Hiroshi Bogéa On line

Brancos mentirosos

O confronto, outra vez, de índios com a administração pública, já se esperava, no Sul do Pará. Agora, com a assinatura dos Kaiapó.

É sempre assim: os coitados dos caciques procuram as autoridades, mostram seus problemas, criados pelo avanço das tais frentes de expansão, recebem de volta promessas nunca cumpridas.

Esperam, esperam, apelam para a intervenção da FUNAI, e a conversa de repete.

Quando o poster soube, no Rio de Janeiro, que a aldeia Gorotire estava em pé de guerra, levando, inclusive, para seu interior o chefe do núcleo Regional da Setran, Valter Peixoto, feito refém na interseção de duas rodovias, o velho filme reprisou.

Quem percorre os 50 km da vicinal que liga a PA-287 a aldeia indígena, fica indignado a perguntar-se como podem os quase dois mil Kaiapó ter acesso digno à civilização, em busca de socorro ou à cata de consumo nos centros urbano, irresponsavelmente ensinados a comprar pelos mesmos caras pálidas, que hoje lhes negam cobrir o alto custo da aculturação.

O blogger já esteve duas vezes naquela ridícula vicinal. Conhece o sufoco de andar por ali de carro.

Os kaiapó aguardam, desde a gestão do ex-prefeito de Cumaru, promessas de recuperação da estrada.

O blog vai cobrar, semanalmente, o cumprimento do acordo assinado, hoje, entre a Setran, prefeitura, FUNAI e os índios da Gorotire, pelo qual a parceria dos governos estadual e municipal se compromete tornar trafegável a vicinal do fim-de-mundo.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    1 de setembro de 2009 - 14:31 - 14:31
    Reply

    Vocês lembram daquele pobre funcionário do SETRAN que na semana passada ficou de "refém" de indígenas no Sul do Pará? Na verdade Walter Peixoto (Diretor Regional do SETRAN) não é nenhum coitadinho, tudo aquilo foi armado, não passou de uma palhaçada! Esse indivíduo está sendo acusado pelo Ministério Público de haver fraudado licitações para recuperação de estradas na região, por isso, na tentativa de livrar sua barra anda se fazendo de santinho. Toda a população do município de Conceição do Araguaia conhece muito bem esse figura, principalmente pelos inúmeros casos de abuso sexual e pedofilia praticada pelo mesmo. Quem não recorda da deficiente mental que ele violentou?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *