em ter autoridades da região ligadas ao setor (as colônias de pescadores), a  ida de Asdrubal  Bentes (PMDB) para a Secretaria Estadual da Pesca começou a receber críticas.

Não apenas entre o eleitorado do parlamentar, reeleito deputado federal com mais de 80 mil votos (53 mil obtidos somente em Marabá), mas também no seio dos formadores de opinião.

Ademir Braz, a propósito, lembra as perdas financeiras de Asdrubal, optando pela Pesca:

“A ida de Asdrúbal Bentes para o governo Simão Jatene, já confirmada, não é prejuizo apenas para Marabá e região. Ele próprio vai perder 15 salários mensais de R$ 25.703,00 por ano, mais R$ 60 mil por mês para contratar funcionários sem concurso público.”

Para ler o post completo.