Hiroshi Bogéa On line

Dois pontos de obstrução das rodovias em Marabá têm liberação negociada

O juiz federal Heitor Moura Gomes concedeu liminar determinando a desinterdição da BR-155, no posto Santa Luzia, e a BR-230 (Transamazônica), no KM 8, Vila São José, além do ponto também interditado em Eldorado do Carajás.

A liminar nem chegou a ser cumprida com uso da força porque, no início da noite, integrantes do “Comitê de Crise” e grevistas acampados na duas rodovias, em Marabá, concordaram em liberar a passagem de caminhões e demais veículos.

Quem decidiu em permanecer nos locais, mantendo o movimento, teve total liberdade para tal, desde que não obstruíssem a passagem de condutores interessados em seguir viagem.

Em Eldorado do Carajás, no entanto, a situação está mais complicada para a definição de um acordo.

Líderes  do movimento que negociaram no final da tarde a desobstrução  dos dois pontos de Marabá sugeriram o envio de autoridades para negociar com os grevistas de Eldorado o mesmo procedimento acordado em Marabá.

A liberação dos postos Santa Luzia e Vila São José não oficializa o fim das manifestações.

Muitos grevistas permanecem ainda nos locais, embora cedendo espaço para motoristas tocarem seus veículos, se assim preferirem.

Quanto ao abastecimento dos postos de combustíveis, grande parte dos estabelecimentos já está atendendo a população de Marabá.

As filas para abastecimento, no início da noite, já não apresentavam a dimensão registrada durante o dia.

Liminar concedida pela Justiça Federal.
Post de 

1 Comentário

  1. Apinajé

    30 de maio de 2018 - 15:37 - 15:37
    Reply

    A greve acabou!O que se ver agora são militantes partidários que ao ver o sucesso do locaute dos caminhoneiros,pegaram carona no movimento e passaram a reter em bloqueios os profissionais do volante por conta de ameaças.
    No caso específico de Eldorado dos carajás é mais emblemático,talvez uma tropa aos molde do Cel.Pantoja resolvesse o caso.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *