Acusador e acusado devem esclarecimentos

Publicado em 5 de fevereiro de 2015

 

Gravíssimas as declarações do midiático presidente da OAB- Pará, Jarbas Vasconcelos,  insinuando responsabilidades pela morte do  advogado Jackson Silva ao governo municipal de Parauapebas.

A reação do prefeito Valmir da Integral de qualificar as insinuações do presidente da entidade como uso político, nada esclarece.

Duas situações.

Uma: Jarbas Vasconcelos  estaria agindo no limite da irresponsabilidade, fazer tal insinuação, sem comprová-la.

Duas:  e, por sua vez,  no limite da omissão, o prefeito estaria contribuindo para as insinuações correrem mundo, caso ele não tome decisões duras comprovando o contrário.