Vereador Ilker Moraes avança em conquista de apoios na região visando uma vaga na AL

O vereador Ilker Moraes (Podemos) colocou o pé na estrada, depois de anunciada sua pré-candidatura a deputado estadual.

Em menos de trinta dias, o parlamentar marabaense percorreu vinte municípios da região Sul/Sudeste do Estado trabalhando a conquista de apoios.

Em todas as cidades visitadas, Ilker conseguiu fechar apoios de vereadores e lideranças comunitárias, dando substancial tonificação ao planejamento de sua pré-campanha.

Considerado um dos raros vereadores a fazerem oposição ao prefeito de Marabá, Tião Miranda, principalmente em temas envolvendo as áreas de Saúde e Educação, Moraes acredita que sua pretensão de chegar à AL tem amplas possibilidades de  sucesso.

“Eleger-se deputado estadual  é objetivo principal visando a formação de uma bancada legislativa do Sul e Sudeste do Pará, capaz de fortalecer nossas lutas pela conquista de  obras e melhoria da qualidade de vida de nossa gente. Somente com uma representação forte no legislativo estadual conseguiremos transformar esta região”, sintetiza o vereador.

Na luta pela conquista de eleitores, Ilker Moraes conta com o apoio da grande maioria de técnicos agrícolas do Estado, que já fazem contatos nos municípios falando do trabalho do vereador marabaense.

Com formação profissional em técnico agrícola, Ilker é sempre lembrado pela luta vitoriosa que ajudou a construir para a criação do  criação do Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas.

A classe de técnicos  agrícolas até hoje lembra que Moraes andou grande parte do Estado, mobiliando profissionais da área para o fortalecimento dos movimentos que cresceram em todo país,  objetivando pressionar o Congresso Nacional à aprovação  lei que criou o conselho federal e o conselho regional da categoria.

“Até a lei ter sido sancionada pelo presidente Michel Temer,em 2018,  o vereador Ilker Moraes, aí de Marabá, não teve sossego. Estava constantemente em contato com os técnicos agrícolas, pedindo a mobilização de todos, e  mostrando a cada um como se encontrava a tramitação da matéria, até sua aprovação, e os contatos para que a presidência da República a sancionasse.  Ilker foi um  grande lutador”, conta o técnico agrícola Samuel Willian Vagnner, de Belém.

Em contato telefônico, Ilker  confirma o trabalho realizado.

“A lei sancionada pelo presidente Michel Temer, em 2018, foi resultado de 30 anos de luta da categoria”, revela o vereador.