Violência nas escolas

Publicado em 25 de março de 2010

Leitora Goreth da Costa, professora da rede pública pede publicação, em tom indignado:

A que ponto chegamos ?
A Escola Municipal Martinho Motta, fundada em 1977, passou mais de três anos numa interminável e transtornadora reforma , que provavelmente o prefeito pretende entregar a comunidade no dia do aniversário de Marabá -, mesmo com inúmeros problemas estrturais a serem resolvidos. Houve uma melhora considerável do ambiente .
No entanto ,durante o turno da noite, a escola vem sofrendo invasões de vândalos e depedração pela própria comunidade , além de várias ameaças a funcionários e pessoas da comunidade feitas por indivíduos que deveriam estar fora do convívio social pelas diversas infrações supostamente cometidas . Com os ânimos acirrados, elementos “tocam o terror dentro da escola”.
Ontem(22), a escola foi invadida por elementos armados e a PM foi acionada e hoje ,24 de março, um destes indivíduos agrediu verbalmente e tentou agredir fisicamente o diretor sexagenário da escola, o Srº José Rodrigues da Guia, e este ainda foi ovacionado e apoiado pelos colegas alunos.
Desta feita por não ter mais condições de segurança, a Escola Martinho Motta da Silveira estará reunindo extraordinariamente,provavelmente amanhã, o Conselho Escolar para comunicar a suspensão das aulas no turno da noite até que as autoridades competentes tomem as devidas providências, para garantir a segurança dos servidores e dos verdadeiros estudantes que ali comparecem, com o intuito de buscar o tempo perdido e aprender alguma coisa.