Vida que passa a vida

Publicado em 30 de maio de 2007

Hoje já é quarta-feira, 30 de maio. Os dias se sucedem com a velocidade de uma máquina de cassino. Sem que nada pareça de fato acontecer, difícil acompanhar a vida que passa rápido. Em verdade, várias coisas se desenvolvem em um tempo próprio.
É preciso perceber a música que existe em todas as coisas, e a cada coisa dar-lhe a atenção devida.
Atenção é a palavra-chave. Tão fácil de dizer, tão difícil de aplicar. Não basta tentar fixar a mente obsessiva em algum ponto. É preciso cultivar o desapego. Ou, a desambição. Ou viver intensamente sem nada querer. Flanar pelas ruas da cidade e da vida com olhos velozes e carinhosos deslizando sobre tudo sem se fixar em nada.
Ao me olhar no espelho, apenas sorri. Ainda há muitas batalhas a enfrentar.
Hoje é quarta-feira, 30 de maio.