Hiroshi Bogéa On line

Zé Geraldo exige apuração de fraude eleitoral em Parauapebas

 

O Partido dos Trabalhadores  está em guerra, agora declarada pelo deputado federal Zé Geraldo contra o resultado da eleição para presidente estadual, da legenda, em Parauapebas.

Em nota distribuída esta manhã à imprensa, o parlamentar acusa a tendência AS de ter praticado fraude no PED.

É isso que se denomina antropofagia pura.

Eis a nota assinada por Zé Geraldo:

 

 

 

         O Partido dos Trabalhadores – PT é o único partido do mundo que realiza, periodicamente, eleições diretas para a sua direção partidária em todos os níveis, numa importante demonstração de democracia direta e representativa.

O atual Processo de Eleições Diretas do PT (PED) foi coroado de êxito em todo país. No Estado do Pará, tanto no primeiro, quanto no segundo turnos, transcorreu normalmente, em todos os municípios. Por isso, na condição de candidato a Presidente do Diretório Regional do PT do Pará, nós exigimos a rigorosa apuração da denúncia de fraude no processo eleitoral do segundo turno, realizado no município de Parauapebas, uma vez que, na nossa avaliação, compromete o resultado do pleito, com a introdução artificial e irregular de mais de 400 votos, alterando o resultado e desrespeitando a vontade soberana do conjunto dos filiados paraenses que foram às urnas no último dia 24 de novembro.

Pelo depoimento de vários filiados e militantes do PT de Parauapebas, inclusive de um dos fundadores do PT do Pará e que foi Secretário Municipal por 8 anos, a hipótese mais provável é que o crime eleitoral tenha ocorrido mediante o seguinte “modus operandi”:

1. Foram instaladas 04 urnas, pró-forma, para que os eleitores que eventualmente comparecessem pudessem votar;

2. Estima-se que menos de trezentos filiados compareceram para votar no segundo turno. Não houve a mobilização e transporte de eleitores, à exemplo do primeiro turno, quando 03 candidatos disputaram a presidência municipal e votaram pouco mais de 600 filiados. Contudo, o resultado informado é de 714 votos para Milton Zimmer e 28 votos para Zé Geraldo, sem falar dos votos nulos e brancos.

3. As eleições foram encerradas as 17h00 e Parauapebas foi o primeiro município do Estado a anunciar o resultado, precisamente as 17h50, mesmo sem ter chegado a urna da zona rural. A hipótese é que sequer conferiram as poucas cédulas coletadas nas 04 urnas.

         Caso seja necessária a judicialização da denúncia, vamos requerer ao delegado, que ficará responsável pelo caso, a reconstituição material do crime.

         Ontem, dia 26 de novembro, representantes da nossa candidatura foram covardemente agredidos na Sede do PT de Parauapebas, pelos militantes conhecidos como Parazinho e Professor Pedro, quando foram entregar formalmente o Recurso à Comissão Organizadora Eleitoral (COE). Registraram ocorrência policial e esperamos que também este crime, de lesão corporal, seja apurado e punidos os responsáveis. Esta reação violenta, somada à negação do acesso à documentação das eleições reforça a suspeita de fraude, uma vez que, “quem não deve não teme”. Nossa solidariedade aos companheiros agredidos.

         O prazo para que os municípios encaminhem a documentação das eleições para a Direção Regional do PT estende-se até esta sexta-feira. Temos recebido informações de que vários filiados estariam sendo visitados para assinar, de próprio punho e de forma retroativa, uma nova lista de votação, com a clara intenção de refazer e maquiar a documentação oficial.

         Por isso, pedimos encarecidamente aos filiados do PT de Parauapebas, que eventualmente forem sendo procurados, para que NÃO ASSINEM A NOVA LISTA DE VOTAÇÃO DE FORMA RETORATIVA E QUE DENUNCIEM O FATO, contribuindo, assim, com a lisura do PED.

         Por outro lado, em nosso nome, em nome da nossa tendência e de todas as forças políticas e lideranças que apoiaram a nossa candidatura, solicitamos à Comissão de Organização Eleitoral estadual que avoque para si a apuração destas denúncias, considerando que o Pleito é Estadual e que em Parauapebas perderam-se as condições de segurança e tranqüilidade necessárias.

         Finalmente, esperamos contar com o apoio de todos os dirigentes do PT do Pará e do Brasil para que seja garantida a rigorosa apuração destas denúncias e para que seja respeitada a vontade de todos os filiados que generosamente se dirigiram às urnas no domingo próximo passado, preservando a imagem do PT como um partido sério e estratégico para a luta dos trabalhadores.

         Água Azul do Norte, 27 de novembro de 2013.

         Atenciosamente,

         Deputado Federal Zé Geraldo – candidato a presidente do PT do Pará.

Post de 

3 Comentários

  1. Joana Medeiros

    29 de novembro de 2013 - 12:54 - 12:54
    Reply

    Caro amigo Hiroshi esta claro que o PTV não esta conformado com a derrota sofrida dia 24/11,pois sempre tiveram a maioria no sul e Suldeste do Pará,eles mandavam e dismandavam no Partido como se fosse propriedade suas, com esse resultado muda toda uma História ,agora tem que respeitar o voto da maioria e aprender perder com dignidade, pois estava passando da hora desse grupo sair do poder pois acredito que o poder é alternante e precisa ser compartilhado de forma democrática sem crise.O resutado do PED é o reflexo da forma como este Partido vem sendo conduzido ao longo dos 29 anos e tratamento que da aos seus filiados que também ajuadaram a construir com muita luta e sacrificio e merece todo respeito pela sua história.Quanto o tramento dado aos companheiros Luiz carlos Pies e alessandro Bulhões em Parauapebas só retribuiram o que eles tentaram fazer conosco aqui em Marabá, não conseguindo ter êxito foram falar alto em terra desconhecida levaram a pior, V se se dessa vez da para entender q não são mais donos do nosso querido Partido.

  2. PT DO PEBAS LIVRE

    29 de novembro de 2013 - 12:20 - 12:20
    Reply

    um vereador de curionopolis e um bate pau do luiz carlos chamado alessandro bulhoes de marabá, levaram uma surra em parauapebas, aqui não e maraba não que vcs pintao e bordam aqui e o pebas vei de querra. rsrsrs

    • Hiroshi Bogéa

      30 de novembro de 2013 - 12:24 - 12:24
      Reply

      “PT do Pebas Livre”, e tu achas bonito entrar aqui para manifestar apoio à violência, né? Particularmente, estimulo as vítimas da violência a abrirem ação criminal contra os agressores, para que esse tipo de comportamento insano não volte a se repetir. E se o PT de Parauapebas mede o tamanho de sua importância, como insinuas no comentário, batendo nos outros, é o fim da picada. Polícia nesses agressores!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *