Vendas do Ipiranga Residencial superam expectativas

 

Imprensa e empreendedores do Ipiranga Residencial
Imprensa e empreendedores do Ipiranga Residencial   

 

Grupo empresarial que investem na implantação do Ipiranga Residencial  reuniu a imprensa de Marabá, em jantar realizado semana passada, para mostrar a evolução das vendas do empreendimento e o estágio no qual se encontra o condomínio.

O Ipiranga Residencial fica a apenas 1 quilômetro do Balão do 6, na PA 150, sentido Expoama, sendo uma área de fácil acesso, próxima ao shopping e ao lado de uma reserva botânica.

O empreendimento já conta com toda infraestrutura viária, de luz, água e esgoto, toda construída sob a calçada, o que permite que os proprietários construam seus imóveis sem precisar quebrar o asfalto para ligação dos serviços. Também se encontra em estado avançado junto à Prefeitura Municipal, um projeto de urbanização da área no entorno do loteamento, que inclui um moderno complexo viário, com ruas e avenidas, ligando as duas rodovias que cortam Marabá.

Ao contrário do cenário desenhado por muitos economistas e corretores ao longo dos últimos meses, a “bolha imobiliária” passou longe do mercado brasileiro e a procura por imóveis no País continua em alta.

O Ipiranga Residencial é um exemplo, onde o balanço dos negócios fechados na primeira fase do empreendimento supera as expectativas.

Segundo Otair Guimarães, um dos empreendedores do condomínio, além da localização privilegiada e dos investimentos que a região já está recebendo, outro diferencial para a grande procura pelos terrenos é seu valor.

“Enquanto em várias regiões do Brasil o valor do metro quadrado já ultrapassa R$ 1.000,00, no Ipiranga Residencial o custo é de R$ 350,00 o metro quadrado, com apenas 5% de entrada, que pode ser dividida em até quatro vezes, e o restante a ser pago em até 10 anos, ou seja, uma parcela que cabe no bolso”, lembra o executivo.

“Além do valor baixo, a valorização tende a ser grande em função das construções dos imóveis já anunciados e a chegada de equipamentos públicos, como novas avenidas, interligações das rodovias, surgimento de novos bairros no entorno do empreendimento e o inicio das atividades da Faculdade Metropolitana, já em fase de construção”, enumera. “Vale lembrar que, em dois anos, tivemos uma valorização de 50% no valor dos terrenos do Ipiranga, isso ainda sem o impacto que deve vir de toda a infra estrutura e dos empreendimentos que estão chegando na região do condomínio”, completa Guimarães.

O Ipiranga Residencial ocupa uma área com mais de 726 mil m². O empreendimento, que faz parte de um complexo com cerca de 4 milhões de metros quadrados, foi oficialmente entregue no mês de julho, 100% concluído e com documentação regularizada, pronto para começar a receber a construção de imóveis. São 787 lotes de 360 m² a 3.336 m², localizado em uma das regiões com maior crescimento e valorização, tendo ainda como um dos principais atrativos uma imensa área verde de floresta intacta.