Vivendo infelizes

Publicado em 10 de dezembro de 2007

O blog registrou, semana passada, a realização em Belém, dia 14 de dezembro, de movimento popular organizado pela chamada Frente Parlamentar Evangélica com objetivo de “valorizar a família”. Desvalorizando gays e prostitutas, que também são famílias.

Pois bem. Sábado, em conversa com amigo recentemente ‘convertido a crença’- como se diz por lá -, o poster tomou conhecimento de que alguns pastores se manifestarão, durante seminários programados pelas igrejas, não apenas sobre homofobia. Falarão também a respeito da ‘desimportância’ das mulheres de programa, Ou seja, a tribo das prostitutas será satanizada com gosto de Cão.

Quanta indecência e pouca vergonha!!! Dá-nos vinho e exclamações, saudoso Nelson Rodrigues, que a vida é nada. Do cantinho de nossa simplicidade de viver, ficamos a imaginar o que se passa na cabeça desses caraíbas.

Desde que o mundo é mundo que os machos de todas as naturezas e lugares possíveis, procuramos as belas moças para momentos de prazer e entretenimento. As velhas casas da luz vermelha são templos sagrados a merecer mais respeito do que a maioria das repartições e igrejas abertas por ai.

Querem nos fazer voltar aos tempos das Senhoras de Santana.

Bem, deixa pra lá. Enquanto a brigada moralista dos evangélicos pretende atacar em Belém, no dezembro natalino, melhor rodar CD do ídolo dos bregueiros nacionais, Odair José, reverenciando a mais antiga das profissões:

Eu vou tirar você desse lugar
Eu vou levar você pra ficar comigo
E não interessa o que os outros vão falar.