Hiroshi Bogéa On line

Vale quebra mais uma empresa no Pará

De Canaã dos Carajás chega informação de mais uma empresa levada ao extremo de sua capacidade de absorção de prejuízos.

Trata-se da Galvão Engenharia, principal contratada para construir o complexo mineral de ferro S11D, que jogou a toalha após meses trabalhando no vermelho conseqüência de contratos com preços achatados celebrados junto a Vale.

Nos últimos tempos, diversas firmas quebraram literalmente vítimas da política selvagem de contratação adotada pela mineradora. Esse tema, inclusive, foi alvo de dois artigos do empresário Ítalo Ipojucan, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, colaborador do blog.

O canteiro de obras da Galvão Engenharia já está paralisado.

Mais de dois mil trabalhadores estão de braços cruzados, sem saber qual futuro os aguarda.

Post de 

2 Comentários

  1. Pedro Paulo Pampolha Nunes

    12 de junho de 2011 - 21:26 - 21:26
    Reply

    Meu amigo, quando se fala em divergencia, pode sim ser uma quebradeira inicial.
    Porem o que se diz é assim mesmo uma entidade que atua com fins lucrativos só deixa uma atividade quando se tem prejuiso.

    Empresas enorme quebram e poque não a GALVÃO!
    Me desculpe, sou muito prático e vejo essa Vale com a politica do antigo Roger.
    Vou ser franco: Roger nunca passou de um Capataz do Bradesco.
    Descule minha expressão; Más é assim mesmo, com Vale não se brinca!!!!!!!!!

  2. ASSIS OLIVEIRA

    5 de maio de 2011 - 21:37 - 21:37
    Reply

    A Galvão Engenharia é uma empresa sólida e não está quebrando como divulgado, apenas está saindo do projeto S11D por divergências contratuais.
    Uma das maiores construtoras do país com faturamento anual na casa dos bilhões com mais de 60 obras pelo País não quebra por uma obrinha qualquer.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *