Hiroshi Bogéa On line

Veja quem é Ficha Suja no Pará

 

 

 

Congresso em Foco divulgou relação dos candidatos a prefeito, vice e a vereador  pediu a todos os tribunais regionais eleitorais a relação dos candidatos a prefeito, a vice e a vereador enquadrados na Lei da Ficha Limpa.

No Pará,  foram impugnadas 45 candidaturas – (26 a prefeito; 19 a vereador enquadrados na Lei da Ficha Limpa.

A  relação de políticos paraenses Ficha Suja é a seguinte, com dados fornecidos pelo TRE do Estado.

 

 

Prefeito:

Álvaro Aires da Costa (PMDB) – Curralinho
Ariosvaldo Pereira Rebelo (PRB) – Juruti
Assuério de Souza Oliveira (PSDB) – Nova Esperança do Piriá
Astrid Maria da Cunha e Silva (PMDB) – Viseu
Ciro Souza Goes (PSD) – Santa Bárbara do Pará
Dênis Eugênio Cantanhede de Oliveira (PR) – Quatipuru
Francisca Martins Oliveira e Silva (PSD) – Acará
Geraldo Fernandes de Oliveira (PSDB) – Bannach
Geraldo Francisco de Morais (PMDB) – Brejo Grande do Araguaia
Geraldo Temponi Barbosa (PMDB) – Cumaru do Norte
Jardel Vasconcelos Carmo (PMDB) – Monte Alegre
José Lourenço de Oliveira Amaral (PSB) – Água Azul do Norte
José Pedrosa Gome (PR) – Peixe-Boi
Luiz Furtado Rebêlo (PP) – Breves
Luiz Gonzaga Viana Filho (PV) – Oriximiná
Luiz Guilherme Ales Dias (PSDB) – Quatipuru
Manoel Nogueira de Souza (PSDB) – Nova Timboteua
Márcio Ricardo Borges da Silva (PR) – Aurora do Pará
Osias Sperotto (PTB) – Brasil Novo
Paulo Sílvio Lopes da Gama Alves (PRTB) – Marapanim
Raimundo Luiz de Moraes (PR) – Marapanim
Raimundo Nogueira Monteiro dos Santos (PT) – Gurupá
Roberto Adail Paes Rodrigues (PR) – São Francisco do Pará
Santo Pereira de Oliveira (PT) – Placas
Saulo Castro Costa (PTB) – Concórdia do Pará
Telma Maria Moraes de Sena (PMDB) – Bagre

 

 

Vereador:
Antônio Augusto da Silva (PSD) – São Félix do Xingu
Bruno Giovane Pimenta Rodrigues (PMDB) – Muaná
Erton Luiz Vigne (PPS) – Marabá
Francisco de Aguiar Silveira (PP) – Medicilândia
Francisco de Assis Santana Duarte (PP) – São João do Araguaia
Gerson Felício da Silva Filho (PSL) – Colares
Gilmar Baú (PSD) – Trairão
José Moura dos Santos (PMDB) – Pacajá
José Pedro Gonçalves Rodrigues (PTN) – Chaves
Jurandir Plínio de Souza (PSB) – Anapu
Kleper Wandson Figueiredo de Carvalho (DEM) – Dom Eliseu
Luiz Fernando Sadeck dos Santos (PMDB) – Itaituba
Maria Janete Novais Silva (PSDB) – Rondon do Pará
Nadir da Silva Neves (PTB) – Belém
Raimunda Crisolete Almeida Monteiro (PR) – Almeirim
Salomão Lopes dos Santos (PSD) – Ourilândia do Norte
Samuel Silva Portilho de Melo (PR) – Almeirim
Valdeci Vieira da Silva (PRP) – Igarapé
Vera Lúcia Aguiar Castro Rocha (DEM) – Curionópolis

Fonte: TRE-PA

 

Nota do blog 1 –
* 
O Tribunal Regional Eleitoral do Pará não divulgou a lista de candidaturas a vice-prefeito barradas com base na Lei da Ficha Limpa.

 

Nota do Blog 2 –  A palavra final sobre esses casos será dada pela Justiça eleitoral, responsável pela análise dos recursos apresentados pelos candidatos, que podem continuar a fazer campanha enquanto não houver uma decisão definitiva sobre o assunto.

 

Post de 

4 Comentários

  1. paulo

    17 de setembro de 2014 - 09:24 - 9:24
    Reply

    por que alguns que tem ficha suja conseguiram a reeleição? se não pode tem alguém facilitando !!!

  2. Brasileiro

    9 de outubro de 2012 - 23:25 - 23:25
    Reply

    Acho que deveria ser o contrário: QUEM SÃO OS FICHAS LIMPAS?????

  3. Sempre pesquizando

    3 de outubro de 2012 - 06:21 - 6:21
    Reply

    Se o Tribunal de Conta do Estado, não estivesse comprometido .esta lista seria muito maior. Quem duvida ??

  4. João Dias

    2 de outubro de 2012 - 12:16 - 12:16
    Reply

    QUEM MUDA A CIDADE SOMOS NÓS

    Vote em candidatos e candidatas comprometidos (diferente de promessa) com a nossa cidade, aptos a:

    Apresentar Emenda Parlamentar no Orçamento Municipal para garantir maior efetividade dos investimentos públicos e da autogestão e/ou cogestão de projetos de habitação de interesse social, principalmente, através de parcerias com organizações dos movimentos populares e em apoio a linhas de financiamentos específicas estabelecidas pelo Ministério das Cidades.

    Apresentar Projeto de Lei que obrigue a Prefeitura a garantir no Plano Plurianual o orçamentário destinando o percentual de 1% do Orçamento Municipal para compor o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social.

    Fortalecer espaços de negociação e elaboração política como os Fóruns de Reforma Urbana e os Conselhos Municipais das Cidades, para a elaboração participativa de projetos de lei que garantam o DIREITO À CIDADE.

    Apresentar Projeto de Lei que normatize a Política Municipal de Apoio à Regularização Fundiária Sustentável, que abrigue a construção de um marco jurídico para novas práticas cartorárias, a utilização do patrimônio imobiliário federal nas cidades, envolvendo imóveis da União (INSS, RFFSA e terrenos de marinha) e programas que apoiem a regularização fundiária de assentamentos precários em áreas urbanas ocupadas por população de baixa renda.

    Apoiar os Movimentos de Moradia na capacitação e assessoramento técnico de suas participações nos espaços de Controle Social, promovendo o acompanhamento e a avaliação dos financiamentos, mecanismos de distribuição, definição de prioridades e alcance social das políticas públicas em todas e quaisquer intervenções propostas na construção da Política Municipal de Desenvolvimento Urbano.

    Apresentar Projeto de Lei que preconize um processo de gestão integrada, pública e privada, de recuperação e reutilização do acervo edificado em áreas já consolidadas da cidade, compreendendo os espaços e edificações ociosas, vazias, abandonadas, subutilizadas e insalubres, a melhoria dos espaços e serviços públicos, da acessibilidade e dos equipamentos comunitários, por meio do repovoamento dos centros com atividades econômicas e moradia popular.

    Criar Frentes Parlamentares da Reforma Urbana em todas as Câmaras Municipais.

    Sds. Democráticas.
    Sds. socialistas

    João Dias Aragão
    (marabaense com muito orgulho)

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *