Vale desmente presidente da Câmara de Marabá

Publicado em 17 de setembro de 2011

 

 

Em nota enviada ao blog, a Vale desmente categoricamemte declarações do presidente da Câmara Municipal de Marabá, publicadas hoje no Correio do Tocantins, segudo as quais a mineradora “parou as obras da Alpa e não vai mais investir no projeto”.

A nota da Vale, em sua íntegra:

 

 

A Vale informa que não está paralisando as obras de implantação da Aços Laminados do Pará – Alpa. Os trabalhos de terraplanagem foram temporariamente suspensos em função do não acesso ao lote 11, uma das áreas onde será instalado o projeto.

Vale ressaltar que 80% da terraplenagem já foram concluídos, restando somente aquela área.

As demais atividades de implantação, tais como drenagens, acabamento dos platôs e engenharia, continuam em sue ritmonormal.

Em relação aos alojamentos, as obras serão iniciadas de acordo com o cronograma estabelecido. Quando o acesso ao lote 11 for autorizado, os trabalhos de terraplanagem serão reprogramados.

 

 

Em relação as declarações do vereador  Nagib Mutran Neto, presidente da Câmara Municipal, o mesmo sustenta a veracidade da informação baseada no que ele “ouviu de um amigo meu que conversou  longamente com um alto executivo da Vale, que revelou que o novo presidente da mineradora, Murilo Ferreira, não é favorável à Alpa, mas sim à implantação da siderúrgica do Pecém, no Ceará”.

Em contato com executivo da Vale, agora pela manhã, o poster pode medir a  indignação da direção da mineradora diante da declaração de Nagib. “Um político não pode ir à imprensa, usando uma suposta conversa com  funcionário da Vale, sem citar o nome da fonte, para alardear inverdades. A Vale já deixou por diversas vezes, inclusive nosso novo presidente, a posição definitiva de que o projeto Alpa é prioridade. Tanto é que estamos trabalhando na área, cumprindo todas as etapas do  cronograma”, disse.