Hiroshi Bogéa On line

Month: novembro 2006

Total 96 Posts

A dois

São 19 horas. Jader Barbalho e Ana Júlia estão neste momento reunidos em Brasília. A sós, sem testemunhas, os dois analisam o quadro político nacional e conversam sobre a formação do futuro governo do Pará.

Democratizando a informação

Assessoria da deputada Socorro Gomes ( PCdoB/PA) avisa que um maiores desafios de Ana Júlia à frente do governo será estabelecer uma política de comunicação que permita ao governo o apoio da população às reformas e aponte novos caminhos. “ Além de uma relação inovadora e transparente com os dois

Continue Lendo

Delírio na caserna

Leio que centenas de oficiais de alta patente da reserva das Forças Armadas, entre eles 70 generais, fizeram em Brasília ato de apoio ao coronel do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-comandante do DOI-Codi, órgão de repressão da ditadura militar, e que responde a processo na 23ª Vara Cível de

Continue Lendo

Maluca Beleza

“Embora os homens costumem ferir a minha reputação e eu saiba muito bem quanto o meu nome soa mal aos ouvidos dos mais tolos, orgulho-me de vos dizer que esta Loucura, sim, esta Loucura que estais vendo é a única capaz de alegrar os deuses e os mortais. A prova

Continue Lendo

Maluca beleza 2

O gesto amoroso de Conceição se expressa em todos os ângulos da foto. Na simplicidade da alma feminina ao “deixar seu pacote na calçada para ajudar os motoristas”, e no espanto causado ao distinto público vê-la transformada, sem mais nem menos, em guarda de trânsito. Porque ali Conceição trafegava na

Continue Lendo

Mais uma loja

Sob comando do jovem executivo Alexandre Zucatelli, filho do casal Reinaldo/Regina, o Grupo Zucatelli abriu a décima-segunda filial da RR Motos, concessionáira Sundown, no Pará. Festa de lançamento da marca em Santarém ocorreu sob intensa campanha de mídia. Ananindeua é a próxima parada do grupo. A propósito, o Grupo Zucatelli,

Continue Lendo

Briga de cachorro grande

Nesta quarta-feira (22), em Brasília, grupo de empresários do Sul do Pará, com apoio de parlamentares paraenses, deverá ter encontro com a ministra Dilma Russef. Em pauta tema polêmico e que deverá azedar a relação da Companhia Vale do Rio Doce com setores ligados a siderurgia: a revisão dos títulos

Continue Lendo

Questão de sobrevivência

Levantamento realizado por técnicos contratados pela Associação dos Municípios Mineradores do Pará, recém criada e já trabalhando a todo vapor, mostra que a Companhia Vale do Rio Doce é detentora de 92% das Portarias de Lavras em áreas do Sul do Pará, sendo que muitas dessas autorizações de pesquisa e

Continue Lendo

Questão de sobrevivência 2

A saída para o setor de gusa é investir na produção própria de minério granulado, como já está fazendo com competência a Sidenorte, ao adquirir uma interessante área com reserva do produto, em Floresta do Araguaia. Dona de quase todas as portarias de pesquisa e lavra de recursos minerais para

Continue Lendo

Questão de sobrevivência 3

O encontro com Dilma Russef é para mostrar a situação vivida pelo setor e pedir apoio à luta que a Associação dos Municípios Mineradores do Pará pretende travar para tornar nulas ou extintas algumas portarias de lavra concedidas à CVRD. Os empresários querem ter a liberdade de pesquisar e explorar,

Continue Lendo

CVRD nega apoio ao Águia

A Companhia Vale do Rio Doce não atendeu a dois pedidos “humildes” da diretoria do Águia de Marabá, que se prepara para disputar a seletiva do Parazão. Descartou apoio à pré-temporada do time em Carajás, com hospedagem e alimentação para 26 jogadores e patrocínio de um ônibus, pelo período de

Continue Lendo

Reeleição não passa

O blog antecipou: projeto de emenda à Lei Orgânica da câmara de Marabá permitindo a reeleição para a presidência não passou. Proposta teve sete votos favoráveis e três contra. Dois vereadores, Ronaldo da “33” e Júlia Rosa, se ausentaram da sessão, realizada na manhã desta terça-feira(21). O primeiro, segundo seus

Continue Lendo

Lei de Murici

Dia seguinte à eleição para presidência da subseção da OAB em Marabá: as mágoas são imensas e a possibilidade da classe marchar unida, pelo que eu ouvi entre alguns advogados, hoje de manhã, existe, mas de difícil coroamento. Os causídicos (ó palavrinha feia essa, menino!) defensores da chapa derrotada de

Continue Lendo

Palavra de Giusti

Ético e revelando extremo senso de lucidez e respeito ao resultado das urnas, o atual presidente da subseção da OAB, Ronaldo Giusti, fez a seguinte declaração ao Correio do Tocantins: -“Considero o resultado como um julgamento da nossa gestão, o qual demonstra insatisfação da categoria”.

Palavra de Haroldo

No mesmo jornal, o candidato vitorioso, Haroldo Silva José, saudou o resultado dessa maneira: -“O que os advogados querem é uma OAB capaz de dialogar com o poder público local, de trabalhar pela celeridade processual, e que possa trazer um curso de pós-graduação oara Marabá, ou seja, uma ordem fortalecida”.

Não teve PF

A segunda-feira (20) foi usada por muita gente para ficar de pernas pro ar por causa do feriado municipal alusivo a São Félix de Valois, nosso padroeiro. Em razão do sumiço geral, minha coluna desta terça-feira no DIÁRIO DO PARÁ soltou nota dando conta de que a Polícia Federal teria

Continue Lendo

Fora do ar

Das 10hs às 16h17, o bairro onde funciona a sede deste blog, Nova Marabá, ficou sem energia. Depois da pesada chuva que caiu a partir das 4 horas da madrugada até às 8h, fiação da Celpa desandou a cair em alguns locais da cidade, inclusive aonde ficamos. Resultado: não deu

Continue Lendo

A ponte rodoferroviária

Com extensão de 2.300 metros, a ponte Rodoferroviária sobre o Tocantins, em Marabá, havia tempo acusava em seus vários pontos necessidade de receber urgentes serviços de manutenção. O anúncio de recuperação das juntas de dilatação da parte rodoviária tranqüiliza todos aqueles que trafegam por ali. As obras, iniciadas nesta manhã

Continue Lendo

Proibido atravessar

Construída pela CVRD e inaugurada em 1985, a rodoferroviária recebe, além do tráfego intenso de veículos em suas pistas laterais, pressão extraordinária das locomotivas da Vale, no transporte diário de minério e dezenas de outros tipos de cargas. Cartão postal do município, a ponte teve sua concepção inicial projetada apenas

Continue Lendo

Rolha militar

Os serviços de construção da parte rodoviária havia muito tempo começado quando governo e CVRD, então estatal, cederam às pressões do povo do Sul do Pará, definindo pela inclusão de espaço que permitisse o uso da ponte por veículos leves e pesados. Diz-se que a engenharia nacional, àquela época, teve

Continue Lendo

Todos os homens (e mulheres) da governadora

Influente fonte da DS (Democracia Socialista) , tendência do PT liderada no Pará pela governadora eleita, mandou o blog anotar nomes das pessoas a exercerem forte influência junto a Ana Júlia. Taí, pra quem quiser medir a temperatura: Charles AlcântaraCarlos GuedesMarcílio MonteiroAndré FariasEdilson MouraMaria Joana PassosEdilza FontesSuely OliveiraPaulo Heineck

Fantasmas

A bagunça está instalada nos órgãos estaduais localizados nos municípios do Sul do Pará. Contribuintes não conseguem mais resolver suas pendências, obras públicas paralisadas e o registro de ações predatórias em muitas repartições. O salve-se quem puder é tão explícito que a impressão é de que, vinte dias depois da

Continue Lendo

Acaba monopólio da TAM

Boa notícia para quem depende do aeroporto de Marabá para viagens de emergências e regulares: a partir desta segunda-feira (20), a Total Aérea ativa rota Brasília/Carajás/Marabá/Tucuruí/Belém, ida e volta, acabando com o monopólio da TAM. Em janeiro será a vez da GOL entrar por aqui com dois vôos diários, devidamente

Continue Lendo

Advogados impõem derrota a Belém

Resultado da eleição em Marabá para a presidência da subseção da OAB: Haroldo Silva Junior 94 votos X Ronaldo Giusti 74. A diferença de vinte votos reflete a tendência da maioria dos advogados locais contrária ao atrelamento da entidade a OAB de Belém. Esse discurso foi propagado durante a campanha

Continue Lendo

Tempo de mudança

Os ventos estão seguindo para as estações de mudanças. Deu oposição na eleição da subseção da OAB em Marabá. Haroldo José derrotou Ronaldo Giusti que tentava a reeleição. A diferença nao deve ter passado de 30 votos. Resultado oficial sai daqui a pouco.Na tarde desta sexta-feira post registrou a dura

Continue Lendo

Ação contra pistolagem

Assessoria da deputada Socorro Gomes ( PCdoB/PA) anunciou que ela pensa sugerir à governadora eleita Ana Júlia um encontro imediato com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, com objetivo de sensibilizá-lo a determinar à Polícia Federal a captura dos condenados por crimes cometidos contra trabalhadores rurais no Pará. Cita

Continue Lendo

Eleição difícil

São 15h30 em Marabá. Aqui na sede da subseção da OAB a disputa pela presidencia está acirrada. De um lado, Ronaldo Giusti tenta a reeleição; do outro, Haroldo José lidera um movimento “pela mudança”. Prognósticos afobados podem dar com os burros n’água, todavia, dois advogados, distanciados da efervescência que domina

Continue Lendo

Nada a declarar

O simpático gesto do ex-treinador da seleção brasileira de se aliar à prefeitura de Parauapebas na implantação da Fundação Luxemburgo, por mais façamos esforços para exorcizar pensamentos febris, de repente, nos lança àquela situação de vincular um pouco o modus operandi do mundo do futebol com o dia a dia

Continue Lendo

Urubu ou avião?

Recuperemos trecho da declaração de Wanderley Luxemburgo à imprensa de Parauapebas, justificando o investimento de sua fundação no município: “Começando por aqui (Parauapebas) com certeza vamos alcançar o nosso objetivo de trabalhar com o social numa maneira muito mais positiva, atendendo as pessoas que realmente precisam. Nós temos que realmente

Continue Lendo