Hiroshi Bogéa On line

César Lins comenta ameaças de Tião Miranda

 

 

O juiz de Direito César Dias de França Lins, respondeu ao blog, instantes atrás, sobre ameaças feitas pelo deputado estadual  Tião Miranda de denunciá-lo ao Conselho Nacional de Justiça pelas declarações feitas pelo magistrado  a respeito do caos em que se encontra a situação da saúde pública de Marabá, no rastro de investigações feitas na secretaria de Saúde que culminaram com a prisão do secretário de Saúde, Nilson da Piedade.

César Lins observou, em sua entrevista aos órgãos de comunicação, que os problemas verificados na saúde não são decorrentes apenas da gestão de Maurino Magalhães, “se arrastam desde a administração do ex-prefeito Tião Miranda”

Tião Miranda respondeu que “o  juiz  (César Lins) tem que ter equilíbrio e serenidade”, lembrando na entrevista que deu aos veículos, que o juiz  chegou em Marabá em março de 2009, portanto depois do final de sua gestão, “de modo que não teria como avaliar a minha administração”.

Na mesma  entrevista, o deputado ameaçou denunciar  César Lins à Corregedoria e ao Conselho Nacional de Justiça, pelas declarações registradas.

 

Agora à tarde, César Lins deu o troco, dentro de seu estilo bateu, levou -, falando ao telefone com o poster,

“Venho apenas esclarecer ao público de Marabá que o Poder Judiciário e seus juízes não se curvarão diante das ameaças de intimidação de representação junto ao CNJ. Reitero neste momento o que foi dito por mim em entrevistas de que os problemas de saúde pública em Marabá são antigos, das gestões anteriores, como a do antigo prefeito Tião Miranda (8 anos)  até os dias atuais .  Que eles se agravaram com o atual prefeito, não tenho dúvida! Contudo, na gestão do Tião ocorreram problemas, entre eles,  mortes de trigêmeos, prisão de seu secretário de saúde . Como negar isto ? Isto não são problemas de gestão ?, pergunta o juiz.

César Lins, inclusive, desconsidera os números citados  por Tião Miranda, na entrevista, apegado aos  quais,  ele, Tião,  garante ter feito boa administração. “Não adianta o deputado apontar números,  pois isso qualquer um pode fazer: a gestão é que diferencia todos os gestores”, disse.

O magistrado lembra, ainda, que chegou a  Marabá em 2007, ” e não em 2009 como dito pelo Tião, exatamente no período em que ele se encontrava à frente da prefeitura de Marabá”.

Sobre a ameaça de Miranda de levá-lo ao CNJ e  Corregedoria, a resposta do juiz:

“Ir à Corregedoria e ao CNJ é  um direito,  mas  seu abuso dá direito à indenização por danos morais. Inclusive já ganhei causas deste tipo! ”

César Lins lembra que “todos nós,  homens públicos,  estamos sujeitos a críticas, não havendo intenção de ofender ninguém , até porque sempre mantive uma relação cordial com o Sr. Tião Miranda.  Causa-me espécie que um deputado, com garantias de imunidade material,      que lhe dá direito de falar o que bem entender no exercício do seu cargo, venha querer tolher o direito de liberdade de expressão deste juiz. Os  nossos méritos não serão lembrados com facilidade, agora, nossos erros serão comentados em casa esquina da cidade. Este demérito da saúde é de todos aqueles que passaram na gestão municipal, inclusive o senhor Tião Miranda, assim como todos nós juízes carregamos o demérito da morosidade judiciaria”.

Finalizando, o rigoroso juiz fala de sua postura ética à frente da Justiça:

“Esclareço por fim, que não tenho filiação partidária e que na data de hoje afastei o Prefeito Maurino por má gestão do dinheiro da saúde, o que denota a minha imparcialidade com a coisa pública”.

Post de 

13 Comentários

  1. Km 07

    3 de novembro de 2012 - 10:50 - 10:50
    Reply

    Porque não cassaram o Maurino na epoca do caixa 2? com certeza marabá estaria bem melhor, e camara porque não instalaram a CPI da saúde na epoca? Com a palavra os Srs. vereadores.

  2. Adir Castro

    31 de outubro de 2012 - 19:52 - 19:52
    Reply

    Hiroshi, agradeço o esclarecimento e a liberação de meus comentários.

  3. Adir Castro

    31 de outubro de 2012 - 16:07 - 16:07
    Reply

    Ao que parece, os comentários aprovados é somente o dos amigos do blogueiro. Lamento muito a postura do comando do blogue ao barrar meus comentários, que em nada são ofensivos e muito menos carregados de palavreado baixo. Perde muito essa passionalidade do blogue.

  4. Michael Souza

    31 de outubro de 2012 - 14:56 - 14:56
    Reply

    Nao conheco politico mais BURRO

  5. Bom Senso

    31 de outubro de 2012 - 14:13 - 14:13
    Reply

    Quando o Dr. Nagilson assumiu interinamente a prefeitura em suas poucas vezes, exonerou o Sr. Lucidio do cargo de secretario de obras, imagino que ou o Secretario se incomodou com a presenca do Dr. Nagilson por nao esta no esquema e melar a parada, e provocou desentendimento entre si…
    Ou o Sr. Nagilson foi alertado, desconfiou de alguma tramoia e o exonerou para auditar a sevop para enta acusa-lo oficialmente, agora a pergunta em torno dessa historia sao muitas mais a principal e: por que o Sr. Maurino ao retornar ao cargo na epoca, o reconduziu ao cargo novamente? Atencao senhores promotores(as) o Maurino nao estaria envolvido nessa tramoia como chefe da quadrilha? Contamos mais uma vez com V.sas Senhorias, parabenizando-lhes pelo bom papel ja realizados ate agora.

  6. Bom Senso

    31 de outubro de 2012 - 13:56 - 13:56
    Reply

    Quero mais uma vez parabenizar nosso querido Dr. Cesar Lins, que com certesa esta usando sua autoridade para configurar a justica em nosso municipio, quantos pais de familias estao cuidando de seus filhos sem maes por ser vitimas de falta de recursos no HMI e quantos nao choram ate hoje a dor da perda de seus enti queridos vitimas do nao investimento no HMM e de um modo geral da saude do municipio, quero mandar um abraco ao Nobre Dr. Nagilson e torso pela sua reestruturacao pessoal pois ele foi uma das maior vitima desse “desgoverno” Sr. Maurino o senhor tinha rasao quando citava a frase que nao cai uma so folha se nao pela vontade de Deus, o problema que o senhor derrubou as folhas verdes e pode ter certesa que o senhor ainda vai amargar o preco do pouco caso e as desobediencia que o senhor procedeu perante o superior Maior, esse Sr Cesar Lins, esta usando a sabedoria de Deus. Ele e instrumento do Altissimo Deus tenha piedade de ti, por o povo de maraba so lamenta!

  7. Anônimo

    31 de outubro de 2012 - 13:47 - 13:47
    Reply

    Eita que quero ver a cara do Tião do não quando for chamado as barras da justiça para explicar o patrimônio que tem e como foi adquirido, a justiça pode demorar mas uma hora chega assim como chegou a derrota nas urnas.O pitibul vai te morder pode esperar.

  8. Adir Castro

    31 de outubro de 2012 - 12:12 - 12:12
    Reply

    O juiz deveria ter agido nos primeiros 6 meses do governo Maurino, e não agora no fechar das cortinas. Da maneira que acontece, passa a impressão que tem algo político no meio. Prefeito afastado, vice não assume, presidente da CMM assume. Como demorou pra descobrir o que se passava na saúde! Por isso não acredito nessas boas intenções.

    • Hiroshi Bogéa

      31 de outubro de 2012 - 16:56 - 16:56
      Reply

      Senhor Adir Castro: seria impossível o juiz agir nos primeiros 6 meses . 1- Uma, ele não é o titular da 3a. Vara e sim da 1a. Vara; 2) Ele só pode agir na sua Vara e excepcionalmente quando é requisitado pelo TJE para responder em outra Vara, diante do afastamento do seu titular por férias, licença saúde, etc; 3) O MP aproveitou que César Lins estava na 3a Vara e entrou com uma Ação Civil Pública, requerendo o afastamento do prefeito eleito pelo problema da saúde… O juiz não pode ser responsável porque o vice não quis assumir. Esta decisão é dele . Já o presidente da CMM assume por ser direito e dever seu previsto em lei e na CF. O juiz César Lins tomou conhecimento do caso após inspeção no municipal, tanto que prendeu o secretario de Saúde . Nada tem a ver com interesse político, e sim com interesse social da sociedade de Marabá

  9. Heldenir Almeida

    31 de outubro de 2012 - 11:21 - 11:21
    Reply

    Gostei da atitude deste juiz. Só achei um pouco tardio. Inclusive à Câmara Municipal, que só agora resolveu instalar uma CPI.
    Há tempos estas situações andam ocorrendo (realmente, desde o tempo da gestão de Tião Miranda), claro que agora com um forte e nítido descaso da prefeitura atual, que nem os salários paga aos seus servidores.
    Quem precisa da Sáude Pública, quem usa onibus urbano, quem faz uso da educação pública é que sabe realmente aonde estão os defeitos de cada gestores. Só que ao elegermos vereadores, presume-se que eles irão fiscalizar e reagir contra estas situações. Assim como também nosso poder Judiciário. Mas antes tarde do que nunca.
    Acordam, cidadãos marabaenses! Não permitem que roubam seu dinheiro e nem que acabe com sua dignidade e cidadania.

  10. Marabá Melhor.

    31 de outubro de 2012 - 09:46 - 9:46
    Reply

    Quero parabenizar o Dr.Cesar Lins pela postura e determinação que ora vem fazendo a diferença neste município, o magistrado esta com razão ao afirmar que os problemas na aréa de saúde vem se arratando desde administração do Tião Miranda o que é pura verdade, todos nós sabemos que a saúde piblica deste município hoje esta pior, mas isto não isenta o Ex prefeito das situações drasticas que ocorreram em seu governo digo 8 anos, o Dr.Cesar Lins exemplificou muito bem alguns casos (descasos) que aconteceram na gestão do Ex prefeito, se for atrás tem outros tantos, agora esta posição do Tião do Não tentar intimidar a justiça na pesoa do Senhor Magistrado era de se esperar, pois o mesmo tem a prepotência e arrogância entranhadas em suas veias, nem as duas derrotas impostas pelo povo deixou este cidadão um pouco mais humilde.Vai Tião do Não peita a Justiça vc que não tem nada a temer da mesma,até hoje suas contas não foram aprovadas no Tribunal de Contas será porque?.Dr. Cesar desejo que Deus esteja sempre te iluminando em suas decisões e te protegendo do inimigo, mais uma vez parabenizo vc e nossa cidade agradece.

  11. Esperança

    31 de outubro de 2012 - 09:37 - 9:37
    Reply

    Mas é claro que o referido juiz tem razão. Pois os corruptos que foram presos e tiveram seus bens confiscados eram da cúpula do Tião, que o abestado do Maurino confiou e deixou no seu governo. Todo esse dinheiro desviado daria para resolver o problema da saúde. Mais de 20 milhões…Palhaçada!!!

  12. Anonimo

    30 de outubro de 2012 - 23:54 - 23:54
    Reply

    FICA QUIETO tiNÃO Miranda, vc já tomou 2 tacas nesses ultimos tempos nas eleições e agora quer peitar a maior autoridade que um municipio pode ter. Ou não lhe ensinaram que quem manda de verdade em um município não é nem o Prefeito e sim o JUIZ. Vê se vc arranja uma pessoa pra lhe assessorar melhor, porque do jeito que vão as coisas em Marabá se vc cutucar muito sobrará até pra você. Até porque, quem realmente lhe conhece sabe que seu telhado é de vidro. Fica caladinho, fica, fica Caladinho.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *