Vereador Miguelito fala das cobranças a serem feitas a Vale, em Brasília

Publicado em 10 de agosto de 2021

Nesta quarta-feira, 11, em Brasília,  a Comissão de Desenvolvimento Socioeconômica de Marabá, criada pela Câmara Municipal com objetivo de apresentar propostas para adoção de um modelo de desenvolvimento para o município, estará se reunindo com executivos da moneradora Vale, dando sequência aos encontros que vem sendo realizados para discutir formatos de intervenções econômicas.

Presidente da comissão, vereador Miguelito Gomes disse que chegou a hora da Vale ser realmente cobrada.

“A comissão da ouviu personalidades como o ex-prefeito de Paragominas e ex-secretário de Desenvolvimento do Estado, Adnan Demachki; prefeito de Parauapebas, Darci Lermen; o advogado tributarista   Helenilson Pontes, além de outras autoridades, e agora agendamos a Vale”, explica o parlamentar.

 

Miguelito diz que  a Vale tem um débito imenso com o povo paraense, razão pela qual é preciso definitivamente exigir atitudes verdadeiras da mineradora em favor dos municípios impactados pelos seus projtos menerários.

“Vamos cobrar da Vale tudo o que a mineradora nos prometeu e só prejudicou Marabá, porque até agora o povo de Marabá ficou só nas promessas de grandes projetos de verticalização que nunca se concretizaram, causando um inchaço de nossa população através de famílias que vieram de outros estados tentar a busca de oportunidades. Ou seja, a Vale tem um passivo muito grande com o município. Aproveitaremos  a reunião para exigir da Vale que  mude a rota do escoamento de tudo o que é produzido no Projeto Salobo, asfaltando a estrada que sai da mina e passa pelo território de nosso município,. Também chegou a hora de cobrar da Vale, em definitivo, a implantação  de algum empreendimento de verticalização dos minérios que a mineradora explora em nosso município, destinado a gerar emprego e renda aos nossos filhos e familiares aqui residentes. Já estamos há mais  de 40 anos vendo a Vale extrair nossas riquezas, enriquecendo seus aconistas, sem nos dar nada – a não ser a reforma de um colégio aqui e ali, uma obra acolá e mais nada. E não é isso que Marabá precisa e quer.”, disse Miguelito.

A caravana de marabaenses que estará amanha reunida com diretores da Vale é composta pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Socioeconômica, Miguelito Gomes; vereadora Vanda Américo, agora afastada do cargo  exercendo a presidência da Fundação Casa da Cultura; vereadores Alécio da Palmiteira, Aerton Grande, Coronel Araújo,  e Pedro Correa, presidente da Câmara Municipal; presidente da Associação Comercial de Marabá e o secretário de Indústria e Comércio de Marabá.