Vitória de Pirro

Publicado em 21 de maio de 2009

Se o prefeito Maurino Magalhães garantir abonar as faltas dos educadores em greve, é provável que a classe suspenda o movimento grevista numa assembléia marcada para esta manhã  no Paço Municipal. Avanços nas negociações  dos pontos da pauta de reivindicações da categoria foram reforçadas pela intervenção dos vereadores no processo.

O que ninguém sabe, além do abonamento de faltas, quais são as vantagens os grevistas estão levando na parada. 

Parece ter havido muito barulho, e só muito barulho.