Hiroshi Bogéa On line

Vida em dois tempos

Dois post chupados do Quaradouro:

Falência múltipla
Não é só o equipamento de tomografia e ressonância magnética que está com problemas no Hospital Regional do Sul do Pará, inclusive sem perspectiva de conserto. Agora, todo o Setor de Cardiologia, com sete leitos, foi desativado sem qualquer explicação da parte da diretoria daquele hospital público, dito de referência.

Pássaros
A Praia do Tucunaré anda entregue aos urubus.É verdade! Eles são agora as nossas aves do paraíso!Logo depois das 13h00 eles ficam aos bandos na beira d’água tomando sol e sem ninguém para incomodá-los. Afinal, encerrada a temporada de verão, ao final de julho, a partir de quando a praia entrega-se ao seu máximo esplendor, raras pessoas atravessam o rio com destino ao Éden.


——————

atualização às 15:50

Por aqui, enquanto os urubus sobrevoam nossas cabeças, no Oeste do Estado o pôr-do-sol tem tratamento divino.

Como merece todo pôr-do-sol.

Post de 

6 Comentários

  1. Anonymous

    1 de dezembro de 2008 - 21:41 - 21:41
    Reply

    N adianta tem q se criar o Estado de Carajás, entra ano e sai ano os governantes n estão nem aih pro Sul do Pará, só na época das eleições eles vem com aquelas promessas de sempre vou fazer vou acontecer e no fim n acontece nada, chega vamos movimentar a população e dizer um basta pra essas promessas mentirosas, temos q sair desse marasmo e brigar + do q nunca pela criação do Estado, n se deixem enganar q a Vale vai criar uma siderúrgica porque a governadora quer q seja em Marabá, isso é basófia de político, n tem outro lugar a n ser aqui. ESTADO DE CARAJÁS JÁ.

  2. El Cid

    29 de novembro de 2008 - 19:55 - 19:55
    Reply

    A diferença entre o “Por do Sol” de Santarém e Marabá, nesse quesito: É a falta de um secretário de cultura que tenha sensibilidade e seja culto o suficiente para propiciar aos marabaenses eventos dignos e de bom gosto.

  3. Anonymous

    29 de novembro de 2008 - 17:41 - 17:41
    Reply

    É inconcebível e revoltante, as coisas aqui no Sul do Pará mudaram muito, para pior….

  4. El Cid

    28 de novembro de 2008 - 23:01 - 23:01
    Reply

    Com a palavra Ana Júlia Carepa.
    Mas…pelo exemplo que temos (Santa Casa), não podemos esperar muito da ilustre governadora.

  5. Anonymous

    28 de novembro de 2008 - 21:39 - 21:39
    Reply

    A culpa é desse desgoverno petista que não dá nenhuma atenção a saúde. Aliás, a coisa nenhuma. A governadora Ana Júlia chega na metade do seu mandato sem dizer ainda pra que veio.
    Como pode um hospital , com o regional do Sul do Pará, que atende toda uma população da região ficar sem atender como deveria os doentes. Quanto custa reparar esse equipamento? E quanto vale a vida das pessoas?

    Roberto Souza

  6. Anonymous

    28 de novembro de 2008 - 18:47 - 18:47
    Reply

    Hiroshi, é triste, muito triste e lamentável o estado do hospital regional, Que descaso com a saúde das pessoas, temos dois deputados estaduais que nada fazem e não se sensibilizam com os problemas dos mais carentes, estamos n’água! Reclamar p’ra quem, p’ro bispo?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *