Hiroshi Bogéa On line

Vereador Ilker Moraes volta a denunciar “farra de plantões” na Secretaria de Saúde, apresentando documentos

Como já vem ocorrendo há alguns meses,  numa comprovação de que está fiscalizando as contas da prefeitura de Marabá, o vereador Ilker Moraes (MDB)  distribiu nas redes sociais informações novas sobre irregularidades que ele vem detectando no pagamento de plantões médicos nos hospitas públicos de Marabá.

Em verdade, agora Ilker apresenta cópias da folha paralela  da Saúde.

Uma folha que pode ser designada de “clandestina”, como o próprio vereador denomina nas redes sociais.

Em sua manifestação, Ilker (foto) assim se manifesta:

“Cumprindo meu papel de vereador que fiscaliza os recursos públicos,  no dia 09 de julho estive na Secretaria Municipal de Saúde, buscando informações sobre uma denuncia denominada “Farra dos Plantões “.  Lá constatamos outro  grave problema: a folha de pagamento dos plantões e sobre avisos é paga de forma paralela pela própria Secretaria de saúde. Está folha é separada da folha oficial  do salário dos servidores e não era disponibilizada no portal de transparência. No nosso entendimento foi cometido um grave crime contra a lei de acesso às informações e pode conter irregularidades” diz Ilker.

O vereador do MDB revela ainda que “estranhamente após esta minha denúncia nas redes sociais, foi publicado as pressas no Portal da Transparência os arquivos da folha clandestina dos Plantões. Porém somente referente Janeiro a Maio de 2020. Consultando a folha paralela da Secretaria de Saúde que foi postada no portal da transparência, identificamos que foram gastos de Janeiro a maio de 2020 mais de 11 milhões de reais em plantões e sobreavisos” denuncia.

Após análise aprofundada dos documentos contáveis extraídos da folha da secretaria de Saúde,  o vereador destaca a descoberta de grave irregularidade praticada pelo diretor técnico do Hospital Municipal de Marabá Edinaldo Pereira  Araújo,.

“Fizemos uma breve análise dos pagamentos realizados a um dos denunciados ao Ministério Público, o servidor e diretor do HMM, Sr. Edinaldo Pereira  Araújo, cruzando os dados da Folha Paralela dos Plantões  com a Folha Oficial do servidor.  Conforme os dados, o Sr. Edinaldo, só de plantões e sobreavisos, recebeu na folha paralela R$ 206.486,00, entre Janeiro e Maio de 2020.   No mesmo período, recebeu mais R$ 68.614,00  de salário- base e outros proventos na folha oficial. Somando as duas folhas, o Sr. Edinaldo recebeu em cinco  meses  R$ 275.100,00.   Dividindo por 5 meses, dá uma média salarial de R$ 55.020,00″ relata o vereador.

Estarrecido com a descoberta, Ilker Moraes faz uma comparção com os proventos do diretpr do HMM e o que ganha o presidente da República.

 

– ” Foi uma surpresa constatar esses valores, pois  este servidor (Edinaldo Araújo)  recebe um salário acima do maior teto nacional que define o salário do Presidente  República em R$ 30.934,70. Ou seja, o servidor em pauta recebe mais que um senador, deputado e o próprio  prefeito de Marabá, Sebastião Miranda.

Em sua denúncia documentada, Ilker faz algumas indagações.

“O  prefeito Tião Miranda não sabia desta folha paralela? Onde estão as folhas de pagamentos dos plantões dos anos anteriores?  Como foi prestado contas para o TCM das folhas paralelas dos plantões? Por que o Conselho Municipal de Saúde nunca denunciou este sistema de folha paralela? Por que as auditorias internas nunca foram apresentadas para a Câmara de vereadores?” pergunta.

Ao final, Ilker Moraes faz questão de deixar claro sua posição de autoridade legislativa, eleito para fazer exatamente a fiscalização dos atos do executivo, sem ter em suas denúncias qualquer tipo de postura político-partidária ou ato de perseguição pessoal.

“As minhas denúncias não tem nada de pessoal com nenhum servidor. Quero honrar a confiança dos votos que recebi. Estou baseando em informações de fato. Creio existam mais alguns servidores nesta “farra dos plantões”. Vou estar sempre vigilante na defesa  dos direitos dos servidores e da população em geral, fiscalizando e denunciando o que estiver errado.   Espero que o Ministério Público e o Judiciário investiguem com urgência este fato”.

Abaixo print dos documentos extraídos da folha paralela pelo vereador Ilker Moraes.

 

 

 

 

 

Post de 

2 Comentários

  1. OBSERVADOR

    21 de julho de 2020 - 22:25 - 22:25
    Reply

    Eu já teria trocado todas as direções( direção clínica,técnica e administrativa,as coordenações tbm e por fim todos do RH.
    Essa possível farra n deve ser só no setor clínico n.

  2. Izaltino

    20 de julho de 2020 - 20:56 - 20:56
    Reply

    Será que esta farra e so na saúde ???

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *