Vereadores de Belém esculhambam de vez faixa do BRT, liberando tráfego de táxis

Realmente, o Brasil não consegue funcionar como país civilizadamente possível.

Há sempre um malfeitos no meio do caminho.

Em Belém, como exemplo, a Câmara Municipal conseguiu criar o “corredor híbrido” do BRT, ao aprovar  um projeto de lei que permite o trânsito de táxis nos corredores viários do sistema BRT.

Isto mesmo: ônibus e táxis circulando num espaço que deveria ser dedicado especificamente ao transporte rápido por ônibus.

Uma “obra prima” do vereador Zeca Pirão, do MDB, que notoriamente usa seu mandato para beneficiar corporações e grandes grupos econômicos da capital.

Os caras, usando um mandato  carimbado pelo voto popular,  vão acabar com o conceito do transporte rápido, caso o prefeito Edmilson Rodrigues sancione a lei, quando for aprovada em última instância.

O uso da via expressa por taxistas inviabilizará o BRT, podem conferir.