Hiroshi Bogéa On line

Eleição AMAT: denúncia de compra de votos

 

 

Desde o final da tarde desta quinta-feira, 21, circulam em pontos estratégicos de Marabá o secretário Estadual de Obras, Joaquim Passarinho,  e o prefeito de Tucuruí, Sancler Ferreira (PPS).

A movimentação de ambos, segundo denúncias chegadas ao blog agora à noite, não seria nada republicana.

Conforme prefeitos ouvidos pelo poster, Joaquim e Sancler estariam oferecendo aos prefeitos aliciados  obras nos municípios  em troca de votos, preferencialmente pavimentação de ruas.

“O lamentável  gesto de corromper consciência oferecendo  pavimentação de ruas é o a moeda de troca”,  disse um prefeito do Sul do Pará, que estará presente, nesta sexta-feira, 22, à eleição que escolherá a nova diretoria da Associação dos Municípios do Araguaia-Tocantins (Amat).

Duas chapas disputam a presidência: uma representada pelo prefeito de Tucuruí e outra pelo prefeito de Marabá, João Salame – embos do PPS.

“É um desrespeito às comunidades que buscam reconstruir dias melhores, a forma acintosa com que Passarinho e o prefeito de Tucuruí tentam alterar o mapeamento dos votos”, denuncia.

A disputa pela presidência da Amat está sendo definida como uma luta por aqueles que defendem a criação do Estado de Carajás e o governo do Estado, contrário ao movimento.

A presença em  Marabá do secretário de Obras do Estado é uma prova de que o governo pretende impedir o fortalecimento dos prefeitos  engajados na disputa emancipacionista, cooptando representantes de municípios totalmente desvinculados à ideia divisionista.

Como está havendo um mapeamento de votos de cada prefeito,  organiza-se uma reação radical contra aqueles que votarem no prefeito de Tucuruí, considerada pelo carajaense pessoa totalmente ligada a estratégia governista de enfraquecer a luta pela criação de Carajás: divulgação em veículos de comunicação, e em mídias alternativas, dos nomes dos prefeitos que se somarem a chapa liderada por Sancler Ferreira.

Autor 

11 Comentários

  1. Anarquista Graças a Deus

    25 de Fevereiro de 2013 - 21:26
    Reply

    Deputado Wandenkolk a sua mascara caiu, logo você que se dizia a favorável ao Estado de Carajás fazer esse papelão de apoiar o candidato do Jatene do NÃO? Ora Deputado, isso explicar a sua pífia votação na ultima eleição, principalmente onde as pessoas te conhecem muito bem (ITUPIRANGA) onde você nasceu e ficou em quinto lugar para Deputado, está explicado, quem não te conhece é que te compra. Kkkkkkkkkkkkkkk

  2. Aff

    23 de Fevereiro de 2013 - 9:57
    Reply

    Assim é a vida!

    E o nobre deputado federal Wandekok Gonçalves? Que papelão heim…

    Durante as eleições esteve desfilando aqui por Tucuruí, nas ruas e no palanque, deixou claro que Sancler não tinha um projeto de desenvolvimento para o município… enfim na época disse que suas avaliações deveriam ser consideradas por nós eleitores…

    E agora, apenas alguns meses depois vai a Marabá articular a presidencia da AMAT para Sancler.. Uai deputado se Sancler não era bom pra ser prefeito de Tucuruí é bom pra AMAT????

    Só me resta saber como foi sua atuação na ante sala da votação???? Justamente ele que essa semana se derreteu em declarações à cubana sobre nossa república…

    Francamente, coerência não é verbo, mas pode ser ação tá!

  3. Aff

    22 de Fevereiro de 2013 - 12:54
    Reply

    … Que as atitudes do Prefeito Sancler não são nada republicanas, nós que moramos em Tucuruí estamos cansado de saber… o que nos intriga nesse texto é que a atitude de quem é prefeito e vende voto, também não é nada diferente dele…

    Mas vamos lá. Qual deve ser o perfil de um presidente da AMAT… no mínimo de um gestor um uma história política de destaque… E no caso de um prefeito reeleito, no mínimo deve ter feito um governo de destaque… vamos lá… Moro em Tucuruí e posso afirmar que as coisas aqui vão de mal a pior!

    Não se consolidam políticas de desenvolvimento no município… estamos diante de um Lago com possibilidade de geração de milheres de postos de trabalho e renda, através da aquicultura, e a prefeitura não realizou nenhuma ação no senttido de estruturar essa politica pública… temos um grande potencial turistico, totalmente inexplorado… as famílias que residem no Lago vivem em miséria extrema e nem mesmo ações para garantir o bolsa família a prefeitura desenvolve, pra conseguir o cartão se não fosse eleitor do Jairo (que coordenava a assistencia social) não ganhava … e a saúde… caos generalizado, se o governo do estado não mantisse o hospital regional e a UPA mantida pelo governo federal ( já teríamos morrido todos os doentes daqui) ou alguém ainda não sabe que os postos de saúde estão em reforma há um bilhão de anos e pra conseguir uma consulta a fila é astronômica….

    Tucuruí tem um orçamento astronômico e a população recebe um caldo marrom com nome de água para uso cotidiano…. A ELN construiu uma estação de tratramento que não funciona por pura falta de gestão pública…

    É importante que toda a região saiba que não há água tratada e Tucuruí antes …. e que se seu prefeito votar em Sancler são da mesma linha !!!!!!!

    Afff

  4. Jorge Antony F. Siqueira

    22 de Fevereiro de 2013 - 11:57
    Reply

    Com a palavra os Srs. Prefeitos que participarão da eleição. Após, que se divulgue quem votou JS e quem votou Sancler. 22.02.13, Mba.=PA.

  5. israel

    22 de Fevereiro de 2013 - 10:41
    Reply

    amigo hiroshi parabems pelo seu blog ,vou lhe dar uma ideia tudo que diveres do prefeito de tucurui mande para :falamdo com a presidenta …

  6. Otasnes

    22 de Fevereiro de 2013 - 9:46
    Reply

    Creio que além da bandeira, já manjada de prefeito do Sim e Não (como se isso tirasse Belém do centro administrativo!?!?!), A eleição da AMAT vai promover uma estabilização do real posicionamento do PPS Pará, se este é a favor de uma união pouco ortodoxa e com gosto de fel com o PT, ou se mantem a linha como manda Freire na coligação PPS, PSDB e DEM. Isto eu creio que será um grande avanço, irá delimitar se JS está avançando demais sobre a sigla, ou se a sigla está apoiando JS.

  7. Ulisses Silva Maia

    22 de Fevereiro de 2013 - 9:46
    Reply

    Hiroshi, o que deve causa rmais revolta não é nem o fato do Secretário Estadual estar na cidade “ajudando cooptar votos” (se isto de fato for verdade). Mas o mais revoltante é, após a eleição, o Prefeito de Tucuruí ser eleito por votos comprados. Ou seja, se ocorrer compra de votos e o prefeito de Tucuruí vencer, qual a moral e ética que algum prefeito que vendeu seu voto tem para representar seu município, sua população e a nossa região. A safazeda, nessse caso, é de quem compra, mas, principalmente, de quem se vende.

  8. Paulo da graça

    22 de Fevereiro de 2013 - 0:49
    Reply

    Se ganhar, méritos para o prefeito João Salame. Se perder, a vitória do Sancler será resultado da compra de votos. Vamos parar com essa hipocrisia. E o Hélder apoiando o Salame significa o quê? Com certeza não é algo tão republicano assim…

  9. Bia

    21 de Fevereiro de 2013 - 23:56
    Reply

    É lamentavel, essa conduta demoralizante praticada pelos agentes da administração pública símboliza a total falta de compromisso com a população, além do mais fere o príncipio da legalidade.

  10. Geraldo K

    21 de Fevereiro de 2013 - 23:04
    Reply

    A história politica e fora da política de Sancler Ferreira sempre foi pautada na traição, desonestidade, aliciamento através de meios indecorosos, incluindo principalmente a compra de votos. Ele é uma ser rancoroso, sem caráter e, por isso,incapaz de olhar nos olhos das pessoas. Nunca cumpriu compromissos com as pessoas que o ajudou, preferindo descarta-los tão logo tenha alcançado seus intentos e vice sempre acompanhado de dois ou três capangas que lhe fazem a corte em troca de obras e lavagem de dinheiro, arrasando despudoradamente os cofres da prefeitura de Tucuruí. Nos, que aqui vivemos, estamos torcendo para que o MPF se instale logo no município, pois o MP estadual só sabe engavetar os diversos processos que vereadores e comunidades interpuseram contra ele.. Que a AMAT não caia nas maõs deste chefe de quadrilha!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *